• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma
Foi preso nesta segunda-feira, 2, um dos acusados de assaltar uma casa na zona Leste de Teresina na semana passada. A quadrilha usava farda dos Correios e fingia entregar uma encomenda, prática que também foi utilizada em Timon/MA, onde o suspeito acabou detido com duas armas de fogo.

De acordo com o tenente Helder Gomes, das Rondas Ostensivas de Natureza Especial - Rone -, o acusado se identifica como Marcos Antônio, teria 24 anos de idade e seria de São Luís/MA. Com ele foram apreendidos uma pistola 9 milímetros e um revólver calibre 38, ambos com numeração raspada.

A empregada da casa invadida no dia 28 de dezembro reconheceu o suspeito por uma foto no 11º Distrito Policial. O comerciante e empresário C.A.S.M., 48 anos, vítima do assalto na zona Leste, a acompanhou. O acusado foi localizado em uma hospedaria no município de Timon/MA.

A Polícia suspeita que a quadrilha tenha vindo de São Luís para praticar o crime em Teresina e Timon. No assalto na capital piauiense, eram quatro os envolvidos.

A família ainda suspeita de alguém conhecido envolvido no crime. Eles relataram para a polícia que um dos integrantes da quadrilha perguntou pelo empresário referindo-se ao mesmo por um apelido, de conhecimento apenas de amigos íntimos. Além disso, o assaltante mencionou o nome da esposa da vítima.


Fonte: cidadeverde
A Polícia prendeu na última sexta-feira, 30, em Santa Cruz do Piauí o traficante de drogas Francisco Luís dos Santos, de 28 anos. Com ele foram encontrados 14 papelotes de cocaína e uma quantia em dinheiro no valor de R$ 400,00.

 

Segundo informações da Polícia, Francisco Luis dos Santos assumiu o posto de venda de drogas de um bar da cidade depois da operação Praga de Justiniano, quando o antigo dono fugiu.



Mural da vila
Entra em vigor a partir dessa segunda, 01, o reajuste do salário mínimo, que passa de R$ 545,00 para R$ 622, um aumento de R$ 77,00. O novo salário mínimo corresponderá a R$ 20,73 por dia e o valor pago pela hora de trabalho será de R$ 2,83
 

De acordo com cálculos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o aumento de 14,13% vai injetar R$ 47 bilhões na economia brasileira. Descontada a inflação estimada para 2011, o aumento real do salário mínimo deve ser de 9,2%
 

Ainda segundo o Dieese, 48 milhões de pessoas têm sua renda vinculada ao valor do salário mínimo e, portanto, serão diretamente beneficiadas com o aumento. O governo também passará a arrecadar R$ 22,9 bilhões a mais devido ao aumento do consumo causado pelo reajuste.

 
O novo salário mínimo de R$ 622 terá impacto de R$ 23,9 bilhões nas contas públicas em 2012. De acordo com governo, a maior parte desse montante corresponde aos benefícios da Previdência Social no valor de um salário mínimo que serão responsáveis pelo aumento de R$ 15,3 bilhões nas despesas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
 

O método de reajuste do salário mínimo foi definido por meio de medida provisória aprovada pelo Congresso. A lei que fixa a política de reajuste do salário mínimo estabelece que o valor será reajustado, até 2015, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

Também começa a valer desde ontem o reajuste de 14,12% no valor do benefício do seguro-desemprego. Com isso, o valor máximo pago ao trabalhador passa de R$ 1.010,34 para R$ 1.163,76. O percentual de reajuste está em resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador publicada no dia 30/12 no Diário Oficial da União.

 
O benefício é pago em, no máximo, cinco parcelas de forma contínua ou alternada. Quem, nos últimos três anos, trabalhou entre seis meses e 11 meses recebe três parcelas. Aqueles que trabalharam entre 12 meses e 23 meses recebem quatro parcelas e quem comprovar vínculo empregatício de, no mínimo, 24 meses, recebe cinco parcelas.

 
Tem direito ao seguro-desemprego o trabalhador dispensado sem justa causa, que tenha recebido salários consecutivos no período de seis meses anteriores à data de demissão e tenha sido empregado de pessoa jurídica por pelo menos seis meses nos últimos 36 meses.
O trabalhador tem do sétimo dia ao 120º dia após a data da demissão do emprego para requerer o benefício. 

 


EBC

 Uma discussão em família acabou em tragédia na cidade de Campo Maior (84 km ao norte de Teresina). Em plena a festa de fim de ano, o artesão Edivan da Silva, de 28 anos, acabou assassinado a facadas pelo próprio cunhado, Francisco Antônio "Catoim". Edivan foi morto na sua própria residência, no Bairro Califórnia.

 
O crime aconteceu depois que a vítima começou uma discussão com sua esposa. O acusado entrou no bate boca para defender a irmã e acabou desferindo facadas na vítima, que ainda foi socorrida e levada ao Hospital Regional de Campo Maior, mas morreu antes de receber os primeiros cuidados médicos.

 
Edivan era produtor de redes artesanais e comercializava seus produtos nas proximidades do antigo Supermercado Paz, no centro comercial de Campo Maior, sendo, portanto, muito conhecido. Ele deixa, além da esposa, duas filhas.


O acusado está foragido, mas a polícia já esta fazendo diligências no sentido de prender o acusado.



Campo Maior em Foco e CMN40graus