cpbrasA temporada se aproxima da reta final e os torcedores começam a especular sobre quais clubes ficarão com as vagas da próxima edição da Copa Libertadores. Com isso, pelo regulamento da Copa do Brasil, o vice não ficará com a vaga caso o campeão também conquiste a taça da competição continental. Grêmio e Palmeiras disputam a decisão em dois jogos no mês de fevereiro.


Neste sentido, o Imortal Tricolor só conquistará a vaga através da Copa do Brasil caso derrote o Alviverde e levante da taça do torneio pela sexta vez. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já definiu o regulamento, e o vice não herdará a vaga, ficando automaticamente com o sétimo ou até o oitavo colocado do Brasileirão.

"O clube vice-campeão da COPA não terá direito, através desta competição, à
vaga na Conmebol Libertadores", segundo o regulamento oficial da Copa do Brasil.

Sendo assim, "a vaga será repassada a um clube do Campeonato Brasileiro da Série A, respeitando a ordem de classificação". Caso o Palmeiras conquiste a competição continental, o Brasileirão passará a ter um G7. Além disso, se os paulistas levantarem a taça da Libertadores e o Grêmio vencer a Copa do Brasil, o campeonato terá um G8, se ambas as equipes estiverem na parte de cima da tabela (entre os seis primeiros colocados).

Nesta terça, o Palmeiras perdeu para o River Plate por 2 a 0 no Allianz Parque, porém por ter ganho de 3 a 0 na Argentina, garantiu uma vaga na final da Copa Libertadores 2020. A equipe paulista aguarda a definição do adversário, que será definido nesta quarta, no confronto entre Santos e Boca Juniors, na Vila Belmiro. A decisão será realizada no dia 30 de janeiro, no Maracanã, às 17h (de Brasília).


Vale destacar que as datas e horários das finais da Copa do Brasil poderão ser alteradas pela CBF caso o Palmeiras seja campeão da Libertadores, já que no início da fevereiro será disputado o Mundial de Clubes da FIFA, no Catar. Antes disso, Palmeiras e Grêmio se enfrentam nesta sexta-feira, às 21h30, no Allianz Parque, pela 30ª rodada do Brasileirão.

 

Lançe

A primeira semifinal da Copa Libertadores, disputada entre Palmeiras e River Plate na noite de terça-feira, contou com intervenções decisivas do árbitro de vídeo no Allianz Parque. Nesta quarta, a Conmebol publicou por meio de seu site oficial os diálogos entre o juiz uruguaio Esteban Ostojich e os integrantes da cabine do VAR.

Aos 7 minutos do segundo tempo, Montiel recebeu cruzamento de Angileri e marcou o terceiro gol do River Plate. Ao analisar o lance, o árbitro de vídeo colombiano Nicolas Gallo observou impedimento de Borré na origem e orientou Ostojich a mudar sua decisão.


Aos 30 minutos, o árbitro marcou pênalti de Alan Empereur sobre Matias Suarez. “Eu não vejo penal. O jogador arrasta a perna de qualquer contato”, disse Gallo ao rever o lance, recomendando a Ostojich uma revisão. “Mudança de decisão. O branco, antes do contato, já arrasta o pé”, decidiu o árbitro após observar o monitor.
Já nos acréscimos, enquanto analisava possível pênalti de Kuscevic sobre Borré, os integrantes da cabine do VAR encontraram um lance de impedimento de Girotti na origem da jogada, classificado como “interpretativo”. Chamado para rever o lance no monitor, Ostojich concordou: “Perfeito, há impedimento. Muito bem”.


Com um gol e um pênalti anulados após intervenção do VAR, o River Plate venceu por 2 a 0 e acabou eliminado pelo Palmeiras, já que o time brasileiro ganhou por 3 a 0 na Argentina. Os lances decididos com intervenção do árbitro de vídeo vêm causando polêmica na Argentina.

