escravidaoOnze trabalhadores foram resgatados pelos auditores fiscais do trabalho em uma pedreira localizada na cidade de Santa Cruz do Piauí. De acordo com o órgão, os trabalhadores estavam vivendo em condições degradantes: dormiam em barracas de lona plástica e cozinhavam em fogareiros improvisados, além de ter de fazer suas necessidades básicas na mata.

Os 11 homens trabalhavam na extração de pedras e fabricavam paralelepípedos (blocos de pedra usados em calçamentos) manualmente, usando marretas. Segundo Robson Waldeck, membro do Grupo Especial de Fiscalização Rural do Piauí, os trabalhadores foram contratados na região rural de Oeiras e Floriano. “Alguns deles estavam lá há mais de um ano”, comentou o fiscal.escravd

“Eles viviam lá sem nenhuma condição no tocante à segurança e saúde, e também não tinham nenhum direito trabalhista assegurado”, disse Robson Waldeck. Os trabalhadores não tinham nenhum tipo de contrato de trabalho ou equipamentos de proteção individual.

Um dos trabalhadores, que não teve o nome divulgado, havia sofrido um acidente na pedreira e foi internado em um hospital da região. A falta de condições de higiene agravou a situação. “O ferimento infeccionou, e ele corre até o risco de perder a perna”, contou Waldeck.

O dono da pedreira, que não teve o nome divulgado, foi autuado e deve responder uma ação criminal pelo Ministério Público Federal, pelo crime de submeter alguém a trabalho em condição análoga a escravidão. A pena varia de dois a oito anos de prisão. Uma ação civil pública também será realizada, pelo Procuradoria do Trabalho.

Os trabalhadores foram resgatados e tiveram emitidas suas guias de seguro desemprego. Eles foram levados de volta para suas cidades de origem.

 

G1 PI

Fotos: Divulgação/ Ministério da Economia

Os homens que foram presos ontem numa ação  da Polícia Rodoviária Federal, área de Floriano, foram na manhã de hoje, 11, levados para uma audiência de custódia no Fórum local e o Juiz que presidiu a audiência manteve as prisões dos mesmos.

prf

De acordo com o policial Civil Heraldo Freiras, lotado no Central de Flagrantes de Polícia Civil, os mesmos tiveram as prisões mantidas, pois os dois possuíam mandados de prisões da Comarca de Mato do Sul pelas acusações de  integrarem uma ação criminosa, bem como,  por acusações de terem furtado caixas eletrônicos.

Eles são acusados de crimes em vários estados do Brasil, disse o Civil. Os homens são Francisco Gilson Meneses Silva  e Tiago Coelho Soares, ambos naturais  do Ceará.

O veiculo que estava com a dupla foi apreendido.

 

Da redação

luisconceiçaoFoi preso nessa segunda-feira, 10, um homem identificado como Luís da Conceição, após mandado expedido pela Vara Única da Comarca de Buriti dos Lopes. O homem é suspeito pela prática do crime previsto no art. 217-A do Código Penal, que corresponde a estupro de vulnerável.

Policiais da Delegacia de Buriti dos Lopes deram, no Povoado Barra do Longá, zona rural de Buriti dos Lopes, cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido contra o homem.

O crime de estupro de vulnerável fica configurado tanto pelo ato sexual, quanto pelo ato libidinoso, que pode ser caracterizado até mesmo pela contemplação lasciva, sem a necessidade de existir o contato físico entre autor e o menor de 14 anos.

O suspeito já foi encaminhado à Penitenciária Mista de Parnaíba.

 

 

 

mn

Foto: divulgação

Essa motocicleta foi encontrada abandonada num trecho do bairro Alto da Guia, em Floriano-PI.

moto

O veículo foi encontrado por volta das 22:00h desta segunda-feira, 10,  estava sem placa e com o chassi adulterado. 

Policiais foram acionados e levaram o veículo, de cor escura, para o pátio externo do 3º Batalhão. 

 

Da redação