O advogado Gustavo Moura que estava trabalhando na defesa do Pedro Nonato que estava preso na Penitenciária de Vereda Grande, zona rural de Floriano, acusado de envolvimento num estouro de um caixa eletronioco, num posto de gasolina, em Floriano, se manifestou ao Piaui Noticias após a publicação de uma matéria que cita sobre a liberdade do seu cliente.

Externou o Dr. Gustavo Moura

-Agradeço ao Portal Piauí Noticias pelo espaço cedido a defesa para esclarecimento sobre a matéria "Acusado de crime a caixa eletrônico do Trevo está sendo posto em liberdade".

Informamos que Pedro Nonato foi preso em sua residência por cumprimento de Mandado de Prisão, 51 dias após o crime. Cabe ressaltar que, nesse período, o mesmo não se evadiu deste Município, já deixando claro que não tinha nenhum envolvimento com o caso.

A defesa esteve trabalhando desde o momento da prisão para comprovar a sua inocência, o que foi confirmado por Sentença Absolutória e gerou, em seguida, a expedição do Alvará de Soltura.

Vale ressaltar que, o Processo seguiu rigorosamente todos os trâites legais, não havendo nenhuma irregularidade processual.

Deste modo, ratificamos a inocência do Pedro Nonato pelo suposto envolvimento ao crime que lhe era imputado. 

Cordialmente: Gustavo Moura Ferro - Advogado. 

Da redação

Com um homem foi encontrado, nessa quarta-feira, 13, vários objetos que são produtos de furto. O crime, de onde os objetos foram subtraidos, foi praticado numa propriedade na região da Balança, zona rural de Floriano.

caic

O suspeito mora numa comunidade apelidada de Buraco do Sapo, região do bairro Tiberão em Floriano.

O preso identificado por Caic, de acordo com polícia, já tem várias passagens.

O delegado Bruno Ursulino, da Regional da Polícia Civil, é quem fala do caso da prisão e das apreensões. O crime não é o que ocorreu no Sítio Manoel Vieira, também na zona rural de Floriano.

 

Da redação

 

 

 

Agentes da 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul) prenderam dois suspeitos do assassinato do vigilante Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida, 32 anos. A vítima teria mantido um relacionamento extraconjugal com a acusada, que não aceitou o término. O crime ocorreu no último sábado (9/11).

A Justiça concedeu um mandado de prisão temporária de 30 dias contra a mulher e um homem. Eles foram detidos na noite de terça-feira (12), em Samambaia Sul.

Marcos Aurélio teria sido morto e, depois, esquartejado. Investigadores encontraram as pernas, os braços e uma coxa do vigilante. Não foram localizadas a outra coxa e a cabeça da vítima.

De acordo com a Polícia Civil, Marcos Aurélio teria sido vítima de uma armação. Ele saiu de um restaurante no Setor de Indústrias Gráficas (SIG) na manhã de sábado, onde seguiu para Samambaia Sul, supostamente para encontrar a acusada.

 aurelio

Agentes ainda tentam elucidar como a vítima foi rendida, assassinada e esquartejada. Informações preliminares indicam que Marcos Aurélio teria sido morto próximo de casa, na Quadra 515 de Samambaia.

Pessoa do bem

Além do restaurante, Marcos Aurélio trabalhava como vigilante em uma loja de departamento, em um shopping de Taguatinga Sul. Colegas de trabalho passaram a dar falta da vítima no início da tarde de sábado, quando ele deveria ter ido ao serviço, às 13h.

Segundo uma colega da vítima, Marcos Aurélio era uma pessoa reservada. "Ele era muito tranquilo, não tinha problema com ninguém. Por isso, quando ele sumiu, já sabíamos que algo tinha acontecido. Ao sabermos da morte, foi um choque. Ainda não conseguimos acreditar nisso", relata a jovem, que não quis ser identificada.

O vigilante, que era neto do senhor Geraldo que mora na Rua Castro Alves, bairro Viazul, em Floriano- PI, tinha um filho de 9 anos, fruto do relacionamento com a noiva. Ele é filho da Sônia que aparece nessa imagem ao seu lado. Aurélio é sobrinho do Dr. Raiz.

 aurelio2

MATÉRIA RELACIONADA

Marcos Aurélio, filho de florianense, é encontrado morto no Distrito Federal

Correio Braziliense

Investigadores da 32° Delegacia de Polícia (Samambaia Sul-Distrito Federal) confirmaram que o corpo encontrado esquartejado dentro de um bueiro nesta terça-feira (12/11) é de Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida, 32 anos, morador de Samambaia. O homem, que era vigilante de um restaurante, estava desaparecido desde o sábado (9/11).

ameoc

 Segundo familiares, ele havia saído do estabelecimento em que trabalhava, no Setor de Indústrias Gráficas (SIG), às 8h30 do sábado e ido para o ponto de ônibus. Após isso, ele ligou para a noiva informando de que iria pra a Rodoviária do Plano Piloto.

"Investigamos e não podemos adiantar nada. Pedimos auxílio da população para esclarecer o quanto antes esse crime. É um caso que chama atenção, pela própria crueldade do autor, de matar e esquartejar a vítima. Isso indica que o crimoso queria dificultar o trabalho da polícia. Não descartamos nenhuma tese de investigação", explicou o delegado Fernando Celso da Silva.

As pernas e os braços de Marcos estavam jogados em uma sarjeta na Quadra 327, no terminal de ônibus de Samambaia Sul. Segundo a Polícia Civil, no local foram encontrados apenas os membros inferiores e superiores, faltando as coxas. A cabeça também não foi localizada. O tronco estava dentro de um saco plástico preto, na Quadra 325. As roupas foram apreendidas para exame pericial. A família compareceu ao local e chegou a ver a aliança de Marcos.

O delegado acredita na possibilidade do envolvimento de outra pessoa no crime.

"A vítima era corpulenta, o que dificultaria um autor matar e desovar. Mas não podemos confirmar nada, pois ainda estamos atrás de informações", disse.

A mãe do segurança é natural de Floriano-PI e se chama Sônia Rodrigues. A mesma é filha do seu Geraldo Rodigues, morador da Rua Castro Alves, bairro Viazul. 

Com informações do correio braziliense