Dez anos depois de vencer um gigante do futebol carioca, o Audax repetiu a façanha neste domingo, no Nilton Santos. A equipe derrotou o Botafogo, com time alternativo comandado por Lúcio Flávio, por 1 a 0 na primeira rodada do Campeonato Carioca 2023. O gol do triunfo foi marcado por Higor Leite, que aproveitou o erro na saída de bola alvinegra e acertou uma linda finalização do meio-campo. O Audax não vencia um dos grandes do Rio desde 2013, quando bateu o Flamengo.

botafog

Na próxima rodada, as equipes voltam a campo na quinta-feira, porém em horários diferentes. O Glorioso visitará o Volta Redonda, às 19h30, com a equipe principal comandada por Luís Castro, no Raulino de Oliveira. O Audax joga contra o Vasco, às 21h30, no estádio Luso-Brasileiro. CHANCES INICIAIS Em sua estreia pelo Cariocão, o Botafogo entrou em campo com o time alternativo e teve sua primeira oportunidade aos 7 minutos. Após cobrança de falta, o goleiro Leandro teve trabalho para espalmar no canto direito. Logo na sequência, Raí cobrou escanteio, mas Lucas Mezenga não acertou em cheio a cabeçada e mandou por cima.

MURALHA AZUL O Audax, então, revidou em uma oportunidade criada por Valderrama. O jogador recebeu na ponta direita e depois de dividir com Hugo tocou de calcanhar para Emerson Urso. Porém, o atacante dominou no peito, tentou um voleio, mas isolou. Pela esquerda, Hugo foi acionado no Glorioso, avançou até a linha de fundo e rolou para a entrada da área. JP Galvão bateu de chapa, mas Leandro fez uma linda defesa.

GOL DE PLACA O jogo estava bem disputado com o Botafogo melhor, porém a defesa alvinegra errou na saída de bola. Lucas Mezenga tocou para o meio de campo, mas Higor Leite recuperou a bola. O jogador levantou a cabeça e arriscou do círculo central para fazer um golaço no Nilton Santos e abriu o placar para o Audax.

FOGÃO EM CIMA Após a desvantagem no placar, o Alvinegro teve boas chances para empatar, mas não foi eficiente. Dudu puxou o contra-ataque pela ponta direita e finalizou rente à trave adversária. Três minutos depois, Dudu achou Iago, que driblou o adversário e na linha de fundo cruzou para área, mas a bola foi muito forte. O camisa 7 voltou a dar trabalho ao cruzar em direção ao gol e obrigar Leandro a fazer a defesa em dois tempos.

NÃO VALEU No fim do primeiro tempo, Lucas Mota tentou o cruzamento e a bola sobrou para Romarinho chutar cruzado para Raphael Lopes apenas empurrar para a rede do Botafogo. Contudo, o árbitro assinalou impedimento na jogada.

SALVADOR DA PÁTRIA Na volta do intervalo, o Audax levou perigo nos primeiro minutos com uma rápida jogada de contra-ataque. Kaio Cristian cruzou rasteiro para Emerson Urso que teve liberdade para finalizar em direção ao gol. Mas Igo Gabriel fez a defesa. O arqueiro da equipe meritiense saiu mal após cobrança de escanteio, e Ryan tocou de cabeça por cima. Raphael Lopes salvou em cima da linha e teve calma para afastar o perigo.

NÃO DEU Com grande atuação, Emerson Urso voltou a incomodar pela direita e achou Raphael Lopes na área. O jogador ficou cara a cara com Igo Gabriel, mas finalizou em cima do arqueiro alvinegro. Lucas Mezenga, então, acertou o lançamento para Luis Phelipe, que matou no peito e tentou encobrir o goleiro, mas mandou para fora. No fim, o Botafogo tentou empatar, mas faltou eficiência e tranquilidade para furar o bloqueio do Audax.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 0X1 AUDAX-RJ Campeonato Carioca 2023 Primeira rodada ​ Data e horário: 15/01/2023, às 16h (de Brasília) Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ) Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ) Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro (RJ) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ) Quarto árbitro: João Batista de Arruda (RJ) Cartões Amarelos: Lucas Mezenga (BOT) / Júnior Lopes, Jackson Caucaia, Clisman e Leandro (AUD) Cartões Vermelhos: não houve

Gols: Higor Leite (17'/1T) (0-1)

BOTAFOGO (Técnico: Lúcio Flávio) Igo Gabriel, Ryan, Lucas Mezenga, Henrique Vermudt (Matheus Cabral 15'/2T) e Hugo; Del Piage, JP Galvão (Caio Vitor 27'/2T) e Raí; Iago (Luis Phelipe 13'/2T), Dudu (Joffre 15'/2T) e Bardales (Darius Lewis 38'/2T).

