Populares voltaram a reclamar ao portal Piauí Notícias de uma obra da construção civil que está há anos parada e as pessoas das proximidades usaram o termo "abandonada" pelos seus donos.

O local, de acordo com o que foi colhido de informações, seria para ser um hospital e muitos conhecem  Hospital dos 10 Médicos. A mesma que fica num trecho da Avenida Santos Drumond, região do bairro Manguinha, em Floriano-PI, não tem uma cerca de proteção.

hospitalrre

De acordo com os moradores, mais próximos, as dependências da obra inacabada servem para abrigar usuários de drogas da região e ainda para a prática de relações sexuais.

 “A preocupação nesse momento são essas meu filho. Muitas pessoas usando drogas no local que não é fechado e outras mantendo relações sexuais”, disse uma senhora que não quis se identificar.

No local, ainda de acordo com informações, são encontradas fezes humanas e restos de preservativos, além de algumas roupas usadas.  Uma das maiores preocupações nesses cerca de 10 anos,  de acordo  com as pessoas próximas a obra, é que no período chuvoso a água penetra no local e, às vezes fica acumulada e contribui para chamar atenção de insetos, como o mosquito da dengue, por exemplo.

Uma outra questão que está sendo indagada e que em uma das laterais do prédio, restos de carros velhos sem sendo depositados no local e, se torna mais um meio de chamar atenção dos insetos.

A reportagem vem tentando ouvir pessoas ligadas a obra, bem como autoridades municipais quanto aos problemas existentes.

ofici

ATUALIZADA AS 17:40h

O PN acabou de receber informações de que há uma oficina mecânica próximo a obra e, desses veículos (carcaças)  são aproveitadas algumas peças.

Da redação

O Francisco Guedes – diretor geral do Emater no Piauí - estará em Floriano nessa sexta-feira, 25, para tratar de questões voltadas a estrutura física do órgão que vem com problemas há vários anos.

Informações repassadas ao Piauí Notícias, confirmam que a direção local do EMATER e ainda os servidores estarão se reunindo com Guedes, às 09:00h da manhã.

O que foi repassado ao PN, é que uma ordem de serviço será assinada para uma reforma e possíveis adequações das instalações do prédio que fica na área central da cidade.

guedes

Francisco Guedes está hoje, 24, em Oeiras-PI onde deve fazer o mesmo.

Aguarde mais informações

Da redação

Em 5 meses de atuação, a Comissão criada pelo Tribunal de Contas do Estado do Piauí para análise concomitante da aplicação dos recursos públicos destinados ao combate ao novo coronavírus – COVID-19 alcançou resultados importantes para a proteção do erário.

A comissão, criada em 14/04/2020 pela portaria 190/2020, é formada por diversos auditores de controle externo de diferentes setores, permitindo uma visão mais ampla do acompanhamento dos gastos. Até o início de setembro de 2020, já foram produzidos 15 Relatórios de fiscalização (auditorias, levantamentos, acompanhamentos, etc), que correspondem a R$ 94.814.989,41 fiscalizados. Todos os recursos analisados foram destinados ao enfrentamento da pandemia no Estado.

Uma importante ferramenta idealizada pela comissão para este trabalho foi o “Painel Covid-19 Piauí”, que permite o acompanhamento, de forma rápida e simplificada, dos recursos que vêm sendo recebidos e utilizados pelo Estado e pelos municípios piauienses no combate à pandemia do novo coronavírus. O conteúdo do Painel auxilia nas atividades de fiscalização, tanto do próprio TCE/PI, bem como os importantes trabalhos realizados por outras entidades da Rede de Controle.

 “A população tem acesso, em um único ambiente virtual, aos dados de receita e de contratos referentes ao enfrentamento da pandemia, contando com um total de 12.627 acessos entre 27/04 e 14/09. Uma média de 89,55 acessos/dia”, explicou o auditor de controle externo Luis Batista, um dos coordenadores do grupo.

Outra frente de atuação da Comissão, foi a realização de inspeções in loco realizadas em hospitais, secretarias municipais, almoxarifados, tanto na capital como no interior do Estado que embasaram relatórios de fiscalização.

Os resultados do trabalho da Comissão são significativos e ultrapassam o âmbito do Tribunal de Contas. Relatórios referentes às contratações de testes rápidos da P. M. de Picos e de outras 28 prefeituras piauienses subsidiaram, por exemplo, a “Operação Reagente”, deflagrada pela Polícia Federal para investigar indícios de superfaturamento e de fraude em licitações.

“Esses são apenas os resultados parciais em 5 meses de atuação. A Comissão continuará acompanhando os recursos destinados ao enfrentamento da pandemia, e diversos outros trabalhos estão sendo construídos”, explicou a auditora de controle externo Geysa Elane, coordenadora da Comissão.

 

Assessoria de Comunicação do TCE-PI

Os servidores dos Correios de Floriano que estavam de greve já voltaram ao trabalho. A classe tinha várias reinvindicações que estavam contidas e um projeto as cobranças foram apresentadas ao direção do órgão pulico.

O Tribunal Superior do Trabalho – TST- determinou o fim da greve dos Correios e todos os 31 sindicatos filiados à Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) decidiram pelo fim do movimento e encerraram a paralisação iniciada há 35 dias.

A decisão foi tomada durante assembleias realizadas na noite desta terça-feira (22).

greveflo

Em nota, a entidade afirma que a decisão do TST – que aprovou um reajuste de 2,6% para os trabalhadores – não contempla a categoria e que irá recorrer. 

No caso de Floriano-PI nenhum dos servidores ligados ao Sindicato foi encontrado para externar sobre o que foi alcançado em termo de avanço.

Da redação