Sem gravar entrevista nessa manhã de quarta-feira, 23, o policial militar D. Veras, de Pavussu-PI, externou sobre o que ocorreu no final de semana naquela cidade. A denúncia é de que um evento com com mecânico numa praça da cidade houve pancadaria e a coisa teria ficado sem controle.

pavussu1

O PM confirmou que nas imagens onde aparecem vários homens, como se estivessem brigando, na verdade não era uma briga, pois de tratou de um desentendimento por que alguém tentou impedir que um homem que tem transtornos mentais ingerisse bebida alcoólica.

Alguém interpretou a situação de forma errada, quanto a terem tomado o copo das mãos desse possível doente mental, disse o PM, e houve o que mostram nas imagens, mas que tudo foi contornado sem maiores transtornos.

pavussu

O policial D. Veras disse ainda que, na cidade tudo está sobre controle em relação aos cuidados que possam evitar o novo coronavírus.

Há informações que para esse final de semana está confirmado um evento festivo na localidade rural chamada de Pintada. Será a inauguração de um bar na sexta-feira, 25, às 16:00h.

Matéria anterior

Em plena pandemia, aglomeração em praça pública em cidade do Piauí tem muitas brigas

Da redação

Depois de ter sido espancado a pauladas na tarde desta terça-feira (22), um homem de 27 anos, identificado apenas como Brendo, tentou, mas não conseguiu socorro enquanto perambulava e pedia ajuda às margens da BR-262, próximo ao autódromo de Campo Grande, por conta da semelhança com o serial killer Lázaro. 

lazarofaldo

A Polícia tenta identificar os agressores

blogildercosta.com

Policiais rodoviários federais prenderam na noite de ontem (22) um homem 22 anos acusado do crime de Porte Ilegal de Arma de Fogo e Munições e Tráfico de Drogas. A ação aconteceu na BR 343 na cidade de Floriano/PI.

anfeta

Os policiais visualizaram o veículo de carga VW/24.250C PMERECH e deram ordem de parada para o condutor que desobedeceu, empreendendo fuga, sendo necessário a realização de um acompanhamento tático para que cessasse a fuga.

Ao fazer a abordagem, os policiais verificaram que o homem, que é natural do Pará, apresentava-se bastante nervoso e agitado e resolveram realizar uma busca no interior do caminhão. Foram encontrados uma pistola cal. 380 com 51 munições de cal. 380 não deflagradas e 64 unidades de anfetaminas da marca NOBÉSIO EXTRA FORTE.

O caminhoneiro ainda tentou enganar os policiais, informando que a pistola era do proprietário do veículo, porém essa versão foi desmentida pelo próprio dono do caminhão que esteve no local.

Diante desse cenário, os policiais encaminharam o homem a arma, as munições e as anfetaminas até à Polícia Civil na cidade de Floriano/PI para os procedimentos que o caso requer.

Ele responderá pelo crime de Porte Ilegal de Arma de Fogo e Munições e Tráfico de Drogas.

Acompanhe as notícias da PRF no Piauí através do Facebook | Instagram | Twitter.

 

Categoria

Justiça e Segurança

A Justiça de Goiás inseriu no BNMP (Banco Nacional de Mandados de Prisão) uma ordem de prisão contra Lázaro Barbosa de Sousa, 32, o "serial killer do DF".

É relativa a um caso de 2020, em que ele foi apontado como o autor de uma tentativa de latrocínio (matar para roubar) e roubo mediante restrição da liberdade das vítimas em Cocalzinho de Goiás (GO), região onde a polícia realiza as buscas.

Com esse novo registro, incluído na sexta-feira (18), chegam a quatro os mandados de prisão contra ele no sistema administrado pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Envolvem crimes cometidos em Goiás, no Distrito Federal e na Bahia.

A perseguição a Barbosa chegou nesta terça (22) ao 14º dia, com as forças de segurança lidando com dificuldades para localizá-lo.

Barbosa se refugiou nas cercanias do povoado de Girassol (GO) onde existem muitas chácaras e mata, área cortada por córregos. O procurado é apontado pelas autoridades como mateiro, bastante conhecedor do terreno por onde se movimenta.

A SSP-GO (Secretaria de Segurança Pública de Goiás) criou um disque-denúncia para receber informações sobre o caso. Em um intervalo de apenas 24 horas, houve cerca de 1.000 dicas, a maioria delas trote, informou a secretaria.

Desde que assassinou uma família em Ceilândia (DF), no dia 9 deste mês, ele vem escapando ao cerco policial. Durante a fuga, segundo a polícia, cometeu novos crimes –baleou moradores de uma chácara, fez outros de reféns, roubou carros e armas. Trocou tiros com um funcionário de uma fazenda e também com policiais.

Uma megaoperação foi montada com o objetivo de capturá-lo, incluindo polícias estaduais de Goiás e do DF, e as polícias Federal e Rodoviária Federal. Foram mobilizados mais de duzentos agentes de segurança.

lazaro

Além do quádruplo latrocínio (matar para roubar) em Ceilândia, é atribuída a ele a tentativa do mesmo tipo penal em 2020, ao invadir chácara em Santo Antônio do Descoberto (GO) para roubar e atingir um idoso com um machado.

Foi por conta dessa ocorrência que a Justiça de Goiás incluiu no banco nacional de mandados do CNJ mais uma ordem de prisão contra Barbosa.

As circunstâncias daquele crime mostram a maneira de agir do criminoso, réu em ação penal após ser denunciado pelo Ministério Público. De acordo com a ocorrência, ele invadiu a propriedade para roubar.

"Vale registrar que todas as vítimas são idosas e foram surpreendidas quando jogavam dominó na varanda da residência", narrou o juiz do caso, Marlon Rodrigo Alberto dos Santos, da comarca de Santo Antônio do Descoberto.

"Além das ameaças psicológicas e do terror causado a todo momento, o denunciado restringiu a liberdade das vítimas trancando-as no quarto. Posteriormente, valendo-se de um machado, danificou as janelas dos quartos, a porta da sala, da cozinha e dos fundos."

Na sequência, segundo as apurações, Barbosa atingiu com um golpe de machado a cabeça de um idoso, causando-lhe uma fratura de base de crânio. Pegou um facão e passou a agredir outra vítima nas costas e nos braços.

Deixou o local com quatro smartphones, R$ 500 em espécie e uma arma de fogo revólver calibre .38.

O fugitivo possui condenação por duplo homicídio na Bahia. O crime ocorreu em Barra do Mendes, onde nasceu. A cidade fica distante cerca de 500 km de Salvador.

Após ficar foragido da polícia baiana por mais de uma semana, ele disse em depoimento que resolveu se entregar para "pagar pelo que tinha feito". Escapou do presídio depois.

É considerado foragido da Justiça também por crimes de estupro, roubo à mão armada e porte ilegal de arma de fogo, acusação que o levou à cadeia em 2013 na capital do país.

Após três anos, progrediu para o regime semiaberto e fugiu da cadeia. De acordo com informação da Secretaria de Administração Penitenciária do DF, ele não retornou ao sistema após uma saída temporária. Há mandados de prisão no BNMP em razão desses casos.

Em 2018, Barbosa foi preso pela polícia de Goiás, mas conseguiu escapar novamente. Desde então, vinha sendo procurado pela polícia.

folhaexpress