radaresO uso de equipamentos medidores de velocidade estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais que cortam o Piauí, já estão suspensos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). A medida ocorreu após despacho publicado no Diário Oficial da União nessa quinta-feira, 15, por determinação do presidente da República Jair Bolsonaro que anunciou em visita ao Piauí a suspensão dos 'pardais' nas BRs.

Em nota à imprensa, a PRF informou que o uso dos equipamentos permanecerá suspensos até que o "Ministério da Infraestrutura conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas".

Especialistas em trânsito criticam a medida do presidente Bolsonaro e acreditam que a suspensão dos 'pardais' terá como consequência o aumento de acidentes, inclusive, com vítimas fatais.

"Sou a favor que continuemos com os radares, mas tem que ver o local ideal. Uma BR em que não tenha casa ou população ao redor, não acho necessário. Contudo, na zona urbana, onde há um fluxo de pessoas muito grande é importante ter o radar, justamente, para que se controle a velocidade e a gente não veja tantos acidentes como acontecem nas BRs", disse o especialista em trânsito Sandro Costa.

Por determinação do presidente, a partir da próxima segunda-feira, 19, todos os pardais devem ser suspensos efetivamente em todas as rodovias federais do país.

 

cv

Uma casa pegou fogo na tarde desta quinta-feira, 15, e o Corpo de Bombeiros foi acionado, para combater o incêndio na residência no bairro Parque Universitário, Zona Leste de Teresina. O fogo destruiu um quarto da casa e segundo os bombeiros, teria sido ocasionado por um curto-circuito causado por um celular que estava carregando.

"Nós recebemos um chamado de que uma residência estava pegando fogo e encaminhamos uma equipe ao local, que prontamente combateu incêndio”, disse o tenente Arnaldo Vasconcelos, do Corpo de Bombeiros.

Segundo os bombeiros, no momento do incidente não tinha ninguém na residência e o fogo não atingiu o restante do imóvel. "Os proprietários estavam trabalhando no momento do ocorrido. O dono da casa revelou ter deixado um celular carregando na tomada, o que suspeitamos ter ocasionado um curto-circuito e início do incêndio", contou.

Incêndio em vegetação

Ainda na tarde desta quinta-feira, os bombeiros combateram um incêndio na vegetação na Ladeira do Uruguai, também na Zona Leste da cidade. Segundo o tenente, não houve dificuldade para conter o fogo, que não atingiu imóveis próximo ao local.

 

G1

stradaNa tarde dessa quarta-feira, 14, a Polícia Rodoviária Federal (PRF-PI) em ação de rotina com a Polinter recuperou um veículo roubado na cidade de Goiânia-GO, em 2011. A abordagem foi realizada na BR-343, na cidade de Teresina.

O carro- um Fiat/Strada Adventure com placa clonada- era conduzido por um motorista de 62 anos de idade que foi encaminhado à Central de Flagrantes da capital piauiense.

"Os agentes solicitaram os documentos do veículo e do condutor, um homem de 62 anos que não apresentou a documentação exigida e ao realizarem inspeção minuciosa no veículo ficou comprovado que as placas de identificação do veículo presentes não faziam referência ao bem apresentado", informou a PRF.

O motorista deve responder por receptação. Somente em 2019 a PRF já recuperou 117 veículos nas rodovias federais que cortam o estado do Piauí, superando em 32% a quantidade de veículos recuperados no mesmo período em 2018.

 

cv

Foto: divulgação PRF

prefoeirasNa sede da prefeitura municipal de Oeiras, houve um princípio de incêndio na manhã desta quarta-feira, 14, e que logo foi controlado. De acordo com as informações, o fogo começou após um curto-circuito na impressora de uma das salas da prefeitura.

Ainda segundo informações, o prejuízo foi apenas material e se resumiu à impressora e a mesa onde o equipamento ficava. O fogo foi controlado por funcionários do próprio órgão.

A sede do executivo municipal é instalada em um prédio de arquitetura do século XIX. O prédio que hoje abriga a prefeitura de Oeiras é o Sobrado mais antigo da cidade localizado na Praça da Vitória no Centro da cidade.

Prefeitura emite nota sobre o assunto

No início da manhã desta quarta-feira, 14, houve um princípio de incêndio nas dependências da Prefeitura Municipal, situada no Centro Histórico de Oeiras.

O incidente foi motivado por um curto-circuito em uma impressora. Percebendo o acontecimento, funcionários e a equipe de segurança da Prefeitura agiram pronta e adequadamente para evitar que o fogo se alastrasse. Adotados os procedimentos corretos, rapidamente, o fogo foi debelado. Não houve vítimas e os danos foram pequenos.

A Prefeitura de Oeiras segue vigilante no sentido de adequar suas centenárias instalações aos padrões mais rigorosos e atuais de segurança para prevenção de ocorrências desta natureza.

 

folhadeoeiras