O governador Wellington Dias visitou, nesta sexta-feira (15), as obras de duplicação da BR-343, especificamente a execução das estruturas de drenagem da pista. As obras, realizadas pelo Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), devem ser entregues ainda no primeiro semestre deste ano.

Além da duplicação e restauração dos 9,67 quilômetros da rodovia na saída de Teresina, em direção ao norte do estado, a obra também recebe um sistema de drenagem de água com a instalação de aduelas, que ficarão embaixo da pista para canalizar e permitir a passagem das águas, evitando alagamentos comuns no período chuvoso.

“A obra está entrando agora em uma parte muito complexa, que são as pontes que permitem a passagem dos riachos e córregos, onde, no período chuvoso, passa um grande volume de água, que já provocou problemas e agora temos uma solução definitiva. Na verdade, são grandes pontes, tecnicamente aduelas, que garantem as condições de que essa água que acumulava, agora tenha uma passagem. Tudo está sendo trabalhado para que o alargamento da BR-343 transcorra como planejado. Estamos fazendo também a parte de iluminação, paisagismo, sinalização, tudo isso vai melhorar a qualidade da mobilidade nessa saída de Teresina. O objetivo é entregarmos a rodovia duplicada ainda neste semestre, por volta do mês de junho”, afirmou Wellington Dias.

A obra recebe investimento na ordem de R$ 45 milhões, garantida pelo maior programa de investimentos do Piauí, o PRO Piauí. “Essa duplicação da BR-343 na saída de Teresina para Altos é uma das obras mais importantes do PRO Piauí, na qual R$ 45 milhões estão sendo aplicados pelo Governo do Estado, por meio do PROInvest. Já tem mais de dois terços da obra paga e executada e previsão de conclusão ainda no primeiro semestre de 2021. Já estamos na parte da drenagem, são quatro aduelas, passagens de água por baixo da pista que estão sendo executadas pela construtora e pelo DER, portanto, essa grande obra possibilitará melhor qualidade de vida para a população de Teresina e do norte do estado, maior celeridade, segurança nesse tráfego”, destacou o secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles.

O engenheiro responsável pela obra, Osvaldo Couto, explicou que ela foi dividida em três seguimentos, dos quais dois já estão prontos. “A duplicação tem a extensão de quase 10 quilômetros, no qual dividimos em três seguimentos: o seguimento um está pronto; o seguimento dois é esse que estamos trabalhando; e o seguimento três também já está pronto, faltando apenas alguns acabamentos. Estamos concluindo a parte da drenagem, ao mesmo tempo será feita a parte de obra de terra e pavimentação para deixar as duas pistas de fato duplicadas 100% ao longo da extensão total”, disse Couto.

O caso ocorreu ainda no ano passado. Os artistas locais deveriam ter recebido um montante de cerca de R$ 150mil da Lei Aldir Blanc, uma Lei Federal que visa ajudar os artistas de vários áreas da Cultura, nesse período de pandemia.

flavio

Os recursos foram liberados ainda em outubro passado, mas como não foram feitos os trâmites legais pela pasta da Cultura, gestão anterior, para ser liberado esse valor aos artistas o dinheiro foi devolvido em dezembro passado.

Ainda nas informações do secretário e cantor Flávio Maranhão, que acabou de assumir a pasta da Cultura baronense, ele afirma que faltou alguma ação do titular da pasta da Cultura da gestão passada que era liderada pelo ex-prefeito Gleydson Resende.

Veja essa entrevista do secretário Flávio cedida ao Carlos Iran.


OUTYRO LADO
Espaço em aberto para o ex-secretário de Cultura se manifestar.

Meio Ambiente, Cultura e Esportes. Essas são as três pastas da nova administração de Marcos Parente-PI que precisam ainda serem preenchidas. A informação foi repassada na manhã de hoje, 15, ao Piauí Notícias, pelo prefeito Gedson Alves (MDB), profissional em Saúde.

gedsonalves

O gestor, há quinze dias no cargo de prefeito, falou numa entrevista em projetos, nas ações que são prioridades na gestão e ainda respondeu sobre uma denúncia que a oposição fez o acusando de nepotismo. Veja Matéria anterior: Prefeito Gedson, de Marcos Parente, nomeia a família para cargos na prefeitura

Ainda na entrevista o prefeito citou das ações a serem desenvolvidas no combate ao novo coronavírus. Da cidade uma pessoa infectada está em tratamento de saúde no Hospital Tibério Nunes, em Floriano-PI.

Ouça a entrevista do Dr. Gédison Alves.

Médico Gédson Alves é quem vai assumir, em Janeiro, a Prefeitura de Marcos Parente

Da redação

O prefeito Doutor Pessoa, de Teresina, esteve na manhã desta sexta-feira, 15, no Aeroporto para recepcionar e acompanhar a chegada dos nove pacientes com Covid-19 que chegaram a Teresina.

Ele destaca que a cidade tem suporte para esse atendimento tão necessário para contribuir com os doentes de Manaus (AM). “Nós, junto com o HU, estamos preparados não só no espaço, mas no corpo técnico de alta qualidade e, se necessitarem enviar mais pessoas, nós estamos preparados”, destaca.

pessoass

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, explica que nessa logística de atendimento tem a integração da Prefeitura de Teresina, Hospital Universitário (HU), Governo do Estado e entidades privadas que forneceram ambulâncias. Sobre o atendimento, ele relata como deve acontecer. “Será feita a triagem e, conforme a gravidade, os pacientes serão deslocados em ambulâncias avançadas ou básicas e o deslocamento deve ser o mais rápido possível para o HU, onde tem estrutura física adequada e de boa qualidade”, diz. Em um primeiro momento, estava previsto que seriam 30 pacientes a serem atendidos em Teresina, sendo que as demais vagas permanecem à disposição e ainda poderão ser utilizadas.

Sobre o atendimento com o transporte dos pacientes ao HU, Francina Amorim, coordenadora do Samu, informa que são 10 ambulâncias, duas de suporte avançado, seis de suporte intermediário e duas de suporte básico.

“Estamos aguardando a orientação dos médicos que estão na equipe do suporte aéreo, e nossos profissionais irão trabalhar para que o atendimento seja o mais rápido possível”, comenta.

Fonte: Ascom/PMT

Subcategorias