operaçaofranquiaFoi deflagrada na manhã de hoje, 21, pela Polícia Civil do Estado do Piaui, através da Delegacia Regional de Polícia Civil de Oeiras, a Operação FRANQUIA, que teve como objetivo o cumprimento de 12 (doze) mandados de prisão preventiva e 15 (quinze) mandados de busca e apreensão domiciliares.

Os alvos da Operação Franquia estão distribuídos pelas cidades de Oeiras, São João da Varjota, Picos, Floriano e Santo Inácio do Piauí, todos investigados pelo crime de tráfico de drogas.

A operação policial tem como foco o combate ao tráfico de drogas no território do Vale do Canindé, sendo que para sua execução contou o apoio de equipes das delegacias de Picos, Floriano, Inhuma, Simplício Mendes, Força Tática da Polícia Militar de Oeiras, GPM de São João da Varjota, além de equipes da DEPRE-  Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Teresina e Polinter.

opefranquia

Foi possível o cumprimento de todos os mandados de busca e apreensão e 7 (sete) mandados de prisão até o momento.

R. F.  M,  preso em oeiras no conjunto invadido;

Presos em São João da Varjota:  I .N. R;  A. K. S

.P; A. H.S. P; A. V. S e M.P.  S. S.  P. V. M foi preso em Picos

Com a ação foram apreendidos aproximadamente 1 kg de pasta base de cocaína na cidade de Oeiras.  Na cidade Picos cerca de 1 kg de maconha e 200g de cocaína foram aprendidos.

A investigação foi conduzida pela Delegacia Regional de Polícia Civil de Oeiras através da Diretoria de Inteligência Base Vale do Canindé.

A denominação "Operação Franquia" faz menção à forma do negócio criminoso que os alvos estabeleceram como prática na conduta criminosa ora investigada e executada nesta região.

De fato, um dos investigados atuava como um verdadeiro distribuidor de entorpecentes, vendendo em grandes quantidades para os demais alvos. Estes, por sua vez, faziam a venda fracionada e destinada ao consumidor final (usuários de drogas).

Salienta-se, inclusive, que a investigação obteve informações de que existiam pagamentos semanais feitos ao fornecedor (franquiador) das substâncias psicoativas, tais como maconha e cocaína, conotando assim a existência de um esquema de franquia de entorpecentes.

Com informações domural da vila

thaismointO Ministério Público do Estado do Piauí, representado pelo Promotor de Justiça João Malato Neto, conseguiu a condenação da ré Thaís Monait Neris de Oliveira, a uma pena de 19 anos e 10 dias de reclusão em regime fechado, em julgamento realizado na Comarca de Teresina.

A condenada Thaís Monait Neris de Oliveira foi levada a julgamento como partícipe pela prática do crime de homicídio qualificado mediante promessa de recompensa e utilizando-se do recurso que impossibilitou a defesa da vítima (artigos 121, § 2°, I e IV c.c 29, todos do Código Penal) e associação criminosa (artigo 288, parágrafo único, do Código Penal), posto que no dia 06 de dezembro de 2016, por volta das 20h55min, nas proximidades de uma academia situada na Av. Doutor Luís Pires Chaves, Quadra 33, Casa 24, bairro Saci, município de Teresina, a acusada participou ativamente do assassinato da vítima Claudemir de Paula Sousa, cabo do BOPE, o qual foi alvejado com 11 (onze) disparos de arma de fogo (revólver e pistola) à curta distância, por dois executores previamente combinados com a ré.

Consta dos autos, que a condenada Thaís Monait Neris de Oliveira deslocou-se até um trailer situado em frente à Academia de Ginástica que a vítima frequentava, sondando o ambiente e esperando esta sair, quando então, apontou-a a dois comparsas seus que encontravam-se em uma sorveteria situada nas proximidades, que então abordaram o ofendido de surpresa, efetuando diversos disparos, sendo que 11(onze) destes acertaram-no, principalmente na região das suas costas, impossibilitando sua defesa. Ato contínuo, a acusada evadiu-se do local dos fatos e, no dia seguinte, foi presa por agentes da Polícia Civil em Teresina.

Este crime à época dos fatos causou grande repercussão na sociedade piauiense, onde a população clamava por justiça em virtude da violência e da covardia do crime cometido.

MP PI

Foto: divulgação PM

A mulher que estava como desaparecida, pelos familiares, e que teve o corpo encontrado na manhã de hoje é a senhora Maria da Guia, 56 anos, dois filhos, e que morava na cidade de Barão de Grajaú-MA.

A senhora Maria da Guia teria saído de casa no domingo, 19, no período da manhã para visitar sua mãe na localidade Conceição, município de Amarante, mas não chegou ao seu destino.

O que se tem de informações é que o corpo da dona de casa foi encontrado na localidade Remanso, zona rural de Barão de Grajaú-MA.

daguiama

A Polícia Civil baronense que foi ao local começa a investigar o caso, no entanto, o corpo será encaminhado para cidade de Timon onde passará por exame cadavérico.

maruadagua

Da redação

No domingo, 19, à noite populares presenciaram um acidente de trânsito, tipo colisão, que envolveu um carro de passeio e uma motociclista.

A ocorrência foi na Curva dos Americanos, região do bairro Irapuá I, em Floriano-PI.

motos

As imagens foram enviadas a redação do Piauí Noticias por um internauta que passava no local no momento do acidente e que não repassou informações sobre os nomes das pessoas envolvidas e, nem a causa da colisão. Como mostra as imagens, a motocicleta estava caída e teve alguns danos, assim como o carro de cor clara.

carro12

carra

Da redação