Concluída a nova edição do Madrugadão Paraiba, filial de Floriano. A programação, de 27 a 31 de maio, com promoções nos  setores da Loja filial duraram uma semana e, no comando estiveram o F. Costa e o Idaléscio Nogueira, gerente e sub gerente, respectivamente.

idales

Há pouco o Idaléscio falou sobre o resultado do trabalho realizado com presenças de centenas de clientes nas dependências da filial.

 

Da redação

 

.  

A Fundação Getúlio Vargas Social (FGV) fez uma análise sobre as profissões mais bem remuneradas do país. O estudo tomou como base os dados do Imposto de Renda Pessoa Física de 2018 - referente ao ano-calendário de 2017 - e considerou o total de rendimentos declarados pelo contribuinte, que incluiu não só o salário, como também outras fontes de renda.

carreiras

Das dez ocupações mais bem remuneradas, sete são ligadas ao funcionalismo público, principalmente na área jurídica. Entre as ocupações, apenas três estão ligadas ao setor privado. Médicos, pilotos de aeronave e atletas ocupam, respectivamente, a 6º, 9º e 10º posição na lista.

Lideram o ranking, os titulares de cartório, que recebem, em média, R$107,06 mil por mês e, na sequência, os membros do Ministério Público, com metade do rendimento dos primeiros colocados: R$53,2 mil. Em contrapartida, os profissionais da saúde têm rendimento médio de R$29,7 mil e os atletas têm renda média de R$24 mil.

Confira agora o restante do ranking:

As carreiras mais bem remuneradas do setor público
Titular de cartório: R$ 107,6 mil por mês
Membro do Ministério Público: R$ 53,2 mil por mês
Membro do Poder Judiciário: R$ 52,8 mil por mês
Diplomata R$: 35,3 mil por mês
Advogado do setor público: R$ 29,9 mil por mês
Servidor de carreira do Banco Central: R$ 27,5 mil por mês
Auditor fiscal R$: 27,1 mil por mês

As carreiras mais bem remuneradas do setor privado
Médico: R$ 29,7 mil por mês
Piloto: R$ 24,9 mil  por mês
Atleta: R$ 24 mil por mês
Ator e diretor de espetáculo: R$ 20,6 mil
Engenheiro: R$16,9 mil por mês
Agrônomo: R$15,8 mil por mês
Professor de ensino superior: R$15,5 mil por mês
Agente da Bolsa de Valores: R$ 15,1 mil por mês

Agência Educa Mais Brasil

A empresa Randal Company, que é coordenada pelo Dr. Randal e pela Dra. Aline, promoveu em parceria com a SUTRAN, orgão de Floriano, uma blitz educativa que movimentou a praça Dr. Sebastião Martins com um trecho da Avenida Getúlio Vargas, centro, na manhã de hoje, 31.

randal

Durante a programação da Blitz Educativa que foi iniciada no começo da manhã houve a exposição de mensagens em cartazes quanto ao trânsito, orientações aos motoristas e mototaxistas e ainda a exposição de material informativo.

O foco era trabalhar uma melhor conscientização no trânsito já que, diariamente são várias as ocorrências nas ruas e avenidas e que tem deixado sequelas nos acidentadados.

A Dra Aline, da Randal Company, esteve presente com parte dos colaboradores da empresa e ainda esteve presente o Dr. Carlos Eduardo, Superintendente de Trânsito e Transportes (SUTRAN) do município de Floriano.

Ainda durante a programação houve desfiles com alunos da Escola Industrial São Francisco de Assis que parou muitas pessoas que passavam no local e passaram a observar e fazer parte das ações da manifestação.

A Dra. Aline avaliou positivo o evento,  pois houve participação de vários populares e da imprensa local que deu cobertura a programação Maio Amarelo que teve como slogan "no trânsito, o sentido é a vida.

randal0

randal1

randal3

randal2

randal4

Da redação

 

bonfimMorreu na manhã desta sexta-feira, 31, o delegado geral da Polícia Civil, Francisco Carlos do Bonfim Filho, 59 anos, na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital de Terapia Intensiva – HTI – zona Sul, após 50 dias de internação. O corpo continua no hospital, onde os familiares estão tratando da liberação.

Bonfim Filho há vários anos estava sofrendo com diabetes, doença que obrigou a fazer tratamentos em São Paulo, mas continuou com o problema. Nos últimos anos passou a sofrer também com deficiência renal, passando a fazer tratamento de hemodiálise três vezes por semana.

O delegado Bonfim Filho ingressou na Polícia Civil na década de 80 como agente, mas alguns anos depois foi promovido a delegado sendo lotado na delegacia do 9º Distrito, no conjunto Mocambinho. De lá chegou a trabalhar em várias outras, tendo se destacado pelo trabalho realizado na Polinter, de onde saiu para assumir o comando da Polícia Civil, como delegado geral.

Ao deixar a Delegacia Geral foi para a extinta Comissão de Combate ao Crime Organizado – Cico, hoje Grupo de Repressão ao Crime Organizado – Greco, onde teve que se afastar em função da doença e hoje faleceu.

A família ainda não se pronunciou onde será o velório e nem o sepultamento.

 

teresina diario

Foto: divulgação

sdsdsdsds