Na manhã desse sábado, 20, o prefeito Joel Rodrigues, de Floriano-PI, que estava acompanhado de alguns assessores visitou o Mercado Central Izael Almeida revela que encontrou alguns descumprimento do protocolo por parte de algumas pessoas. 

joelmaree

 Devido ao COVID-19 o orgão público está funcionando, mas com algumas restrições. O gestor florianense esteve com o Manoel Neto que está ditretor do Mercado. Rodrigues falou numa entrevista ao Ivan Nunes.

Da redação

 

A reunião, realizada no gabinete do prefeito Joel Rodrigues, envolveu a secretaria de Saúde, Vigilância Sanitária, secretaria de Governo e integrantes das entidades representativas do comércio de Floriano: Associação Comercial, CDL e Sindicato do Comércio Varejista. 

11 dias depois de iniciar a primeira fase da Retomada das Atividades Comerciais de Floriano, o prefeito repassou às entidades o resultado da reunião realizada mais cedo com representantes do Município, Saúde, Hospital Tibério Nunes e Funasa, quando foram avaliados os dados epidemiológicos e feito comparativos. O prefeito decidiu manter a fase 1 da reabertura do comércio por mais uma semana e não iniciar a fase 2, na próxima segunda-feira, 22, como estava previsto, até que sejam analisados os números do coronavírus nos 14 dias necessários para avaliar o comportamento da doença. 

O prefeito também explicou sobre a decisão de manter o comércio aberto, mesmo com a recomendação do Ministério Público, de seguir as medidas do Estado.

 Joel ainda colocou a preocupação do Município sobre os números da Vigilância Sanitária que, nestes 15 dias de fiscalização, notificou 363 estabelecimentos comerciais por descumprimento higiênico-sanitário.

60 fiscais sanitários estão nas ruas fazendo o trabalho de orientação e fiscalização.

joekleconomia

213 estabelecimentos com irregularidades (58,6%), são do comércio em geral: peças, materiais de construção, lojas de móveis, de motores agrícolas, petshops, casas agropecuárias, distribuidoras de gás, embalagens plásticas e lojas de confecção; 45 empresas (12,39%) são supermercados, mercearias, minimercado e outros comércios de gêneros alimentícios; 43 empresas (11,84%) são lanchonetes, padarias, restaurantes, espetinhos e confeitarias; 51 empresas (14,04%) são bares, distribuidoras de bebidas e lojas de conveniência de postos de combustíveis; outros comércios: 3,03%. 

As entidades, que têm ajudado a orientar as empresas e clientes, se colocaram à disposição para, nos casos de denúncias, serem agentes para coibir o descumprimento das medidas sanitárias, junto com o Município. 

O prefeito agradeceu a parceria e lembrou que o bom comportamento das empresas e dos clientes é essencial para a continuidade da retomada comercial, assim como o controle das pessoas com sintomas. 

"O número de contaminados não é o determinante para um recuo, mas o de ocupação de leitos e da recuperação rápida dos pacientes, que precisam procurar atendimento na Funasa, nos primeiros sintomas", disse Joel. 

O secretário de Saúde, James Rodrigues, aproveitou o momento para anunciar que fará um trabalho de drive thru para atualização das vacinas contra o sarampo (20 a 49 anos) e contra a influenza (55 a 59 anos) e pediu para os funcionários das empresas sejam motivados a se vacinarem. Empresas com mais de 20 funcionários receberão a equipe da Saúde.

Matrérias relacionadas

Comissão avalia reabertura do comércio de Floriano e decide por manutenção de fase 1

O comportamento das pessoas é que manterá as empresas abertas, diz líder

Líderes da gestão e empresariais discutem sobre a continuidade do funcionamento do comércio

Da SECOM

drgA Polícia Federal deflagrou a operação Muralha Norte, na manhã de hoje (19/06), para cumprimento a mandado de busca e apreensão expedido pelo Juízo Criminal da comarca de Luís Correia/PI.

Simultaneamente à execução da busca, a proprietária do imóvel foi abordada enquanto transportava drogas, escondida em um veículo Ford Fiesta rebocado por um caminhão com placas de Catalão/GO.

No citado veículo estavam um homem e duas mulheres, com eles foram encontrados aproximadamente 02 quilogramas de cocaína e documentos relacionados ao transporte ilícito.

O homem cumpre pena no regime semiaberto, em virtude de ter sido preso em flagrante delito no ano de 2018 de posse de 207 quilos de maconha na cidade de Parnaíba/PI. Uma das mulheres, também cumpre pena no regime aberto após prisão em flagrante por tráfico de drogas.

As investigações seguem para averiguar a atuação de organização criminosa nacional que estaria distribuindo a droga para a região Norte do Piauí.

 

180graus

Foto: PF