• Vamol
  • Roma
  • Fiat
  • Floriano Veiculos

Essa moto, modelo broz, cor vermelha, que aparece na imagem foi tomada numa ação criminosa nesta sexta-feira, 23, de uma jovem.

O crime foi nas imediações do Parque de Exposições Raimundo Mamede de Castro, região do Conjunto Filadelfo Freire de Castro, em Floriano.

haiane

A moto estava com uma jovem professora que foi surpreendida na ação criminosa. A diretora da escola estava presente, como carona na moto, e o crime foi há cerca de 2km, do Parque de Exposições

Da redação

Um homem de 58 anos foi preso por Policiais Rodoviários Federais, na noite dessa quinta-feira, 22, acusado de Crime Eleitoral. A ação aconteceu quando os policiais abordaram o veículo na BR 343 no município de Piripiri.

materialpolitico

Dentro do veículo foram encontrados grandes quantidades de materiais eleitorais e fogos de artifícios que seriam utilizados em campanha eleitoral referente a um candidato a Deputado Estadual.

O condutor apresentou um documento emitido pela empresa referente aos foguetes e neste constava Prefeitura Municipal como cliente. O carro utilizado para transportar o material da campanha, também havia sido alugado pela mesma Prefeitura.

Por procedimento padrão da PRF, não foi revelado o nome do candidato e nem qual prefeitura está associada ao fato.

Diante dessa situação, o homem, o material e o veículo foram encaminhados à Polícia Federal de Parnaíba para os procedimentos cabíveis.

 

Com informações do piripirireporter

 

 

Na manhã desta sexta-feira, 23, a Polícia Federal, em parceria com a CGINT (Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista), deflagrou a Operação RAQUE, com o fim de desarticular associação criminosa especializada na obtenção de vantagens ilícitas decorrentes de fraudes na obtenção de benefícios da espécie auxílio-doença.

coluna

A Operação mobilizou mais de 20 policiais federais para o cumprimento de oito mandados judiciais, sendo cinco mandados de busca e apreensão e três de prisão temporária, todos expedidos pela subseção Judiciária Federal de Parnaíba/PI. Os mandados judiciais foram cumpridos nos municípios de Parnaíba/PI, Camocim/CE e Chaval/CE.

A pedido da Polícia Federal, foi determinada a suspensão judicial de 56 benefícios ainda ativos que, caso não suspensos, poderiam provocar um prejuízo potencial superior a R$ 880 mil ao INSS.

No decorrer das investigações, foram identificados 386 benefícios por incapacidade temporária (auxílio-doença) supostamente atrelados à associação criminosa e com fortes indícios de fraude. O prejuízo efetivo ao INSS, até o momento, é de mais de R$ 20 milhões. As investigações apontam o envolvimento de dois servidores do INSS, sendo um Médico Perito, que, supostamente em conluio com intermediários, fraudava mediante falsas perícias a concessão de benefícios da espécie incapacidade temporária.

Ainda por solicitação da Polícia Federal, foi determinado o bloqueio judicial das contas bancárias dos CPFs de três pessoas envolvidas nas fraudes identificadas e o afastamento de dois servidores públicos do INSS de suas funções.

Os investigados poderão responder pelos crimes de Associação Criminosa, Inserção de Dados Falsos, Falsidade Ideológica e Estelionato Majorado.

O nome RAQUE, que significa “coluna vertebral”, foi escolhido pelo fato de os investigados utilizarem doenças na coluna como motivo para concessão dos benefícios fraudados.

Com informações do 180 graus

Foto: divulgação PF

Nessa quinta-feira, 22, um homem, de iniciais A.M.L, foi preso, na cidade de Arari, no Maranhão, pela prática de crime de estupro de vulnerável consumado contra sua própria neta, de 10 anos.

avo

Segundo informações da polícia, o crime ocorreu no mês de abril deste ano, no povoado Moitas, na zona rural do município de Arari. O avô levou a neta para uma pescaria, onde praticou atos contra a dignidade sexual da vítima.

O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela Policia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia Civil de Arari/MA, com apoio da Delegacia de Vitória do Mearim, da Polícia Militar e Guarda Municipal.

O preso foi encaminhado para a Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Viana, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Estupro de vulnerável é crime previsto no artigo 217-A do Código Penal (ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos), com pensa de reclusão, de 8 a 15 anos.

Com informações do MN

Foto: divulgação