O Estádio Tiberão de Floriano que foi vítima de criminosos por algumas vezes, sendo que por duas vezes, os desocupados levaram a fiação  eletrica daquela Praça de Esportes, deve passar por uma reforma geral.

estadio

O Tiberão tem hoje muitas gambiarras e, em determinados pontos, há tomadas que estão proporcionando perigo, pois algumas estão sem o espelho, uma peça que pode evitar de algum garoto ter contato com a energia e levar um choque. Há também infiltrações em alguns pontos. Veja.

tomada

infiltração

O Agostinho Cavalcante teve um contato nessa terça-feira com a secretária Elineuza Ramos, da pasta da Cultura, Esporte e Lazer que foi quem confirmou que um projeto começa a ser estudado para reforma geral do local.

Em 2023, começo do ano, estará ocorrendo o Campeonato de Futebol Piauiense com a participação do Cori-Sabbá e o Estádio será palco de muitos jogos. O que coloca o Agostinho sobre esse investimento que será feita pela gestão municipal.  

A procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciou o meia Lucas Piazon, do Botafogo, e David, do Inter, pela confusão entre as equipes no Beira-Rio, em19 de julho, pela 13ª rodada do Brasileirão. Com isso, o atleta alvinegro pode pegar até seis jogos de suspensão, enquanto o colorado, até 12. A informação foi inicialmente divulgada pelo "ge", e confirmada pelo Lance!

stjd

Além deles, Philipe Sampaio e o técnico Luís Castro, expulsos ainda no primeiro tempo da partida, também foram denunciados. O diretor André Mazzuco também está na lista de profissionais alvinegros que foram denunciados pelo tribunal. Pelo lado do Colorado, além de David, o zagueiro Gabriel Mercado foi outro denunciado. A denúncia já foi oferecida pela Procuradoria e resta ao Tribunal intimar as partes e marcar a data do julgamento. Vale ressaltar que a partida foi cercada de confusão desde o início com um pênalti polêmico, que envolveu o zagueiro Philipe Sampaio. O lance revoltou os botafoguenses, inclusive o técnico Luís Castro, que também foi expulso pelo árbitro Sávio Pereira Sampaio.

Na reta final do jogo, o zagueiro Gabriel Mercado foi expulso por reclamação, e uma confusão generalizada tomou conta do gramado. Nela, David, do Internacional, agrediu Piazon, do Botafogo. Cabe salientar que todas as denúncias seguem o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

David foi denunciado pela infração ao artigo 254-A, parágrafo 1o, inciso I (praticar agressão física) e ao artigo 257 (participar de rixa, conflito ou tumulto). A pena pode ser uma suspensão de quatro a 12 partidas (no art. 254-A) e de duas a 10 (no art. 257).

Lucas Piazon, por sua vez, será julgado pela seguinte infração: artigo 258 do CBJD (assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva). A pena pode ser suspensão de uma a seis partidas

Por fim, Philipe Sampaio foi denunciado pela seguinte infração: artigo 250§1° I (impedir de qualquer forma, em contrariedade às regras de disputa do jogo, uma oportunidade clara de gol). A possível pena é: suspensão de uma a três partidas.

Luís Castro será julgado por infração ao artigo 258 § 2° II (desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões). A pena pode ser de suspensão de uma a seis partidas.

No fim, André Mazzuco criticou a arbitragem, em coletiva de imprensa, e foi denunciado por "desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões" (art. 258 § 2° II do CBJD). Pena: suspensão de uma a seis partidas.

Quanto aos dois jogadores do Colorado, David será julgado pela infração ao artigo 254-A, parágrafo 1o, inciso I (praticar agressão física) e ao artigo 257 (participar de rixa, conflito ou tumulto). Pena: suspensão de quatro a 12 partidas (no art. 254-A) e de duas a 10 (no art. 257).

Lançe

Foto: Vitor Silva/Botafogo

A derrota dolorida de 2 a 0 para o Flamengo, na noite da última terça-feira, também colocou fim a uma sequência invicta do Corinthians na Neo Química Arena. O clube não perdia em seus domínios desde fevereiro deste ano, há exatos seis meses, contra o Santos.

Naquela ocasião, ainda pelo Campeonato Paulista, o Alvinegro era comandado pelo técnico Sylvinho, que acabou demitido após a virada por 2 a 1 do Peixe. A derrota dolorida de 2 a 0 para o Flamengo, na noite da última terça-feira, também colocou fim a uma sequência invicta do Corinthians na Neo Química Arena. O clube não perdia em seus domínios desde fevereiro deste ano, há exatos seis meses, contra o Santos.

Naquela ocasião, ainda pelo Campeonato Paulista, o Alvinegro era comandado pelo técnico Sylvinho, que acabou demitido após a virada por 2 a 1 do Peixe. De lá para cá, o Corinthians recebeu 22 jogos na Arena, por todas as competições que disputa, com 15 vitórias, seis empates e, agora, uma derrota. Foram 36 gols feitos e apenas oito sofridos.

