thiagonevesNa tarde desta segunda-feira, Zezé Perrella, presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro e gestor do futebol do clube, comunicou o afastamento do meia Thiago Neves do elenco do time (confira no vídeo abaixo). A decisão foi tomada após o meio-campo ser flagrado durante evento musical, realizado no domingo, no Mineirão.


- Amigos, eu estou aqui na concentração do Cruzeiro, preocupado obviamente como todos vocês com o jogo de hoje. E, para minha surpresa, logo que acordo de manhã, eu vejo nosso atleta Thiago Neves curtindo festa no Mineirão. Um jogador que está em recuperação, que poderia até ser aproveitado no próximo jogo. Diferentemente do Léo, que está com a clavícula quebrada, acompanhou a delegação, torcendo para nosso time, nesse momento difícil.

 "Ele (Thiago Neves), ao contrário, preferiu fazer festa. Comemorando o quê?"

No mesmo vídeo, Zezé Perrella disse que Thiago Neves não voltará a vestir a camisa do Cruzeiro enquanto ele seguir à frente da diretoria.

- Eu quero comunicar que, a partir de agora, o Thiago não faz parte dos planos dessa diretoria. Nós temos um contrato com ele, contrato tem que ser cumprido, mas, a partir de agora, ele treina à parte.

"E vão torcer para que ele consiga arrumar um clube, porque vestir a camisa do Cruzeiro, enquanto eu aqui estiver, ele não veste mais", completou.


Na quinta-feira passada, Thiago desperdiçou a cobrança de um pênalti, na derrota do Cruzeiro para o CSA, no Mineirão, jogo que poderia ter tirado o time da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Após a partida, um áudio circulou nas redes sociais com o jogador, em conversa com Zezé Perrella, pedindo para o clube quitar parte dos salários atrasados do elenco.

Na sexta-feira, o próprio Perrella minimizou o conteúdo da gravação, considerando a cobrança feita por Thiago Neves como "normal", mas disse que o vazamento do áudio aconteceu por parte do jogador. No dia seguinte, por causa de um edema no músculo posterior da coxa esquerda, detectado em exames, Thiago não foi relacionado para o jogo com o Vasco, nesta segunda-feira, às 20h (de Brasília), em São Januário.


Fora da partida, Thiago foi visto em camarotes de um evento musical, realizado no domingo, no Mineirão. As cenas repercutiram negativamente entre alguns torcedores. Em contato com a reportagem, no domingo, a direção do Cruzeiro, inicialmente, não se manifestou a respeito das imagens, considerando se tratar da vida pessoal do jogador.

Após o anúncio de Zezé Perrella, o GloboEsporte.com fez contato com Leandro Lima, empresário de Thiago Neves, que se encontra fora do Brasil. Ele disse que tomou conhecimento do ocorrido, mas ainda não conversou com o meio-campo. Só depois disso eles devem se manifestar sobre o afastamento anunciado pelo Cruzeiro.

Renovação até 2021?
Thiago Neves tem contrato com o time mineiro até dezembro de 2020, mas há uma cláusula de renovação automática, até 2021, caso ele dispute 42 jogos nesta temporada. Neste ano, ele fez 41 partidas pelo Cruzeiro. Caso entrasse em campo em um dos três últimos confrontos da Raposa nesta reta final do Brasileirão, o meia atingiria a meta estabelecida para a renovação do vínculo.

Neves chegou ao Cruzeiro em 2017. Com a camisa da Raposa, ele disputou 151 jogos, marcando 41 gols. Desde então, conquistou duas Copas do Brasil e dois títulos do Campeonato Mineiro, defendendo o time mineiro.

 

GE

Foto: EFE/ Yuri Edmundo

 

gallardoO Palmeiras já tem um "plano B" para o caso de Jorge Sampaoli, atual técnico do Santos, não aceitar a proposta do clube: Marcelo Gallardo. A ideia do Alviverde seria investir no treinador do River Plate, que foi bicampeão da Libertadores pelo clube argentino.


