• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

Com o objetivo de orientar os profissionais de saúde a notificar e controlar casos de doenças negligenciadas e viabilizar a promoção de ações de políticas públicas de saúde que acontece até quinta-feira (22), no auditório central da UFPI de Bom Jesus, a Oficina de Vigilância Epidemiológica e Controle Entomológico para Doenças Negligenciadas.

armadilhadeng

O evento é uma organização do Núcleo de pesquisadores do Centro de Inteligência em Agravos Tropicais, Emergentes e Negligenciados; Secretária de Saúde do Piauí e Prefeitura Municipal de Bom Jesus.

A oficina será ministrada por: Maria das Dores Rocha Rodrigues (HNP Teresina), Dorcas Lamounier Costa (docente UFPI), Vagner Mendonça (docente UFPI), Ivone Venâncio (PECT-PI), Oriana Bezerra Lima (Gerência de Zoonoses da FMS), Márcia Araújo (SESAPI), Larissa Castelo Braco (docente UFPI), Francisco Morais (SESAPI), José Gregório (SESAPI), Mauro Barbosa (SESAPI).

Na oportunidade serão discutidos o manejo clínico, aspectos epidemiológicos e prática de notificação de agravos e busca ativa nas residências dos vetores juntamente com técnicos da secretária de saúde experientes em epidemiologia e vetores que transmitem as seguintes doenças: dengue, tuberculose, hanseníase, doença de Chagas, leishmaniose.

Segundo a professora Lis Marinho, o município Bom Jesus aparece sendo o segundo município piauiense com maior número de casos prováveis de dengue (125 casos). “Neste momento, a cidade de Bom Jesus teve aumento no número, escala e ocorrência de casos de dengue, assim, o intuito desta oficina é qualificar os profissionais a gerar informações que ajudam a avaliar a situação epidemiológica do município e apoiar ações de controle e prevenção das doenças”, explica.

A pesquisadora explica ainda que no município há muito gastos de recursos com doença negligenciada e poucos registros dessas doenças no sistema do Ministério da Saúde. “É imprescindível notificar corretamente os casos das doenças para que os recursos e serviços sejam alocados em locais com maior necessidade”.

Confira a programação aqui.

O evento acontece de forma presencial e online. Acesse o link aqui.

Confira mais fotos:

Durante a manhã desta quinta-feira (22), os pesquisadores da oficina de Vigilância Epidemiológica e Controle Entomológico para Doenças Negligenciadas realizaram no município de Bom Jesus, a instalação de uma tecnologia que facilita e amplia a captura de mosquitos vetores da dengue, leishmaniose e malária.

Larissa Castelo Branco, pesquisadora da UFPI, explica que trata-se de uma atividade preventiva para pesquisar a presença ou não de inseto em localidades onde foram registrados casos notificados das doenças.

“A tecnologia funciona a base de bateria com duração de até 12 horas e é instalada no interior e na área externa das casas ao entardecer, para serem retiradas ao amanhecer. Ela possui um formato de tenda com dois compartilhamentos interno e externo, com iluminação atraindo os insetos, no qual ao se aproximarem da parte mais interna, os mosquitos ficam presos numa rede. Após isso, o agente de endemias ou o pesquisador faz a coleta sem entrar em contato direto com os mosquitos”, explica.

Em outro momento, os pesquisadores: Francisco Morais (SESAPI), José Gregório (SESAPI), Mauro Barbosa (SESAPI) vistoriaram as áreas internas das residências na busca de inseto da leishmaniose. Eles acessam os compartilhamentos das casas e verificam as paredes, afastam moveis, embaixo das camas, atrás dos armários afim de eliminar o foco do vetor.

Ufpi

O Departamento de Línguas (DL) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) divulga o edital com 600 vagas para 05 cursos de Línguas. O prazo para as inscrições inicia no dia 26 de fevereiro, a partir de 9h, e se estende até às 12h do dia 06 de março com vagas destinadas à comunidade interna e externa.

Vinculado a Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários (PREX), o DL oferta vagas tanto na modalidade presencial para os inscritos de Teresina, como de forma on-line para os inscritos do interior do Estado.

