O Prefeito Municipal Valdemar Santos(MDB) e todos os coordenadores da “equipe de pesquisa” do resgate da memória de São José do Peixe, se reuniram na manhã desta sexta-feira, 17/01, na biblioteca do Polo Universitário Profª Concita Mendes. Esteve presente também na reunião a assessoria técnica, com a presença de Laurentino Jr. da parte de TI e uma equipe de historiadores da Universidade Federal do Piauí, à frente Profº Francisco Nascimento, coordenador do curso de História do Polo Profª Concita Mendes, juntamente com o tutor e historiador Mário Douglas e o historiador Túlio, os três da UFPI, designados pela direção do CEAD (Centro de Educação Aberta e a Distância).

“Foi feito uma avaliação das atividades de pesquisa e foi definido um calendário de ações a serem implementadas nos próximos 60 dias, onde no próximo dia 25, acontecerá o II Seminário de História do Polo de São José do Peixe, onde na oportunidade acontecerão debates com os acadêmicos de História sobre o andamento das pesquisas de campo, onde estão sendo levantadas as questões históricas, econômicas, sociais, culturais, políticas e administrativas de São José do Peixe” – Informa o Prefeito Valdemar Santos

A reunião teve a participação do convidado especial Martinho de Sousa Mendes Alves, popular Netão, que conhece bem a história do município e que deu seu depoimento na oportunidade e se colocou à disposição dos pesquisadores para mais informações desde a fundação do município até os dias atuais.

ascom pmf

Um grupo de líderes piauienses esteve reunido com o senador Elmano Férrer, em Teresina.  Uma  das lideranças presentes era o deputado estadual Gustavo Neiva. 

O grupo é de oposição a atual gestão estadual e no seu face o deputado Gustavo Neiva, expôs, "A oposição segue unida e buscando cada vez mais o seu fortalecimento. Hoje, o café da manhã foi com o senador Helmano Férrer. Conversa agradável. Seguimos em busca de melhorias para o Piauí", externou Gustavo Neiva.

Marden Menezes e Luciano Nunes estavam  presentes.

gustavode

Da redação

Especula-se nos bastidores da política florianense que o Dr. Avelino Neiva, ex-secretário de Estado, estaria com projetos de disputar a prefeitura de Floriano nas eleições de outubro próximo. Para se ter a confirmação ou não dessa informação, o Piauí Notícias, no começo da tarde dessa sexta-feira, 17, entrou em contato com o também articulador político e ex-presidente da Codevasf que respondeu algumas indagações.

AVELINO NEIVA

Avelino disse, por telefone, que não tem uma decisão pessoal e que o grupo está a procura de um nome que possa mudar a história de Floriano.

"Estamos em busca de uma pessoa que possa ajudar Floriano a crescer, pois do jeito que está não pode continuar", disse.

Então, o Dr. Avelino não está pré-candidato a prefeito? Perguntou o PN.

E, ele respondeu: 

-Não é, que o Avelino não é, ou não seja.  No momento, estamos em busca de uma alternativa para que as coisas possam acontecer da melhor maneira possivel. Não temos essa pretensão, mas temos certeza que nós iremos alcançar esse objetivo. Já conversamos com uma pessoa, aí na cidade, que estimamos muito. 

Avelino Neiva cita mais, que há três alternativas que Floriano precisa e, dessas três, o grupo  deve encontrar uma. Na visão dele, um empresário ou talvez uma pessoa formada na área da segurança publica e uma terceira seria da área de saúde seriam os nomes para enfrentar uma disputa política.

Para Neiva, as gestões deixam muito a desejar na área da saúde. "Esse tripé é quem vai definir o problema de uma candidatura na cidade", enfatiza.

 

Da redação

IMAGEM: Divulgação

 

 

A reunião teve por objetivo saber das autoridades responsáveis quais as medidas estão sendo adotadas para sanar os obstáculos que se apresentam para a conclusão das duas obras

Reunião com representantes do MPF, DER, Seplan. Na sala, estão nove pessoas, entre elas uma mulher que redige a ata.

Imagem: Liana Soares PR/PI

O Ministério Público Federal (MPF), por meio do procurador da República Marco Aurélio Adão, promoveu, na manhã de ontem (16), reunião com representantes do Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER/PI), Secretaria de Planejamento do Estado do Piauí (Seplan/PI) e Construtora Hidros para tratar sobre os serviços remanescentes das obras de duplicação das BR-343/PI e 316/PI, que são objeto de inquérito civil público que tramita na Procuradoria da República no Estado do Piauí.

