Dois dias após o vice-campeonato da Libertadores, o Flamengo anunciou na tarde desta segunda-feira (29) a saída do técnico Renato Gaúcho.

renbgaucho

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que, após conversa entre as partes, o técnico Renato Gaúcho não comanda mais o time principal”, escreveu o clube nas redes sociais. Nesta terça-feira, contra o Ceará, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, o auxiliar Maurício Souza é quem estará à beira do gramado. Renato chegou à Gávea em 10 de julho, para substituir Rogério Ceni.

O início foi animador, com goleadas em sequência, mas o rendimento caiu e a situação mudou, principalmente após a eliminação na Copa do Brasil. A distância para o Atlético-MG no Brasileirão também gerou críticas e a derrota na final da Libertadores, para o Palmeiras, foi o estopim.

Ao todo, ele comandou o Rubro-Negro em 38 jogos, com 25 vitórias, oito empates e cinco derrotas, um aproveitamento de 72,8%.

R7

Foto: PABLO PORCIUNCULA / AFP

 

Campeão da Copa Libertadores diante do Flamengo, no sábado, o Palmeiras foi o último time a se garantir no Mundial de Clubes. A Fifa confirmou nesta segunda-feira que a competição será entre os dias 3 e 12 de fevereiro, nos Emirados Árabes Unidos. O sorteio das chaves acontece às 13 horas, na sede da entidade, em Zurique.

O Palmeiras chega forte à competição após desbancar os cariocas na Libertadores e cheio de disposição para apagar a má impressão deixada na edição passada, quando não conseguiu anotar nenhum gol no tempo normal e ficou somente no quarto lugar.

Depois de decepcionar na edição passada, perdendo nas semifinais para o Tigres, do México, por 1 a 0, e na decisão do terceiro lugar nos pênaltis para o Al-Haly, a ordem agora é mostrar força para fazer a final dos sonhos contra o Chelsea. EXPECTATIVA

Brasileiro naturalizado italiano, Jorginho, do Chelsea, já está imaginando a final que todos esperam no dia 12 de fevereiro. “O futebol brasileiro tem muita qualidade, tem atletas de enorme qualidade, então acredito (em um possível Chelsea x Palmeiras). Será um jogo bonito de se ver, com futebol bem jogado”, disse Jorginho à ESPN Brasil.

O Palmeiras é o representante da América do Sul e o Chelsea o campeão europeu. Outras quatro equipes defendem seu continente na competição: Monterrey, do México, pela Concacaf, Al-Haly, mais uma vez, pela África, Al-Hilal pela Ásia, Alckland City pela Oceania, além do anfitrião Al Jazira.

futebolinterior

A final da Libertadores será a última grande decisão de Maurício Galiotte à frente do Palmeiras. O presidente encerra seu mandato em dezembro deste ano e será sucedido pela já eleita Leila Pereira.

Diante de sua saída, Galiotte falou sobre o que espera do Palmeiras no futuro sob o comando da próxima gestão. O mandatário analisou a reestruturação do clube e destacou que o objetivo é que o time se mantenha como protagonista na briga por títulos.

"Nossa ideia é continuar disputando e vencendo. Essa é a história do Palmeiras e esse é o nosso grande objetivo. Acho que cada gestão tem a missão de entregar satisfação para o seu torcedor, e a gente conseguiu. Com a reestruturação do clube, o Palmeiras passou a disputar títulos", disse em entrevista ao SBT.

"É um fato que o clube se estruturou para isso. Há aspectos financeiros que temos que ter muita responsabilidade, no setor esportivo, administrativo, social. A gente entende que um clube de futebol deve ser administrado como uma empresa, com bons profissionais, bons conceitos, fontes de receita distintas. Isso você não constrói em pouco tempo. Se você for analisar, o Palmeiras vem trabalhando nesta direção já há alguns anos. Então o que a gente espera é o Palmeiras neste patamar, que se mantenha como protagonista disputando títulos", completou.

Galiotte também comentou sobre a reunião que participou com autoridades da Conmebol e do Flamengo para discutir questões de segurança para a finalíssima. O presidente valorizou o planejamento estabelecido e projetou que a decisão aconteça sem violência e seja "uma festa do futebol".

"Esse é um tema que nós discutimos muito no encontro que tivemos na Conmebol, na reunião com o presidente da federação, autoridades dos dois clubes, do Brasil e do Uruguai, para tomarmos todos os cuidados para que não tenhamos problemas de violência. Esperamos que seja um jogo bonito, uma festa grande do futebol brasileiro. Existe um planejamento na chegada de cada uma das torcidas, para o local de cada uma das torcidas. Elas vão estar distantes e, durante o jogo, terão acompanhamento do policiamento local", declarou.

"A torcida do Palmeiras vai estar presente. Temos um grande número de torcedores que vai nos apoiar, já fizeram uma festa maravilhosa na saída da delegação da Academia de Futebol. Então nossa expectativa é que seja uma festa do futebol. Que não haja violência e que a gente saia com o título. Esse é o nosso desejo", acrescentou o mandatário.

gazetaesportiva