Com módulo único, nos níveis Inicial, Intermediário e Avançado, os candidatos podem escolher cursar Português, Espanhol, Francês, Inglês e Libras com carga horária total de 180h. As aulas iniciam no dia 23 de março e encerram no dia 26 de julho.

Atenção! O formulário de inscrição estará disponível apenas na segunda-feira (26), a partir de 9h da manhã

De acordo com o Diretor do DL, Josinaldo Oliveira, a conclusão bem-sucedida do nível avançado resulta em um certificado de 180 horas. Se a aprovação ocorrer apenas nos níveis inicial ou intermediário, o participante receberá uma declaração, podendo ingressar nos níveis restantes posteriormente.

“Venham participar dos nossos cursos, que oferecem turmas presenciais e online em horários variados. Para se inscrever, consulte o edital completo, disponível para leitura. Lembre-se de que há vagas para a Comunidade Interna e Externa da UESPI. Agradecemos a atenção e estamos à disposição para mais informações. Leia o edital atentamente, faça sua inscrição online, e siga as orientações para garantir sua vaga”, conclui.

Procedimentos obrigatórios para todos os candidatos durante a inscrição:

– Preencher o formulário de inscrição online. – Anexar os documentos exigidos para a inscrição, conforme especificado para cada curso e vaga (informações disponíveis no formulário). – Candidatos estrangeiros devem apresentar Passaporte ou Carteira de Registro Nacional Migratório (CRNM) para efetivar a inscrição.

cursoslinguas

Para a Comunidade Interna da UESPI (Docentes, Técnicos Administrativos e Alunos):

Ser professor (efetivo ou substituto), técnico (efetivo), colaborador contratado provisoriamente/terceirizado ou aluno de cursos presenciais de graduação ou mestrado, anexar os seguintes documentos:

– Para professores e técnicos Administrativos: Último contracheque. – Para colaboradores contratados provisoriamente/terceirizados: Contrato de trabalho ou declaração de vínculo. – Para estudantes: Comprovante de matrícula ou declaração de vínculo acadêmico do período e ano em curso.

Para a Comunidade Externa:

– O candidato deve anexar o RG e CPF.

Confira o Edital

Uespi

O governador Rafael Fonteles publicou decreto autorizando a realização do concurso público para o preenchimento de 200 vagas para o cargo de policial penal, além de 200 classificados para cadastro reserva. O decreto nº 22.774 foi publicado no Diário Oficial do Estado do Piauí (DOE) de 21 de fevereiro de 2024.

Das 200 vagas de preenchimento, após a realização do curso de formação, 150 são para ampla concorrência e 50 para negros ou pardos, mesma proporção para os 200 classificados no cadastro de reserva. Será exigida a formação de curso superior completo em qualquer área.

O concurso ficará a cargo da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), sendo que o edital está previsto para ser publicado em breve. Na ocasião, serão divulgadas as atribuições da comissão organizadora do certame, os requisitos para a investidura nos cargos, o prazo de validade, a carga horária, bem como os requisitos para cada uma das cinco fases do concurso, as modalidades das provas, seu conteúdo, a forma de avaliação e a remuneração do cargo.

O ingresso dos candidatos aprovados ocorrerá na 3ª classe e na referência inicial do cargo.

pi.gov.br

O Instituto Federal do Piauí lançou um edital de fluxo contínuo para registro e monitoramento de projetos de extensão. A iniciativa é da Pró-reitoria de Extensão (Proex) e tem como objetivo institucionalizar o registro prévio dos projetos no SUAP até 31 de dezembro deste ano.

editalifpi

O edital contempla projetos de extensão que incluem cursos, eventos, intervenção comunitária, dentre outras iniciativas de extensão. Os projetos cadastrados deverão ser executados até 30 de abril de 2025. Não há limite de submissão de projetos por campus.

Podem submeter propostas os professores e técnicos-administrativos do quadro efetivo e professores substitutos. Todos os projetos devem contemplar a participação de estudantes.

Confira o edital.

Ifpi