A reunião teve por objetivo saber das autoridades responsáveis quais as medidas estão sendo adotadas para sanar os obstáculos que se apresentam para a conclusão das duas obras, com ênfase na questão da dotação orçamentária, bem como no cumprimento da recomendação expedida pelo MPF em novembro de 2019 que dispõe sobre a necessidade de se adotar providências para garantir a trafegabilidade e segurança dos motoristas, nos trechos de alagamento das duas obras, durante o período chuvoso.

Providências durante o período chuvoso

Na recomendação dirigida ao DER, o MPF recomendou que o órgão adotasse imediatamente as providências necessárias para garantir as condições de trafegabilidade e segurança nos trechos das obras de duplicação das rodovias federais BR-316/PI e BR-343/PI, minimizando as deficiências que constituem fatores de risco para acidentes nesses seguimentos e providências para evitar que, no período chuvoso, o trecho em obra da BR-343/PI sofra com inundações e interrupção do tráfego de veículos, garantindo a transposição segura da água, por meio da adequação e/ou manutenção dos bueiros existentes e em fase de implantação.

Durante a reunião, o diretor-geral do DER/PI, José Dias de Castro Neto, reforçou ao MPF que, quanto à BR-343, a construtora está realizando o monitoramento do acúmulo das águas e que esse acompanhamento será realizado até a conclusão da segunda pista e posteriormente a execução do canteiro central. Explicou que foram adotadas providências para a limpeza e alongamento dos bueiros, a construção de meio-fio e de sarjeta para melhorar a eficiência no escoamento das águas.

Ele afirmou também que já foi realizada limpeza das bacias hidráulicas com o objetivo de conter a invasão da vegetação na rodovia. Por fim, informou que existe uma operação tapa-buraco em execução ao longo da pista e que serão construídas barreiras físicas e fixas na via auxiliar lateral e acostamentos, de acordo com cronograma de execução da obra.

Quanto à BR-316, o DER informou que já existe projeto de sinalização e plano de segurança sendo executado para melhorar a sinalização horizontal, vertical e a iluminação pública na via. Que serão realizadas melhorias na pavimentação asfáltica no segmento localizado entre a Casa de Custódia e a Randon com o objetivo de proporcionar conforto e segurança aos usuários, bem como a operação tapa buraco ao longo de todo o trecho.

Castro Neto esclareceu que aguarda a liberação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para liberar o desvio de trânsito na pista principal para as marginais, na entrada do conjunto Porto Alegre. E, ainda, que o DER já iniciou a execução do plano de segurança quanto às pontas de ferro expostas no canteiro da pista principal, inclusive com a sinalização da área.

Orçamento

Durante a reunião, o procurador da República questionou ao secretário de Planejamento do Estado do Piauí Antônio Rodrigues Neto se já existe orçamento alocado para a complementação dos recursos necessários à conclusão das duas obras uma vez que os valores disponibilizados pelo BNDES são insuficientes para o término.

A preocupação do procurador reside no fato de que as obras já sofreram paralisações em outros momentos e que essas descontinuidades no cronograma trazem prejuízos para a sociedade. “Essas duas duplicações são obras muito esperadas pela sociedade piauiense, então precisamos ter clareza sobre os problemas e dificuldades enfrentadas para sabermos, com antecedência, quais as atitudes devemos adotar”, destacou Marco Aurélio Adão aos presentes.

O secretário Antônio Rodrigues Neto informou que ainda são necessários R$ 25 milhões para a conclusão das duas duplicações e se comprometeu a apresentar ao MPF, no prazo de quinze dias, informações atualizadas e detalhadas sobre essa questão.

Outros temas relevantes


Além das questões orçamentárias e de segurança das vias, a reunião foi pautada pelas questões que têm causado entraves às duas duplicações. Castro Neto disse que já apresentou à Prefeitura de Teresina(PI) o projeto de drenagem no trecho da obra da BR-343/PI, que o devolveu para que fossem feitas adequações. As alterações já foram providenciadas, de modo que o processo está novamente sob análise do órgão municipal responsável.
Quanto aos conflitos relacionadas às invasões das áreas localizadas nas áreas das rodovias, o diretor-geral destacou que o DER tem adotado as providências necessárias para a sua resolução, inclusive com o ajuizamento de ação na justiça para a reintegração da posse das áreas afetadas.

Confira a íntegra da Recomendação expedida ao DER

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Estado do Piauí

Subcategorias