×

Observação

There is no category chosen or category doesn't contain any items

Tudo pronto para a inauguração, nesse sábado, 14, da Igreja de Santa Cruz que será às 19:00h com uma missa. É o que afirma o frei Claúdio, pároco da  Igreja de Santa Cruz que será inaugurada no bairro Alto da Cruz.

altodacruz

O evento religioso contará com presença do bispo Edvalter Andrade, de Floriano.  Veja a entrevista com o frei Claúdio.

 Da redação

Video: Ivan Nunes

Um incêndio de grandes proporções atingiu o hospital Badim, na Tijuca, bairro da Zona Norte doRio de Janeiro, no fim da tarde e início da noite desta quinta-feira 12. Onze pessoas morreram. Uma morte foi confirmada durante a noite e outros dez corpos, ainda não identificados, foram retirados do local durante a madrugada desta sexta. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as buscas por sobreviventes foram encerradas no início da manhã desta sexta e é mantida apenas a operação de rescaldo do fogo.


hospitSegundo a assessoria de comunicação do hospital, um curto-circuito ocorreu no gerador do prédio 1, espalhando fumaça para todos os andares do prédio.

No início da madrugada, a direção do Badim disponibilizou um número de Whatsapp (21 971013961) e um e-mail (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) para que familiares de pacientes possam receber informações sobre sua localização. O hospital informou que 103 pessoas estavam internadas no momento do episódio e mais de 100 médicos foram mobilizados para auxiliar na transferência dos enfermos a outros locais.


O vice-governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, informou que ambulâncias do estado resgataram mais de 60 pacientes para hospitais da rede pública. Oito pessoas em estado crítico foram conduzidas em ambulâncias avançadas – quatro para o Copa Star e quatro para o Copa D’Or.

Segundo Castro, a perícia da Polícia Civil deve começar nesta sexta-feira. Os peritos já estão no local. O início da operação foi adiado porque o prédio onde houve o incêndio ainda está sem luz.


A fumaça atingiu todos os andares de um dos prédios do hospital, segundo a direção. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 18h e, por volta das 20h, informou que o fogo foi controlado.

Para acomodar os pacientes, que tiveram que deixar os leitos às pressas, funcionários do hospital improvisaram camas na rua Arthur Menezes, que foi interditada devido ao incêndio. Em frente ao hospital, voluntários auxiliam as equipes do hospital no atendimento e na transferências dos pacientes. Cada vez que alguém é resgatado com vida, as pessoas que acompanham os trabalhos aplaudem.

De acordo com o hospital, os pacientes do CTI 1 já foram retirados e estão recebendo os primeiros atendimentos na rua Arthur Menezes. Os pacientes do CTI 2, que tem 20 leitos, também estão sendo retirados. O hospital possui 128 leitos, 32 na Unidade de Tratamento Intensivo e 11 na Unidade Cardio Intensivo. O centro cirúrgico do Badim possui 11 salas.

Os demais pacientes foram transferidos para outras unidades da Rede D’Or, da qual faz parte, e também para o hospital Albert Sabin, localizado a cerca de 2 quilômetros do Badim. Segundo o site da Receita Federal, o hospital tem como sócios-administradores José Marcos Duarte Badim e José Badim.

Pacientes e funcionários usaram as redes sociais para publicar imagens do hospital afetado pelas chamas.

 

Veja

Foto: Leo Correa/AP

 

Meu maior amor é a natureza, de onde minha mente inspira poemas através de sua beleza, usando a fauna e a flora, e as vozes da imaginação que iluminamminha alma com a luz secreta de um sistema que ninguém consegue identificar. Este é o amor que eu não consigo deixar ou abandonar.

osorio

Me refugio na solidão. Meu outro amor de escriba me dá paz ao coração. Amo o invisível, é a melhor opção, ele não me traz decepção e nem me envergonha, nunca machucou meu caráter e, muito menos, minha reputação.

Niguém enxerga ou é capaz de perceber meus sentimentos. Vejo seres insensíveis em diversas dimensões, talvez outras pessoas não consigam ver as maldades humanas, antes delas acontecerem. Meu espírito involuntariamente decifra tudo que pode se passar na cabeça de outro ser.

Carrego, apenas, uma tumba carcaça coberta por uma singularidade da pele, sem qualquer valor físico, econômico ou espiritual. Nada de importante. A única coisa boa que trago comigo ninguém pode apalpar ou enxergar, é o sentimento de um verdadeiro amor que sinto por cada sombra de um corpo humano que vive a desagregar, diante de aparências e ilusão vulgar.

Sonho com amigos verdadeiros. Somente sonhos. Tudo nesta vida é movido por interesses de uma razão material e venal para iludir e ver a desgraça de outro ser. Uma pessoa é capaz de entrar em sua intimidade. Por isso, quando chega o fim do dia, pergunto quem sou, para onde vou e qual é a origem e o fim da “humanidade”, ou onde encontrar a metade da outra inverdade.

Nesta sombria análise da vida, observo supostas pessoas arrancando os cadáveres de sua própria existência, matando outro ser da mesma espécie para sobreviver, brincando de escravizar o próprio semelhante, por conta do poder, expondo o verdadeiro caráter humano e mostrando a podridão esquelética da ignorância hedionda de um ser.

Poucas pessoas são boas neste mundo, existe a desagregação de principios basicos de educação. Na minha visão o desalento e o desconforto paralisam a vida. Tudo se resume na espiritualidade da matéria que leva o próprio corpo à miséria.

Ao terminar estas entrelinhas, onde deixei transpor a dor de um povo inconsciente, tanto cultural, quanto político, retrato meu olhar cheio de lágrimas e volto a chorar. Sinto vergonha desse sistema alienígena que só serve para escravizar, não muda o sentido da vida humana. São inúmeras facções que se revezam no modus operandi, para roubarem e acabar com a esperança de um dia esse País mudar.


JOSÉ OSÓRIO FILHO.

Da redação

etiosNa manhã desta sexta-feira, 13, um grave acidente envolvendo três veículos foi registrado entre as ruas Olavo Bilac e desembargador Pires de Castro, no Centro de Teresina.

O fato envolveu um carro modelo Etios de cor branca, um Gol e um ônibus. De acordo com informações do comandante Gilberto, do Corpo de Bombeiros, a motorista do veículo Etios é uma mulher de 67 anos e do Gol é o próprio filho do comandante.

"Hoje é aniversário do meu filho, mas graças a Deus está tudo bem. A condutora do Etios nos disse que levou uma fechada, colidiu na lateral do Gol e veio a capotar, batendo no ônibus, mas ela está consciente, orientada, foi resgatada das ferragens pelo Corpo de Bombeiros e saiu por cima do veículo", afirmou.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada até o local para retirar a motorista que ficou presa nas ferragens. Um vídeo gravado por populares mostra o momento em que a mulher sai de dentro do veículo com a ajuda dos profissionais.

 

 

mn