Gallardo, porém, é considerado como um nome difícil. O técnico argentino foi especulado como possível treinador do Barcelona, da Espanha. Ele já manifestou ter interesse em seguir carreira em um clube da Europa nos próximos anos. Sobre a possibilidade de permanecer no River, o treinador foi evasivo. "Quando terminarem os três jogos que restam neste ano, vou ver o que acontece", afirmou.


Após um começo de carreira promissor no Nacional, do Uruguai, quando Gallardo conquistou o Campeonato Uruguai de 2011-12, o treinador foi para o River Plate. Pelos argentinos, foram nove títulos oficiais em seis anos: uma Sul-Americana, três Recopas Sul-Americanas, duas Copas da Argentina, uma Supercopa Argentina e duas Libertadores da América.

 

Esporteinterativo

Foto: Gertty Images

 

luanO presidente do Grêmio, Romildo Bozan, falou sobre a situação do atacante Luan, que tem sido apontado como alvo do Corinthians. No último domingo (1º), o dirigente disse que não recebeu nenhum contato pelo jogador, mas não descartou negócio.

"Não podemos fazer a mínima avaliação disso (interesse do Corinthians), mesmo porque ninguém conversou conosco. Não conversem com o jogador antes de conversar conosco. Nós podemos ter uma situação de negócio, mas tem de ser bom para o jogador e bom para o Grêmio", disse Romildo após a vitória por 3 a 0 contra o São Paulo.

Apesar de deixar em aberto uma possível negociação, o presidente afirmou que conta com o camisa 7, que viveu o seu melhor momento no clube em 2017.

"O Grêmio tem um grande respeito pelo Luan, e continuará tendo, e conta com ele. Mesmo porque nós temos dois anos de situações com problemas muito claros para o Luan. Esta situação de negócio não existe, o Grêmio conta com o Luan. Mas, se quiserem fazer negócio, conversem com o Grêmio primeiro", acrescentou.

Em 2019, Luan viveu uma das temporadas mais complicadas de sua carreira, sem conseguir se firmar como titular, além de sofrer com lesões. O atacante chegou, inclusive, a ser questionado publicamente pela diretoria gremista e pelo próprio técnico Renato Gaúcho.

 

Espn

Foto: Getty

flapalmO Flamengo comandado por Jorge Jesus não faz vítimas só dentro de campo. A vitória sobre o Palmeiras, por 3 a 1, no último domingo, culminou com a demissão do técnico Mano Menezes. Isso, porém, não é nenhuma novidade para o time do português.

Antes de Mano Menezes, outros três treinadores foram demitidos após serem goleados pela máquina rubronegra. O Portal Futebol Interior lembra as demais vítimas e o curioso é que o primeiro estava comandando justamente o Palmeiras.

Na 17ª rodada do Brasileirão, o Verdão foi até o Rio de Janeiro e não viu a cor da bola, sendo goleado por 3 a 0 no Maracanã. O técnico Luiz Felipe Scolari já vinha pressionado por conta da eliminação precoce nas quartas de final da Libertadores e a sequência negativa no Brasileirão.

A segunda vítima de Jorge Jesus também veio de um clube paulista. Na 30ª rodada, o Flamengo aproveitou o péssimo momento do Corinthians e aplicou 4 a 1, no Maracanã. A goleada em solo carioca foi a gota d'água para a diretoria demitir Fábio Carille, que estava tendo seu trabalho questionado.

Cinco rodadas depois, quem sentiu na pele a força do Flamengo de Jorge Jesus foi Adilson Batista. Mesmo relaxado após a conquista da Libertadores e do Brasileirão, o Mengão goleou o Ceará, por 4 a 1, no Maracanã, no jogo que marcou a entrega do troféu do campeonato nacional.

Até o final do Brasileirão, o Flamengo encara mais dois times, mas é improvável que faça novas vítimas. O Avaí já está rebaixado e sob o comando interino de Evando, enquanto o Santos é o vice-líder e vem muito bem com o argentino Jorge Sampaoli, que entrou na mira do Palmeiras.

 

futebolinterior

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo