• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

O café da manhã deste sábado, 20, no Café do Ivan Nunes, foi na companhia do vereador Erisvaldo Borges, do MDB, e fomos os primeiros a chegar na casa do Ivan, às 7:02h. Durante o bate-papo, falamos das ações do final de semana, como pescaria e esportes, por exemplo.

erisvaldo4

O vereador Erisvaldo é uma das novas lideranças locais e está presidente municipal do MDB, partido que tem mais cinco vereadores: Enéas Maia, Ancelmo Jorge, Daguia de Bela, Salomão Holanda e Antônio José. 

O parlamentar municipal cumpriu agenda nesta semana em Teresina, onde esteve reunido com líderes ao nível de estado.

Da redação

Conforme informações, o Pedro passou mal nessa manhã, chegou a ser socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento - UPA, mas terminou morrendo.  

O corpo do Pedro, que por muitos anos trabalhou na pinturas de camisas com a dona Generosa, nas imediações do Posto São Cristóvão, centro de Floriano-PI, está sendo velado na casa da família, que fica ao lado do local onde ele trabalhava atualmente, numa das ruas do bairro Tiberão, proximidades do SESC.

Pedro era primo do ex-vereador Akassio Sousa, que neste momento está no velório.  Conforme informações, ele se passou mal nessa manhã, chegou a ser socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento - UPA, mas terminou morrendo.

Aguarde mais informações.

Da redação.

Prefeitura de Floriano recebe, pela 4ª vez, o ‘Selo Ambiental A’ do ICMS Ecológico

A Prefeitura de Floriano, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMAN), recebeu, pela 4ª vez, o ‘Selo Ambiental A’ do Índice de Consumo de Mercadorias e Serviços (ICMS) Ecológico, realizado pelo Governo do Estado do Piauí.

De acordo com o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), o ICMS Ecológico Selo Ambiental é apresentado como uma ferramenta do poder público estadual brasileiro para incentivar a adoção de práticas ambientalmente adequadas pelos munícipios.

Dentre as práticas alcançadas, estão inclusas atividades como: redução do índice de desmatamento, capacitação dos professores da rede municipal voltada para a dimensão ambiental, projetos ambientais nas escolas, identificação, monitoramento e recuperação de áreas degradadas, fiscalizações ambientais e ações de bem-estar animal. 

Segundo a secretária de Meio Ambiente, Haila Oka, “o selo comprova o compromisso da gestão com a preservação do meio ambiente que só é possível graças a um trabalho integrado entre diversas secretarias”, ressaltou.

SECOM

Até esta sexta-feira (19), o Museu do Piauí – Casa Odilon Nunes realiza a 21ª Semana dos Povos Indígenas com palestras, mostras e exibições de vídeos. A programação é totalmente gratuita e tem como foco o público estudantil, mas é aberta a todos. O museu também conta com uma sala de visitação voltada à cultura dos povos originários que pode ser visitada durante o evento. O local conta com fotografias, utensílios e instrumentos que representam a identidade e modos de vida dessas comunidades.

povosindigenas

A abertura oficial aconteceu nesta quarta-feira (17) com a celebração do ritual Toré pelos representantes de comunidades indígenas e estudantes de escolas públicas, e contou com a presença do cacique Henrique Manoel, do povo Tapuia e Tabajara, de Lagoa de São Francisco, Cícero Dias, liderança indígena Tabajara da cidade de Piripiri, e demais autoridades.

“A nossa luta sempre foi árdua para que a gente continue existindo, a nossa luta sempre aconteceu. Antes era fácil dizer que no Piauí não tinha indígena, porque nossos antepassados negavam a própria existência para resistir. Eles eram mortos, eram retirados de suas famílias, por muitas vezes até escravizados”, relata Cícero Dias.

Após as falas, os estudantes puderam interagir com os povos indígenas e aprender sobre a identidade e cultura indígena. Essa aproximação do público estudantil é uma das principais vertentes de atuação do Museu do Piauí.

“Dentro da diversidade do acervo, todos os anos, o Museu do Piauí abre espaço para discussões e mostras do viver, fazer e sentir dos povos indígenas do estado. Manifestações dessa natureza contribuem significativamente para o reconhecimento e valorização dos povos originários do Piauí”, conta a coordenadora do museu, Dora Medeiros.

Museu Indígena

O Museu Anízia Maria dos Povos Tabajara e Tapuio-Itamaraty é o primeiro do Piauí dedicado à cultura e ancestralidade dos povos indígenas. O museu fica localizado na comunidade Nazaré, no município de Lagoa do São Francisco, onde residem 450 indígenas dos povos Tabajara e Tapuio-Itamaraty.

O museu possui um espaço de cerca de 380 m² e dispõe de área de exposição de artigos e itens da comunidade, sala administrativa, banheiros sociais e quarto de hóspedes.

Com informações do meio norte