alepiA Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Piauí se reuniu virtualmente na manhã desta quarta-feira (23), sob a presidência do deputado estadual Severo Eulálio (MDB), quando foram votadas e aprovadas váriass matérias constantes na pauta.

Sob a relatoria do deputado Francisco Limma (PT) foi aprovado veto total ao Projeto de Lei que proíbe o repasse de ICMS nas contas relativas a serviços públicos estaduais a templos de qualquer culto no estado.

Já o veto total ao Projeto de Lei, de autoria da deputada Teresa Britto (PV), que dispõe sobre as formas de registro e divulgação dos dados de violência contra crianças, idosos, negros, mulheres, homoafetivos e pessoas com deficiência, foi aprovado de forma parcial. O relator, deputado Francisco Limma, manteve a veto somente ao artigo 2º, que dispõe sobre a divulgação dos nomes das vítimas, mas pediu a derrubada do veto nos demais artigos da matéria.

Foi aprovado por unanimidade o Indicativo de Projeto de Lei, de autoria do deputado Coronel Carlos Augusto (PL), que dispõe sobre a criação do cargo de capelão na Polícia Militar do Estado.

Já o Projeto de Lei de autoria da deputada Lucy Soares (PP), que torna obrigatório a presença de interpretes e/ou tradutores de libras nos órgãos e entidades da administração pública foi aprovado na forma de Indicativo de Projeto de Lei.

Participaram da reunião na CCJ os deputados Severo Eulálio (MDB), Francisco Limma (PT), Teresa Britto (PV) B. Sá (PP), João de Deus (PT) e Ziza Carvalho (PT).

 

Alepi

“Por aqui o trabalho não para! Visita à obra da Policlínica e graças a Deus tudo está indo muito bem, dentro do cronograma. Sinto um orgulho tão grande em poder entregar um Centro de Saúde como esse. Essa Policlínica vai mudar a vida de muita gente, principalmente dos menos favorecidos. Mais um esforço de trabalho do nosso prefeito Joel Rodrigues que lidera a integração entre os poderes. Agradecer ao nosso deputado estadual @franciscocostapi e ao governador @wellingtondiasoficial pela sensibilidade em atender esse pedido!”.

As declarações são do advogado e secretário James Rodrigues, da Saúde de Floriano, numa rede social.

A publicação foi na manhã de hoje, quando o mesmo esteve com outros membros do Governo visitando a obra.

Na ocasião, estava o empresário Valdery Monteiro que é dono da Construtora que executa a obra, bem como assessores.

obras

obrase

obrass

Com informações do Instagran

Qual o destino político da maioria dos homens e mulheres que estava para apoiar o vereador Maurício Bezerra, presidente do Legislativo, e que era postulando a uma candidatura de prefeito de Floriano-PI nas eleições de novembro deste ano?

O Piauí Notícias tem procurado ouvir cada um deles e, desde a última sexta-feira, 18, três dos nomes do Grupo liderado pelo Maurício já foram ouvidos pelo PN.

dessimalm

 O Benedito Fêlix – Atchá /PV- já definiu quem apoiar. Veja a matéria:Benedito Fêlix - Atchá - deixa candidatura de vereador por não seguir líder do seu partido

O ex-vereador Carlos Antônio e o seu filho Randerson Almeida – Dessim que é vereador de mandato, já afirmaram que devem seguir o Mauricio, ou seja, devem ir para onde for o ex-republicano.

Dessim e o ex-vereador irmão Carlos Antônio foram procurados pelo PN e não quiseram gravar entrevistas, mas de acordo com o comunicador Carlos Iran, ambos declararam que devem seguir os rumos do presidente do Legislativo que é o vereador Mauricio.

O professor/vereador Mauricio Bezerra já foi procurado pelo Piauí Notícias para falar de qual rumo deve seguir: se vai para o grupo da ex-vereadora Ana Cleide – DEM,  se volta ao grupo liderado pelo candidato Joel Rodrigues – PP ou se deve seguir neutro nesse processo de campanha de 2020.

Ele não quis ainda falar do assunto e afirmou que deve se manifestar nos próximos dias, possivelmente na próxima semana.

Maurício foi indagado nessa terça-feira,22, pelo comunicador Carlos Iran.

Da redação

O representante comercial Benedito Fêlix – conhecido por Atchá – que havia confirmado que estaria lutando por uma das 15 vagas da Câmara de Vereadores, de Floriano, confirmou ao Piauí Notícias que está fora do processo eleitoral deste ano.

Atchá é do mesmo partido do vereador Manoel Simplício que é o líder do Partido  Verde – PV. O vereador Manoel, após ter deixado de apoiar o vereador Mauricio Bezerra que estava pré-candidato a prefeito e com quem já havia fechado um acordo, foi compor o grupo do vereador Claudemir Barros – Bilú/MDB – que já teve a sua candidatura a prefeito homologada, Simplicio ficou como candidato a vice-prefeito do vereador Bilú.

atcha

Atchá, com a não candidatura do vereador Mauricio Bezerra, já definiu quem apoiar e que grupo deve seguir.

Veja a entrevista.

Da redação