A grande final da Copa Libertadores está marcada para as 17 horas (de Brasília) do dia 30 de janeiro, no Estádio do Maracanã. Após empate sem gols na Bombonera, Santos e Boca Juniors decidem o segundo classificado a partir das 19h15 desta quarta-feira, na Vila Belmiro.

gazeta

 

santosbocaSantos e Boca Juniors duelam nesta quarta-feira por uma vaga na grande final da Copa Libertadores. Brasileiros e argentinos se enfrentam pela volta da semifinal da competição, às 19h15, na Vila Belmiro.


A ida na Bombonera terminou empatada sem gols. Portanto, novo empate por 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Por conta da regra do gol qualificado, o empate com gols leva o Boca Juniors para a final. O vencedor, obviamente, avança.
PEIXE

O Santos finalizou a preparação para o confronto nesta terça-feira. Os comandados do técnico Cuca realizaram treinamento no CT Rei Pelé para definir os últimos ajustes antes do duelo decisivo.

O técnico santista tem dúvidas em relação ao ataque que mandará à campo diante do Boca Juniors. Cuca chegou a testar o jovem volante Sandry entre os titulares, fazendo com que Soteldo seja deslocado para o ataque e Lucas Braga fique na reserva. Existe a possibilidade de que o venezuelano seja sacado para a entrada do volante.


Ambos com Covid-19, os goleiros John e Wagner Leonardo são os únicos desfalques. João Paulo será o titular da meta alvinegra.

ARGENTINOS

O Boca Juniors está quase definido para o segundo jogo da semifinal da Copa Libertadores contra o Santos. Quase porque o técnico Miguel Ángel Russo tem uma dúvida.

O volante colombiano Jorman Campuzano se recuperou de uma lesão sofrida durante o clássico contra o River Plate, pela Copa Diego Maradona, e está à disposição do treinador. Ele desfalcou o Boca no jogo de ida da semifinal, que terminou sem gols na La Bombonera.

 

Miguel Àngel Russo, porém, ainda não decidiu se Campuzano começa entre os titulares. Ele disputa vaga com Nicolás Capaldo e Diego González. Dois desses três vão iniciar a partida na Vila Belmiro.

 

futabolinterior

Foto: Ivan Storti/Santos

 

flaceniA turbulência no Flamengo está longe de amenizar. Mas pode ser driblada com uma vitória a partir da próxima rodada, em duelo diante do Goiás, segunda-feira (18), fora de casa. E Rogério Ceni terá que armar a equipe para o iminente compromisso com uma formação inédita no meio-campo, tendo em vista que Gerson, suspenso, será baixa para o treinador pela primeira vez. 

Até aqui, Gerson iniciou todos os 12 jogos sob o comando de Ceni, assim como Bruno Henrique. Agora, o camisa 8 terá que deixar que o atacante isolado com a façanha.

A tendência é que Diego Ribas seja o escolhido para ser titular com Ceni pela primeira vez, fazer a função no meio e dar suporte a Willian Arão, Arrascaeta e Everton Ribeiro no setor. O camisa 10 atuou ao lado de Gerson quando Arão foi recuado para a zaga, no último jogo. Agora, deve fazer a mesma função, mas com o camisa 5 ao lado.

Caso não queira alterar o esquema tático para iniciar o próximo jogo, João Gomes é outro volante que surge como uma opção viável. Uma mais radical teria o recuo de Everton Ribeiro para a função de segundo homem do meio, como já atuou pelo clube, por exemplo, e a escalação de Pedro, Bruno Henrique e Gabigol no ataque - algo que seria inédito desde o apito inicial.

Tendência é Diego ser titular com Ceni pela primeira vez

Hoje terá o segundo treino da semana. Pressionado e com os números desfavoráveis, Ceni ainda não definiu o time que irá a campo na segunda-feira. Contudo, independente das peças, o Flamengo precisará reagir com uma vitória, para não deixar a liderança disparar, junto a um bom rendimento, pois será essencial para a continuidade do trabalho do treinador.

SITUAÇÃO DELICADA NA TABELA

A derrota para o Ceará (0x2) na última rodada foi a 12ª partida de Rogério Ceni cob o comando do Flamengo. Até o momento, o técnico acumula quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas, em um aproveitamento de 44,4%.

Faltando 10 rodadas para o fim do Brasileirão, o Flamengo está em quarto lugar, com 49 pontos, a sete do líder, São Paulo. O próximo compromisso do Rubro-Negro é contra o Goiás, na próxima segunda-feira, em Goiânia.

TODAS AS FORMAÇÕES DO FLAMENGO COM CENI

Flamengo 1x2 São Paulo (ida quartas de final da Copa do Brasil)
Diego Alves (Hugo Souza); Matheuzinho, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Gerson e Vitinho (Pedro Rocha); Michael (Arrascaeta), Bruno Henrique e Gabigol (Thiago Maia).

Flamengo 1x1 Atlético-GO (21ª rodada do Campeonato Brasileiro)
Hugo; Matheuzinho, Gustavo Henrique (Natan), Léo Pereira (Arrascaeta) e Renê; Willian Arão, Thiago Maia (Michael) e Gerson; Vitinho, Bruno Henrique e Gabigol (Lincoln).

São Paulo 3x0 Flamengo (volta quartas de final da Copa do Brasil)
Diego Alves; Matheuzinho, Thuler (Pepê), Léo Pereira e Renê; Williian Arão, Gerson e De Arrascaeta (Lázaro); Bruno Henrique (Lincoln), Michael (Everton Ribeiro) e Vitinho (Pedro Rocha).

Flamengo 3x1 Coritiba (22ª rodada do Campeonato Brasileiro)
Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Thuler, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Gerson (Diego), Everton Ribeiro (Lázaro) e Arrascaeta; Vitinho (Pedro Rocha) e Bruno Henrique (Michael).

Racing 1x1 Flamengo (Ida das oitavas de final da Libertadores)
Diego Alves; Renê (Gustavo Henrique), Thuler, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro (João Gomes) e Arrascaeta (Diego); Bruno Henrique e Gabigol (Vitinho).

Flamengo 1 (3)x(5) 1 Racing (Volta das oitavas de final da Libertadores)
Diego Alves; Isla(Gustavo Henrique), Rodrigo Caio, Gustavo Henrique (Diego) e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro (Pedro) e Arrascaeta (João Gomes); Bruno Henrique e Vitinho.

Botafogo 0x1 Flamengo (24ª rodada do Campeonato Brasileiro)
Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro (Michael) e Arrascaeta; Bruno Henrique (Vitinho) e Pedro (Rodrigo Muniz).

Flamengo 4x1 Santos (25ª rodada do Campeonato Brasileiro)
​Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luís; João Gomes, Gerson (Pedro), Everton Ribeiro (Pedro Rocha) e Arrascaeta (Pepê); Bruno Henrique (Vitinho) e Gabigol (Michael).

Flamengo 4x3 Bahia (26ª rodada do Campeonato Brasileiro)
Diego Alves; Isla (Vitinho), Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luís; João Gomes (Matheuzinho), Gerson, Everton Ribeiro (Diego) e Arrascaeta (Pedro); Bruno Henrique e Gabigol.

Fortaleza 0x0 Flamengo (27ª rodada do Campeonato Brasileiro)
Hugo Souza; Isla (João Lucas), Rodrigo Caio, Natan e Renê; Willian Arão (Diego), Gerson, Arrascaeta (Pepê) e Éverton Ribeiro (Vitinho); Bruno Henrique e Pedro.

Flamengo 1x2 Fluminense (28ª rodada do Campeonato Brasileiro)
Hugo Souza; Isla, Rodrigo Caio, Natan (Diego) e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson (Pepê), Everton Ribeiro (Rodrigo Muniz) e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol (Pedro).

Flamengo 0x2 Ceará (29ª rodada do Campeonato Brasileiro)
César; Isla (Vitinho), Rodrigo Caio, Gustavo Henrique (Diego Ribas) e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro (Gabigol) e Arrascaeta; Bruno Henrique e Pedro (Rodrigo Muniz).

 

Lançe

Foto: divulgaçãoAlexandre Vidal/CRF