AUDAX-RJ (Técnico: Júnior Lopes) Leandro, Lucas Motta, Rafael Castro, Thomáz Kayck e Kaio; Keverton, Diego Valderrama (Clisman 20'/2T), Romarinho (Jackson Caucaia 20'/2T) e Higor Leite (Miticov 43'/2T); Raphael Lopes (Pablo Thomaz 43'/2T) e Emerson Urso.

Lance

Foto: Vítor Silva/BFR

Na estreia do time principal em 2023, o Flamengo retribuiu o carinho dos mais de 51 mil torcedores que foram ao Maracanã, neste domingo ensolarado no Rio de Janeiro, e venceu a Portuguesa por 4 a 1. Além da estreia de Vítor Pereira e a reestreia de Gerson, a Nação ainda assistiu os primeiros gols de Gabigol e Pedro com as camisas 10 e 9, respectivamente. Fabrício Bruno e Thiago Maia fecharam o placar, enquanto o atacante Edson Carius descontou para a Lusa, no primeiro tempo.

Com o resultado, o Rubro-Negro segue com 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca: duas vitórias em duas rodadas - sendo uma em jogo antecipado da quinta rodada da Taça Guanabara. Pela segunda rodada da Taça Guanabara, o Flamengo volta a campo na quarta-feira, às 19h, diante do Madureira no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santos. A Portuguesa, às 21h, recebe o Boavista no Luso-Brasileiro.Confira tabela e a classificação do Campeonato Carioca aqui!

ESTREIA, REENCONTRO E INDICAÇÕES

A partida contra a Portuguesa marcou a estreia de Vítor Pereira no comando do Flamengo. Ao colocar em campo o que tinha de melhor, o treinador português já fez algumas indicações do que pensa para o time na temporada. Por exemplo, Gerson - outra atração da ao reestrear - foi escolhido para formar a dupla com Thiago Maia no lugar de João Gomes, vendido ao Wolverhampton (ING). No lado direito, Varela foi o substituto de Rodinei, outro titular que deixou o clube para a temporada.

No mais, com a base mantida, o Flamengo não teve problemas para impor seu estilo de jogo e dominar por completo a Portuguesa. Com volume, o primeiro gol de 2023 era questão de tempo.

ENTRA ANO, SAI ANO, E TEM GOL DELES!

O início do time de Vítor Pereira foi com maior presença pelo lado direito, mas foi na primeira ida de Ayrton Lucas à linha de fundo que saiu o gol. Ao receber de Arrascaeta, o lateral cruzou na medida para Pedro. Livre e de peito, o novo camisa 9 do Flamengo abriu o placar no Maracanã logo aos 12.

Com 60% de posse de bola no primeiro tempo, o time seguiu com o jogo sob controle. A Portuguesa, por sua vez, não conseguia sequer se aproximar da área de Santos. Mesmo atuando em baixa intensidade, o Flamengo foi melhor e ampliou com Gabigol. Ao receber de Pedro, o novo camisa 10 ajeitou a bola e finalizou forte, no canto esquerdo de João Lopes: 2 a 0 aos 41 minutos.

CARIUS NÃO PERDOA FALHA DE AYRTON LUCAS

Neste contexto, a Lusa só conseguiria descontar antes do intervalo em falha do Flamengo. E foi o que aconteceu aos 43. Em chutão despretensioso, Ayrton Lucas recuou mal, de cabeça, para Santos. O atacante Edson Carius aproveitou o vacilo e tocou na saída do goleiro para diminuir: 2 a 1.

PEDRO SERVE E FABRÍCIO BRUNO TRANQUILIZA!

Não foram precisos muitos minutos no segundo tempo para o Flamengo encaminhar, outra vez, a vitória. Aos seis, Pedro recebeu na área, fez grande jogada individual e cruzou para Fabrício Bruno. Livre na segunda trave, o zagueiro teve toda tranquilidade para empurrar a bola para a rede: 3 a 1!

CONTROLE, RODAGEM E VITÓRIA GARANTIDA!

A intensidade da partida, que já não era alta, caiu ainda mais após o terceiro gol do Flamengo. A Portuguesa não mostrou capacidade de reação e, com David Luiz, Gerson e companhia livres para trocarem passes, o time de Vítor Pereira só administrou a vantagem. Após a pausa para hidratação, o técnico começou a mexer. Marinho, Matheuzinho e Everton Cebolinha foram os primeiros a entrar. Os chilenos Vidal e Pulgar vieram logo depois.

Apesar das mudanças de Felipe Surian, na Lusa, o cenário seguiu o mesmo. Aos 41 minutos, Thiago Maia selou a vitória, finalizando com força após ótima jogada entre Gabigol e Matheuzinho, que foi à linha de fundo e cruzou para trás, buscando o camisa 8.

FICHA TÉCNICA FLAMENGO 4X1 PORTUGUESA

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) Data e hora: 15 de janeiro, às 18h Árbitro: Alex Gomes Stefano Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Gustavo Mota Correia Renda/Público: R$ 1.660.773,00 / 49.964 pagantes / 51.994 presentes

Gols: Pedro (1-0, 12/1ºT'), Gabigol (2-0, 41'/1ºT), Edson Carius (2-1, 43'/1ºT), Fabrício Bruno (3-1, 6'/2ºT) e Thiago Maia (4-1, 41'/2ºT)

Cartão amarelo: Não houve. Cartão vermelho: Não houve.

FLAMENGO (Técnico: Vítor Pereira)

Santos; Varela (Matheuzinho, 22'/2ºT), Fabrício Bruno, David Luiz e Ayrton Lucas; Thiago Maia, Gerson (Erick Pulgar, 28'/2ºT), Everton Ribeiro (Marinho, 22'/2ºT) e Arrascaeta (Everton Cebolinha, 22'/2ºT); Gabigol e Pedro (Vidal, 28'/2ºT).

PORTUGUESA (Técnico: Felipe Surian)

João Lopes; Watson, Gerson, Fredson e Yuri; Charles, João Paulo (Roney, 36'/2ºT), Vinicius Kiss (Fernandes, Intervalo) e Anderson Rosa (Lucas Santos, 19'/2ºT); Jean Carlos (Cafu, 19'/2ºT) e Edson Carius (Gilmar, 25'/2ºT)

Lance

A 4ª Volta Ana Saraiva foi realizada no final de semana no bairro Irapuá I, em Floriano-PI. O evento foi organizado pela Adecos - Associação Desportiva Corredores do Sertão, que tem como presidente o professor Ângelo Saraiva, de Educação Física.

De acordo com o Ângelo, um dos líderes do evento, a corrida de rua, que teve os percursos de 05km e 10km, abriu, em Floriano, o calendário de eventos dessa modalidade no estado do Piauí. Atletas de São Paulo e de outros estados participaram do evento que reuniu uma grande número de homens e mulheres.

rian

Renan Teles e Lívia Teles casal, de São Paulo, são ganhadores da IV Corrida Ana Saraiva

 

Da redação

As provocações dos jogadores da seleção argentina agora chegaram à entidade máxima do futebol. A Fifa abriu uma investigação contra a federação de futebol do país rioplatense (AFA) pelas comemorações provocativas dos jogadores do selecionado alviceleste depois da conquista da Copa do Mundo contra a França.

argentina

No comunicado, a Fifa diz que a seleção argentina violou regras pela má conduta de jogadores, comportamento ofensivo e violação do FairPlay ou do artigo 44, correspondente ao Regulamento de Mídia e Marketing da Federação Internacional. Se ela se declarar culpada, a penalidade para a campeã mundial pode receber uma grande multa.

  • O Comitê Disciplinar da FIFA abriu um processo contra a Associação Argentina de Futebol por possíveis violações dos artigos 11 (Comportamento ofensivo e violação dos princípios do fair play) e 12 (Conduta imprópria de jogadores e árbitros) do Código Disciplinar da FIFA, conforme bem como o Artigo 44 do Regulamento da Copa do Mundo da FIFA Qatar 2022™ em conjunto com o Regulamento de Marketing e Mídia da Copa do Mundo da FIFA Qatar 2022™, durante a partida inal, contra a França - disse a entidade em comunicado.

As imagens das comemorações da argentina rodaram o mundo com as provocações protagonizadas por Aguero, que estava junto com a delegação e o goleiro Martinez que chegou a dançar na disputa de pênaltis e provocar Mbappé nos festejos em Buenos Aires.

Lance

Foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP