Um grupo de amigos se reuniu com a família do senhor Etelfino Carvalho, criador de animais em São José do Peixe, para um momento de confraternização.

etelvino

O momento de descontração, realizado na quarta, 1º de janeiro, foi com um churrasco e se deu na Fazenda Varanda que fica numa localidade da zona rural da cidade.

O senhor Etelvino é o que aparece de camisa clara nesta primeira imagem. O Chico Freitas, coloborador do Piauí Noticias, esteve presente.

 etelvinoqwe

carneqw

Da redação

Foi no sábado, 04, como programado os sorteios da promoção Floriano da Sorte. A promoção se realizou por meio de entidades locais.

Foram dezenas de pessoas que sairam contempladas com prêmios em dinheiro e, em vale compras.

cntro

Os sorteios da promoção, que durou cerca de três meses, foram realizados com presenças de alguns líderes empresariais.

Veja a relação:

 Ganhadores_da_Campanha-Floriano_Dá_Sorte.pdf

 

  

 

Estão tentando impor à sociedade,  como algo normal,  as exceções do comportamento humano. Por exemplo, as relações homoafetivas ou de casais do mesmo sexo. E a mídia em geral tem desempenhado papel preponderante  na televisão (novelas) ou em outros meios de comunicação ao exibir  cenas de beijos e casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

homoa

Vivemos  numa sociedade democrática plural, onde a Constituição Federal  garante a igualdade de tratamento a todos. Logo, os diferentes comportamentos humanos devem ser respeitados,  mesmo os daqueles que optam pela diversidade sexual.

Embora  respeitemos a liberdade de opção de vida de cada um,  o relacionamento interpessoal no campo homoafetivo, por  ser incapaz de produzir o efeito natural da procriação humana para a perpetuação da espécie, deveria ser  tratado como uma exceção à regra da conduta sexual.

De tudo isso, o que nos deixa apreensivo é passar a viver em uma sociedade universal,  onde as novas famílias heterodoxas não tenham mais recato e as inocentes crianças venham a presenciar e praticar cenas homoafetivas.

A preocupação com a formação moral das crianças tem que ser vista com seriedade. As famílias de procedimentos ortodoxos não podem sofrer interferências de grupos ideológicos quaisquer para conduzir seus filhos segundo os critérios homoafetivos. A heterossexualidade há de ser  a regra.

Não podemos olvidar que a formação moral das crianças é uma responsabilidade dos pais. Nem o Estado  nem ninguém podem  induzir a família a aceitar  comportamentos sociais exógenos.

É inaceitável pretender-se moldar os comportamentos e os costumes da sociedade à maneira  de pensar ou de agir os segmentos sociais minoritários.

E, nesse mundo virado de cabeça para  baixo, onde a homossexualidade  toma espaço,  como fica a procriação humana  para a perpetuação da espécie? Não é mais necessária? Então, estamos caminhando para o fim da espécie humana?  Pois, sem relacionamentos heterossexuais não haverá mais vidas.

Assim, aonde iremos chegar com a nova postura comportamental humana? A bom lugar, decerto não.

O episódio de  Sodoma e Gomorra, segundo relato bíblico, não pode ser esquecido.

 

Júlio César Cardoso

Servidor federal aposentado

Balneário Camboriú-SC

O Piauí Notícias recebeu para publicação, do controlador Arnaldo Messias, da Prefeitura de Floriano, uma Nota de Repúdio devido as colocações do ex-vereador e reverendo Almir Reis quando numa entrevista derrespeitou o prefeito Joel Rodrigues. Matéria anterior: Não existe possibilidade de apoiar candidato bandido, diz Almir se referindo a Joel

arnaldome

Nota de Repúdio

A Controladoria-Geral do Município de Floriano, por seu representante, Advogado Arnaldo Messias, vem a público repudiar as ofensas perpetradas pelo líder político e religioso, senhor Almir Reis, contra o gestor municipal, Joel Rodrigues da Silva. Ao atingir o prefeito de forma injusta e leviana, ao tachá-lo de “bandido” e afirmar que o gestor pertence a uma “máfia”, tais ofensas agridem não apenas a pessoa deste, mas de todo um governo: homens e mulheres de bem, que trabalham diuturnamente em prol de uma cidade melhor! A sociedade florianense não comunga, não aprova e nem aceita este tipo de comportamento e postura, que são dignos de retratação!

Arnaldo Messias da Costa
Controlador-geral do Munícipio de Floriano.

Da redação