A Regional de Saúde de Floriano já alcança a 71° distribuição de doses de vacina contra a Covid-19, deste que foi iniciado os repasses para os estados e municípios.

mauriciobe

Nesta ultima remessa, de acordo com e gerência da regional à frente o ex-vereador Maurício Bezerra, a cidade de Floriano recebeu a quantidade de 1.176 doses das vacinas Astrazenica e Pfizer Astrazenica - 5 doses Total : 880 doses

Pfizer- 06 Doses

Total: 789 doses

Pfizer Pediatrica-10 doses Total: 22 doses

Pfizer- Dose Reforço (Etária 12 a 17 anos) Total :1176 doses

Da redação

Um novo estudo publicado nesta quinta-feira (4) pelos CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos) detectou que a Covid longa, ou seja, os sintomas que permanecem após quatro semanas da infecção, atinge também crianças e adolescentes.

covidcrianças

Embora estudos anteriores já tivessem visto a prevalência da Covid de longa duração entre adultos, quase não havia relatos sobre sua prevalência em menores de idade. Segundo os CDC, as condições médicas associadas à Covid longa que foram detectadas em menores após a infecção foram coágulos sanguíneos, problemas cardíacos, insuficiência renal e diabetes tipo 1, todas incomuns ou raras em pacientes pediátricos antes da pandemia de coronavírus. Este estudo foi realizado usando dados de 781.419 crianças e adolescentes dos EUA com Covid-19 que foram ao hospital para tratamento entre 1º de março de 2020 e 31 de janeiro de 2022.

Os pesquisadores descobriram que a condição aumentou o risco dos indivíduos desenvolverem cerca de 4 sintomas e 8 condições entre 31 dias e um ano após a infecção por coronavírus.

Apesar de os menores enfrentarem maior risco de desenvolver algumas doenças, deve-se notar que elas ainda são raras entre esse grupo populacional.

Como medida fundamental para evitar a propagação da Covid-19 e, portanto, inibir estes efeitos a longo prazo, o CDC insistiu na necessidade de todas as crianças com mais de 6 meses – idade mínima para receber a vacina – serem imunizadas.

Agência EFE

Foto: Freepik

O Hemopi, Regional de Floriano, órgão responsável pelo salvamento de muitas vidas está com o estoque de sangue abaixo da média. As informações são da coordenadora do órgão a servidora Helyomara Feitosa. Na manhã de hoje a reportagem do Piauí Notícias esteve visitando o órgão em saúde e, numa entrevista, a Helyomara citou sobre a procura por sangue que é grande, pois o órgão atende pacientes de vários cidades do Piauí e parte do Maranhão. 

nayoedy

Helyomara externa ainda sobre as últimas campanhas e, destacou alguns órgãos que tem sempre procurado ajudar a manter o estoque. Ela citou algumas escolas particulares e públicas, bem como as lojas maçônicas. 

helyomara

A coordenadora do HEMOPI- Regional de Floriano, abordou sobre  uma campanha que foi acertada hoje, por iniciativa do Grupo Baratinar, dado a um dos seus integrantes ter necessitado de várias bolsas de sangue devido a um acidente que sofreu em abril passado. O vocalista Nayo Barros, que também trabalha como servidor do Município,  sofreu um grave acidente de moto e precisou de bolsas de sangue que foram liberadas pelo Hemocentro.

A Campanha de Doação de Sangue será no período de 15 a 19 de agosto (segunda a sexta-feira)  foi confirmada pelo líder da Grupo o vocalista Edy Santiago, pelo Nayo Barros, bem como pelo empresário Helder Roberto. O que colocou a coordenadora Helyomara sobre a situação atual do órgão e a campanha do Grupo Baratinar que tem o apoio do portal Piauí Notícias e do Jornal da Manhã (Tv Tropical). 

Da redação

Na manhã desta quinta-feira, 04, o superintendente de Atenção à Saúde e Municípios da Secretaria de Saúde do Estado do Piauí (Sesapi), Herlon Guimarães, durante coletiva de imprensa, confirmou o o primeiro caso de varíola dos macacos no estado.

O diagnosticado tem 46 anos e mora no município de Batalha. Ele já recebeu alta médica e pessoas que tiveram contato com ele já saíram do isolamento.

"O estado do Piauí tem hoje seis casos suspeitos de Monkeypox e nesta quinta-feira tivemos a liberação de um dos exames que confirma a presença da varíola do macaco no Piauí.

O paciente do sexo masculino, tem 46 anos, da cidade de Batalha, teve contato com pessoas do estrangeiro, por conta disso, esse vínculo epidemiológico dele foi criado como protocolo que a gente faz e ele apresentou toda sintomatologia como febre, dor muscular, dor de cabeça e lesões na pele", declarou Herlon Guimarães.

MN