O boletim desta quinta-feira (01), registrou mais 27 casos confirmados para Covid-19 em Floriano e mais 38 pessoas receberam alta clínica.

No Centro de Referência Gripal, 214 pessoas foram atendidas e 49 testes realizados. No Hospital Tibério Nunes, 11 pacientes estão internados em leitos clínicos e 10 em UTI residentes em Floriano.

anfaf

A Covid-19 mata! Use máscara. Evite aglomerações. #apandemianãoacabou #florianocontraocoronavirus

Da redação

O empresário Odinaldo, o Dino da Auto Escola Canto do Buriti, que tinha a sua empresa na região do bairro Sambaíba, em Floriano-PI, foi a óbito nas primeiras horas de hoje, 02, por Covid 19. Ele morre na madrugada.

dino

Dino, que morava na região da Taboca, estava internado em Teresina, capital do Piauí, para onde foi levado após ter contraído o novo coronavirus. Na cidade florianense onde tinha muitos amigos, há muitas lamentações pelo ocorrido.

O corpo do empreendedor, de acordo com informações, será levado para a cidade de Bertolínia-PI, sua terra natal, onde será sepultado.

Da redação

O estado do Piauí através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), verificando a situação que a rede estadual de saúde vem enfrentando devido a pandemia de Covid-19 e a alta demanda por unidades de terapia intensiva para tratamento dos casos mais graves da doença, vêm garantindo um estoque de medicamentos do chamado kits intubação, conjunto de medicamentos que são essenciais para garantir que o paciente permaneça sedado com segurança durante sua estadia em um leito de UTI com o uso do respirador.

Através de aquisição com recurso estadual o estado vem mantendo um estoque dos medicamentos que são utilizados para realizar o procedimento de intubação de forma correta e segura. 

O Superintendente de gestão da rede de média e alta complexidade da Sesapi, Alderico Tavares, explica que sem os medicamentos é impossível realizar o tratamento adequado para os pacientes mais graves, que necessitam de suporte ventilatório, que são necessários para melhorar as trocas gasosas.

O Secretário de Estado da Saúde destaca que desde o início da pandemia, o número de leitos de UTI existentes no estado foi aumentado e atualmente a quantidade supera o maior número que foi atingido ano passado. Devido a isso o consumo desses insumos aumentou, exigindo assim um trabalho mais árduo da Sesapi para garantia desses medicamentos aos pacientes que estão em leitos de unidade de terapia intensiva devido ao novo coronavírus.

“Todo esse aparato de UTI presente na rede estadual nos remete a obrigação de garantir os medicamentos todos os dias para suprir as necessidades dos pacientes. O Estado tem mantidos seus estoques e aderiu também a um sistema de registro de preço nacional, que permitiu a compra de uma grande quantidade de medicamentos desse tipo, garantindo assim um estoque”, fala o secretário.

sesaa

O gestor destaca que o estoque do estado hoje tem quantidade para durar 15 dias, contando ainda com uma reserva técnica para qualquer emergência que se apresente. “O Ministério da Saúde optou por fazer uma requisição administrativa, trazendo para o ministério toda a produção de medicamentos das empresas farmacêuticas correspondente aos medicamentos do chamado kit intubação. Em razão dessa decisão do ministério, os estados enviaram ao órgão federal a sua necessidade desses insumos, o ministério já deu uma resposta para o Piauí e deveremos estar recebendo por esses dias mais medicamentos para os nossos estoques”, disse o secretário.

sesapi

O apostador de São Paulo que acertou os números da Mega-Sena da Virada teve até ontem (31) para retirar o prêmio de 162,6 milhões de reais. No entanto, ele não apareceu. Agora, o dinheiro será repassado ao Fundo de Financiamento do Ensino Superior (FIES).

O Procon-SP até tentou intervir, notificando a Caixa para entrar em contato com o premiado, já que aposta foi feita pela internet e o site solicitava um cadastro prévio. No entanto, o banco justificou ao Correio Braziliense que não registra os dados pessoais dos apostadores no sistema. A Caixa alegou, ainda, que é de inteira responsabilidade de quem fez a aposta ir buscar o prêmio, como manda a Lei 13.756/2018.

“Ao apostar na Casa Lotérica, os dados pessoais do apostador não são registrados nos sistemas da CAIXA, e assim também ocorre ao apostar pela internet. A CAIXA não grava, junto com a aposta, a identidade do apostador, independente do canal de venda. Assim, o cadastro feito no sistema de vendas online não é gravado nas apostas efetuadas, que são independentes e invioláveis, para proteção do próprio apostador”, diz trecho da nota.

O valor “esquecido” pelo ganhador corresponde à metade do maior prêmio da história das loterias da Caixa. A Mega da Virada 2020 sorteou R$ 325,2 milhões para a pessoa que acertasse seis números. Duas apostas saíram vencedoras cravando as dezenas 17 - 20 - 22 - 35 - 41 - 42. O outro ganhador, de Aracaju (SE), retirou a sua parte e deve estar numa boa a essa hora.

Valor não sacado de apostas vai para o Fies

Nem todo valor arrecadado com as apostas feitas nas loterias federais corresponde ao prêmio total dado aos ganhadores. Quem joga também acaba contribuindo para ajudar estudantes a começarem a graduação por meio do Fies.

mega

Isso porque uma parte do que é arrecado pelos sorteios é destinada ao governo federal para que seja investida nas áreas de saúde, educação, segurança, cultura e esporte. Sorteios da Mega-Sena, Dupla Sena, Quina, Lotofácil e Lotomania reservam 4,5% para o Ministério do Esporte. Outra parte é direcionada para áreas sociais, como o Fies, que recebe 7,76% do montante. No fim, o ganhador fica com 45,3% de tudo que foi arrecado pelos concursos.

Dentro desse repasse, estão os valores que não foram retirados pelos ganhadores, como é o caso dos R$ 162,6 milhões, maior valor esquecido nas loterias da Caixa.

Segundo levantamento feito pelo UOL, de 2011 a 2017, o Fies recebeu R$ 7,64 bilhões relativos ao que foi arrecado por oito diferentes concursos de loterias federais. Nesses mesmos anos, o valor repassado pelos concursos correspondeu a cerca de 8,8% do orçamento do Fies, que foi de aproximadamente R$ 87 bilhões.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Subcategorias