Com o revés em casa para o Rubro-Negro, o Corinthians precisa fazer dois gols (para ir aos pênaltis) ou mais (para avançar de forma direta) na Libertadores, na próxima terça-feira, no Maracanã. O jogo será às 21h30 (de Brasília). Antes disso, porém, o time enfrenta o Avaí, na Ressacada, neste sábado, a partir das 19h (de Brasília), pela 21ª rodada do Brasileirão. Somente no dia 13, um sábado, o Timão volta a jogar em casa, justamente contra o rival Palmeiras, pelo campeonato nacional, em briga direta pela primeira posição da tabela.

Gazetaesportiva

Nesta quarta, o Palmeiras enfrenta o Atlético-MG visando a classificação para a semifinal pelo terceiro ano consecutivo, mas também tem outros recordes para quebrar. O time de Abel Ferreira procura continuar sem perder como visitante na Libertadores, já que a última vez foi em 2019. Além de defender uma sequência histórica de 19 partidas sem ser derrotado como visitante, a série atual do Verdão é de 16 jogos, sendo nove vitórias consecutivas em territórios adversários.

palmeir

Com isso, está a dois de igualar a marca do próprio Galo, que ficou sem perder por 18 duelos consecutivos, de 2019 até a fase de grupos da atual temporada, quando sofreu o revés diante do Tolima-COL.

A equipe do português não perde um jogo de Libertadores desde maio do ano passado, quando foi superado pelo Defensa y Justicia-ARG, no Allianz Parque. Como visitante, a última derrota foi em abril de 2019, contra o San Lorenzo, por 1 a 0, em Buenos Aires, na Argentina.

No Mineirão, entretanto, foram apenas três jogos disputados pelo Palmeiras na Libertadores. Neles, nenhuma vitória, apesar de se classificar em duas oportunidades no estádio.

Com 100% de aproveitamento e uma jornada irreparável até o momento, o Alviverde é dono da melhor campanha da história, com 18 pontos somados, do melhor ataque de todos os tempos na fase de grupos, com 25 gols marcados, e também é o time com a maior sequência de vitórias no torneio, sendo nove triunfos, e que possui a maior invencibilidade como visitante, já que não perde há 19 jogos.

Atual bicampeão do torneio continental, o Palmeiras ampliou seus feitos para as competições nacionais. Em 2022, o clube segue como único invicto jogando fora de casa no Brasileirão, somando seis vitórias e quatro empates em dez jogos.

Os comandados de Abel só saíram derrotados longe do Allianz Parque em duas vezes no ano: 3 a 1 na ida da final do Paulista e 1 a 0 nas oitavas da Copa do Brasil, ambas diante do rival São Paulo.

Agora, o Verdão procura quebrar novas marcas e seguir fazendo história na Libertadores, além de se classificar novamente sobre o Atlético-MG. O início de uma nova saga começa nesta quarta, às 21h30, no Mineirão, e termina no dia 10, no Allianz Parque, no mesmo horário. Confira os números do Palmeiras como visitante em 2022:

24 jogos 14 vitórias 8 empates 2 derrotas 41 gols marcados 15 gols sofridos

Relembre os 19 jogos do Verdão sem perder fora na Liberta:

Cerro Porteño 0 x 3 Palmeiras - 29/6/22 - Oitavas

Ind. Petrolero 0 x 5 Palmeiras - 8/5/22 - Fase de grupos

Emelec 1 x 3 Palmeiras - 27/4/22 - Fase de grupos

Dep. Táchira 0 x 4 Palmeiras - 6/4/22 - Fase de grupos

Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras - 28/9/21 - Semifinal

São Paulo 1 x 1 Palmeiras - 10/8/21 - Quartas

Universidad Católica 0 x 1 Palmeiras - 14/7/21 - Oitavas

Ind. Del Valle 0 x 1 Palmeiras - 11/5/21 - Fase de grupos

Defensa y Justicia 1 x 2 Palmeiras - 4/5/21 - Fase de grupos

Universitario 2 x 3 Palmeiras - 21/4/21 - Fase de grupos

River Plate 0 x 3 Palmeiras - 5/1/21 - Semifinal

Libertad 1 x 1 Palmeiras - 8/12/20 - Quartas

Delfín 1 x 3 Palmeiras - 25/11/20 - Oitavas

Guaraní-PAR 0 x 0 Palmeiras - 23/9/20 - Fase de grupos

Bolívar 1 x 2 Palmeiras - 16/9/20 - Fase de grupos

Tigre-ARG 0 x 2 Palmeiras - 4/3/20 - Fase de grupos

Grêmio 0 x 1 Palmeiras - 20/8/19 - Quartas

Godoy Cruz 2 x 2 Palmeiras - 23/7/19 - Oitavas

Melgar-PER 0 x 4 Palmeiras - 25/4/2019 - Fase de grupos

Lançe

 Foto: ALEJANDRO PAGNI / AFP