• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

O câncer de ovário é a segunda neoplasia ginecológica mais comum no Brasil e uma das mais letais devido à sua natureza insidiosa e difícil detecção precoce.

cancerovaro

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), essa doença é responsável por aproximadamente 3.921 mortes por ano.

Um dos grandes desafios no combate ao câncer de ovário é a ausência de sintomas específicos em sua fase inicial. Os sinais de alerta muitas vezes se confundem com problemas gastrointestinais comuns ou outras condições menos graves, o que pode atrasar o diagnóstico.

Apesar dessa dificuldade, algumas mudanças sutis na saúde da mulher podem indicar a presença de um tumor ovariano.

Sinais de alerta para câncer de ovário podem surgir durante as refeições Alguns sinais podem surgir durante as refeições, como a sensação precoce de saciedade (mesmo quando come pequenas porções), as náuseas, os vômitos, a indigestão e o inchaço no abdômen.

Os sintomas são causados quando o tumor cresce e começa a comprimir estruturas vizinhas no abdômen superior, como o estômago, os intestinos e os vasos sanguíneos. Quais os primeiros sinais de câncer de ovário? Pressão ou dor na região pélvica e nas costas; Alterações no trato intestinal, como gases, prisão de ventre ou diarreia; Aumento da frequência urinária; Fadiga constante; Massa palpável no abdome; Por fim, perda de peso inexplicada. Se os sintomas persistirem, é crucial procurar avaliação médica, pois o diagnóstico precoce aumenta significativamente as chances de sucesso no tratamento do câncer.

Quais as chances de cura do câncer de ovário? As chances de cura do câncer de ovário dependem de vários fatores, incluindo o estágio em que o câncer foi diagnosticado, o tipo específico de câncer, a idade e a saúde geral da paciente, e o tratamento recebido. Geralmente, quando o câncer de ovário é diagnosticado precocemente e tratado adequadamente, as chances de cura são maiores. No entanto, como em muitos tipos de câncer, as taxas de sobrevivência variam consideravelmente.

Além disso, o acompanhamento médico regular e a adesão ao tratamento são fundamentais para melhorar as chances de cura e gerenciar a doença.

Afinal, como prevenir o câncer de ovário? Embora não exista uma metodologia definitiva para prevenir o câncer de ovário, adotar um estilo de vida saudável pode ajudar a reduzir os riscos.

Isso inclui manter uma dieta balanceada, evitar o álcool e o tabagismo, e manter um peso corporal saudável. Para aqueles com histórico familiar da doença, o aconselhamento genético pode ser uma opção a considerar.

Realizar exames regulares e reportar quaisquer sintomas incomuns aos médicos são passos cruciais para a detecção precoce. Identificar o câncer de ovário em seus estágios iniciais, então, pode aumentar significativamente as chances de sucesso no tratamento.

Catraca Livre

© Fornecido por Catraca Livre

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio do Programa Vida no Trânsito, lançou nesta quinta-feira (02) a campanha estadual Maio Amarelo de 2024. O lançamento aconteceu em parceria com o município de Teresina e foi realizado no complexo turístico da Ponte Estaiada. O evento abordou a necessidade de um trabalho conjunto de todas as esferas da sociedade para tornar o trânsito mais seguro.

A campanha de 2024 traz o tema “A vida no trânsito começa por você” e da destaque a educação em saúde, e a importância de se trabalhar os cuidados no trânsito 365 dias por ano. Além das ações educativas previstas para serem executadas por todo o estado, a programação da campanha também traz a realização dos simpósios de trânsito dos municípios de Campo Maior e de Piripiri nos dias 08 e 09 de maio, respectivamente, avaliando a situação do trânsito nesses municípios e os impactos que o programa vida no trânsito teve em cada cidade. “Uma comunidade mais consciente em relação ao trânsito seguro, significa a redução do número de acidentes e vítimas que chegam até a rede estadual de saúde. Termos esses trabalhos educativos integrados em cada município é essencial para melhorarmos nosso trânsito” destaca a coordenadora de epidemiologia da Sesapi e do Programa Vida no Trânsito, Amélia Costa.

De acordo com dados do SAMU estadual, no ano de 2024 o serviço já atendeu mais de 2.600 casos de acidente de trânsito no Piauí, já em 2023 a quantidade de atendimentos desse tipo no serviço atingiu a marca dos 8.298 casos.

“Queremos que todos os municípios integrem no seu dia a dia medidas para deixar nosso trânsito mais seguro. Desenvolvemos parcerias com os municípios, pois sabemos a importância de um trabalho conjunto focado em um viés educativo e preventivo a respeito do trânsito e os acidentes que podem ocorrer”, fala a superintendente de atenção primária a saúde e municípios da Sesapi, Leila Santos.

Sesapi

Tem aumentado os casos de dengue em Floriano, as vítimas tem sido pessoas de todas a idades. As buscas pelo atendimento nos postos de Saúde, conforme os profissionis da área, ocorrem semanalmente, no entanto, muita gente não se atentado para os perigos da dengue e mante criadouros em casa e no  trabalho.

milesia

A servidora Milésia Mousinho, coordenadora de Vigilância Epidemiológica de Floriano, numa entrevista esteve relatando sobre alguns essenciais.

 

Da redação

Profissionais do atendimento ao público da Farmácia do Povo participaram, nesta terça-feira (30), de um treinamento de qualificação de atendimento aos usuários. O treinamento foi realizado pela coordenação de medicamentos especializados da Diretoria de Unidade da Assistência Farmacêutica (DUAF) e teve como público-alvo os profissionais farmacêuticos, além dos colaboradores dos setores de cadastro, dispensação de medicamentos, serviços social e nutrição.

farmaciapovo

A objetividade do treinamento foi aplicar na rotina de atendimentos diários, práticas padronizadas pelo Programa Operacional Padrão (POP), que permitirá aos colaboradores maior clareza e eficiência das informações aos pacientes e melhorar assim, os serviços de atendimento na Farmácia do Povo. "Estabelecer um contato mais humanizado é necessário para acolher os usuários, pois essa atenção primária no atendimento fará total diferença na qualidade e satisfação do paciente" afirma a coordenadora Joseana Leitão.

De acordo com o diretor geral da Diretoria de Unidade da Assistência (DUAF), Manoel Pinheiro, o treinamento destes profissionais promoverá um atendimento de excelência e a melhoria na qualidade dos serviços da Farmácia do Povo.

"Padronizar nossa equipe através do POP, mostra nossa intenção de melhorar a vida do nossos usuários e isso já é visível em todos os setores e atendimentos na Farmácia" conclui.

Sesapi

Subcategorias