Uma história que daria um filme. A Maria Daguia, de 24 anos, natural de Floriano, saiu de casa em dezembro passado para encontrar um homem que conheceu em uma das redes sociais. O "love" como ela chama, é um agricultor e mora na zona rural de São Francisco do Maranhão. 

mariagauia

Maria viajou de 20, disse para mãe e irmãs para onde estava indo, mas passado alguns dias, como ela não entrou em contato, todos começaram a ficar preocupados. Daguia somente ficou sabendo que estavam a sua procura como desaparecida pelas redes sociais. 

Mas todos os familiares admitem que foi feito uma mensagem errada, pois o objetivo era saber onde ela estava com uma frase que não fosse tão de efeito assim. 

Mesmo já tendo o seu rosto postado em vários grupos de redes sociais, como desaparecida, a Maria, filha adotiva da dona Jovita, de 84 anos, prefere não se expor ainda mais. Ela conta que o rapaz mandou o dinheiro da passagem até a cidade de São do Maranhão e, ela garante que vai voltar para o amor da sua vida.

Veja as entrevistas.   

Uma tia/irmã da Maria da Guia, a Maria Ivonete viveu a mesma emoção. Conheceu um rapaz pelas redes sociais e hoje, estão somente de amor. 

Matéria relacionada

Mulher que estava dada como desaparecida deste 20 de dezembro do bairro Tiberão, está de volta

Da redação

O florianense e diplomata piauiense Igor de Carvalho Sobral agora é conselheiro. Natural de Floriano, Igor Sobral, 40 anos, diplomata desde os 23, primeiro secretário do Ministério das Relações Exteriores, atualmente serve no escritório do Brasil na OEA em Washington. 

Foto: Divulgação

igors

Piauiense Igor Sobral é promovido na carreira diplomática

Além do Brasil, Igor tinha servido nas embaixadas de Madri, na Espanha e de Quito, no Equador. 

Da redação

 O caso  foi no Rio de Janeiro. Não contente em derrubar só uma vez, André também acertou o pé do sogro com a barra de ferro

Veja o vídeo abaixo;

Nesta semana, o vídeo viralizou. Tudo ocorreu numa oficina mecânica, que mostra o momento em que um homem tenta equilibrar uma barra de ferro na porta do estabelecimento. Porém, a barra cai no pé de um senhor sentado próximo. Em seguida, o homem junta a barra de ferro e tenta equilibrá-la em outro ponto da porta, sem sucesso, pois dessa vez a barra cai na cabeça do senhor.

Após a cena viralizar, foi descoberto que quem levou as pancadas da barra de ferro foi Luis Carlos, sogro do homem que derrubou a barra. André tentava fechar a oficina, que precisa daquele famoso "jeitinho", enquanto o sogro jogava no celular.

Em entrevista, André afirmou que apesar de ter caído em cima do sogro, não foi por maldade: “Esse ferro não é 100%, mas o raio caiu no mesmo lugar. [O ferro] tem um jeitinho carioca. Tem de posicioná-lo direitinho para encaixar. É meu sogro, mas não foi por maldade” disse André.

Luis não sofreu nenhum ferimento mais grave após as pancadas e brincou que a situação serviu para ele descobrir que não tem osteoporose, mas, segue com um curativo no pé. 

Da redação

 

O Nilson Ferreira, que realizou um evento no sábado, 07, dia do seu aniversário,  fez uma prestação de contas do que foi arrecadado.

nilson6

A programação festiva com presenças de vários Djs era beneficente e se realizou na antiga Trópicos, uma churrascaria que havia no  bairro Sambaíba. Entre os apoiadores está a Aurineide, dona do espaço. Veja oi que externou o Nilson.

 

Da redação