sebrafemPela segunda rodada da Copa do Mundo Feminina, o Brasil entrou em campo contra a Austrália e, de virada, saiu derrotado por 3 a 2. O jogo contou com a volta de Marta, que deixou o seu na primeira etapa, mas o Brasil sentiu o nervosismo no segundo tempo e levou a virada.

Com o resultado, o Brasil ficou estacionado nos três pontos, junto com a própria Austrália e a Itália, que ainda joga na rodada. A Jamaica é a lanterna com nenhum ponto somado.

Amanhã, também pelo Grupo C, Itália e Jamaica entram em campo às 13h. Na próxima rodada, que acontece na terça-feira (18), o Brasil decide a vaga contra as italianas, às 16h. No mesmo horário, a Austrália encara as jamaicanas.


O primeiro tempo teve a Austrália tomando as ações do jogo, mas quem saiu na frente foi o Brasil. Aos 27 minutos, Marta abriu o placar de pênalti, e Cristiane ampliou de cabeça aos 38. No apagar das luzes, a Austrália ainda conseguiu diminuir com Foord.

Já na segunda etapa, as atletas brasileiras foram tomadas pelo nervosismo e não conseguiram segurar a pressão adversária. Por outro lado, as australianas conseguiram transformar a superioridade ofensiva em gols. Logarzo marcou o gol de empate, aos 12, e a zagueira Mônica fez contra aos 23 minutos para virar o jogo.
O jogo – Apesar da maior posse de bola das adversárias, quem abriu o placar foi o Brasil, de pênalti. A lateral direita Letícia Santos apareceu pelo meio e foi derrubada dentro da área. Na cobrança, Marta deslocou a goleira e marcou o seu primeiro no mundial.

A Austrália voltou a pressionar, mas quem balançou as redes mais uma vez foi a Seleção Brasileira. Tamires fez uma linda jogada pelo lado esquerdo e enfiou em profundidade para Debinha. A camisa 9 cruzou com perfeição para Cristiane, que subiu de cabeça para ampliar o marcador.

Já nos acréscimos, a zaga do Brasil vacilou e a Austrália diminuiu. Yallop fez o cruzamento pela esquerda, Logarzo deu uma casquinha de cabeça e Foord entrou completamente livre empurrando para o fundo do gol.

Na volta do intervalo, a Austrália seguiu em cima e não demorou para igualar o placar. Logarzo, aos 12, recebeu pelo lado direito e fez o cruzamento em direção ao gol. A bola passou por todas as jogadoras e morreu dentro da meta brasileira.

O Brasil tentava a resposta, mas a Austrália chegou à virada aos 23 minutos. Mônica tentou cortar o lançamento, mas desviou de cabeça e a bola entrou no cantinho, enganando a goleira Bárbara. A arbitragem ainda checou o lance, pois a atacante Kerr estava em posição irregular, porém interpretou que a australiana não teve participação direta na jogada.

O Brasil até tentou chegar com perigo atrás do gol de empate, mas o nervosismo atrapalhava a equipe de Vadão. Sem conseguir finalizar com precisão, as brasileiras não foram efetivas nas chegadas ao ataque e a partida terminou mesmo em 3 a 2.

 

Gazetaesportiva

Foto: Pascal GUYOT/AFP

 

martaaÓtima notícia para o torcedor brasileiro logo nesta manhã de quinta-feira (13). Poucas horas antes da ​partida contra a Austrália, válida pela segunda rodada da fase de grupos da ​Copa do Mundo Feminina, o treinador Vadão confirmou publicamente que a melhor jogadora do mundo, Marta, fará sua estreia oficial na competição.


Como destaca o ​Globoesporte, a camisa 10 não só estará apta para entrar em campo, como aparecerá entre as titulares da Seleção Brasileira, possivelmente no lugar da atacante Bia Zaneratto, de desempenho aquém do esperado na estreia contra a Jamaica. Marta treinou normalmente e sem limitações nos últimos dois dias, mostrando-se 100% recuperada após lesão muscular na coxa esquerda, sofrida no dia 25 de maio.

 

90 min

Elsa/GettyImages

A diretoria do CSA emitiu uma nota oficial após a derrota para o Flamengo. Pegou pesado contra a arbitragem. Os dirigentes consideram que o clube foi prejudicado pela não marcação de um pênalti de Willian Arão, no primeiro tempo, e avisaram que vão tentar anular a partida desta quarta. O time alagoano perdeu por 2 a 0, em Brasília, pela nona rodada da Série A.

- A diretoria do Centro Sportivo Alagoano informa que vai colher as imagens da partida contra o Flamengo, ocorrida nessa quarta-feira (12). O árbitro paulista Douglas Marques das Flores não marcou uma penalidade clara para o CSA. O departamento jurídico vai tomar todas as medidas cabíveis para entrar com uma ação no STJD com um pedido de impugnação do jogo - diz a nota oficial.
A polêmica

O lance polêmico foi registrado aos 31 minutos do primeiro tempo. Após um bate e rebate na área do Flamengo, Apodi finalizou, e a bola bateu no braço de Arão. O árbitro Douglas Maques teve auxílio do VAR, analisou as imagens e, depois de cinco minutos, mandou o jogo seguir. Ele entendeu que não houve a penalidade.

No segundo tempo, o Flamengo marcou dois gols, com Vitinho e Gabigol, e venceu a partida no Estádio Mané Garrincha. É agora o terceiro colocado. Com seis pontos, o CSA está na penúltima colocação do Brasileiro.

Equipe de arbitragem

Nesta quarta, o árbitro Douglas Marques teve como assistentes Emerson Augusto de Carvalho e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, da Federação Paulista.

O árbitro de vídeo foi o também paulista Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral. Ele ainda contou com Rodrigo Batista Raposo (DF) e Herman Brumel Vani (SP) como auxiliares de VAR. O observador do árbitro de vídeo foi Giulliano Bozzano (MG).

 

GE