joelmaEm julgamento realizado na comarca de Canto do Buriti, o Grupo de Apoio aos Promotores de Justiça com Atuação no Tribunal do Júri (GAEJ), representado pelo promotor de Justiça João Malato Neto, atuou no julgamento que resultou na condenação dos réus Danilo Veras dos Santos e Joelma Pinto da Costa a penas de 67 anos e 11 meses de reclusão e de 59 anos e dois meses de reclusão, respectivamente, em regime fechado. 

Os condenados foram levados a julgamento pela prática dos crimes de homicídio qualificado por motivo torpe, com emprego de asfixia, utilizando-se de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime (artigo 121, §2º, I, III, IV e V, do Código Penal); com as causas de aumento de pena da prática de crime contra pessoa menor de 14 anos, na presença física de ascendente da vítima, e estupro (artigo 213, § 2º, do Código Penal).

No dia 12 de outubro de 2018, por volta das 03h30min, nas dependências de uma residência situada na localidade denominada “Bom Lugar”, zonar rural do município de Brejo do Piauí, os acusados, em conluio, participaram do assassinato de duas crianças.

O promotor de Justiça João Malato Neto ressalta que o crime causou grande repercussão na sociedade de Canto do Buriti, tendo sido considerado o mais bárbaro já cometido na comarca.

Sobre o crime Kaio da Costa Sousa, de 11 anos, e Maria Vitória Veras dos Santos, de apenas cinco meses, foram agredidos por Danilo Veras dos Santos na cidade de Brejo do Piauí. Ele era padrasto do menino e pai da menina, que sofreu abusos sexuais praticados por ele.

Kaio morreu na casa em que a mulher vivia e a menina chegou a ficar internada, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O menino foi estrangulado por Danilo até a morte e Maria Vitória também apresentava sinais de agressão.

Joelma teve a prisão decretada por ter tido meios necessários de evitar a morte das crianças, já que não era a primeira vez que os ataques aconteciam.

180graus

Por volta das 18:30h desse domingo, 13, três pessoas, sendo dois homens e uma mulher, ficaram feridos durante um acidente de trânsito envolvendo um ciclista e uma motocicleta ocorrido na PI-366, zona rural de José de Freitas.

Segundo informações o lavrador identificado como José Edmar Pio de Macedo, 58 anos de idade, mais conhecido como ‘BABAR’ estava trafegando em sua bicicleta com destino a sua residência, que fica na localidade Tanque, deste município, quando foi colhido frontalmente por uma motocicleta ocupada por um casal que trafegava em sentido contrário.

Com o impacto o lavrador sofreu fratura exposta na perna direita e escoriações pelo corpo. Já a jovem Tália Moreira de Oliveira, 19 anos de idade, que estava na garupa da moto, sofreu escoriações pelo corpo, porém há fortes indícios de fratura em uma das pernas da mesma. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), realizou os primeiros socorros as vítimas ainda no local, em seguida removeu os feridos para o hospital Nossa Senhora do Livramento.

O condutor da motocicleta não foi identificado, porém há informes que o mesmo também deu entrada no hospital Nossa Senhora do Livramento, com ferimentos leves pelo corpo decorrentes do acidente. O lavrador ‘BABAR’ foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina, HUT, devido ser o caso mais grave.

Com informações do revistaopiniao

witaloAo sair de uma festa na noite desse domingo, 13, um jovem identificado como Witalo Alves de Moraes, de 26 anos, morreu após ser atingido por disparos de arma de fogo, no bairro São Joaquim, zona norte de Teresina. De acordo com informações do 9º Batalhão da Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 23h, no momento em que o jovem subia em sua motocicleta para deixar o local.

Witalo, que trabalhava como garçom em estabelecimento da capital, foi atingido com pelo menos cinco disparos de arma de fogo. Ele não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no local.

Ainda de acordo com a PM, populares informaram que o jovem já havia sido vítima de uma tentativa de homicídio dias antes de morrer.

A cena do crime foi isolada pela polícia Militar até a chegada das equipes da perícia e do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa(DHPP), que iniciaram os primeiros procedimentos.

O corpo foi recolhido pelo Instituto de Medicina Legal(IML).

As motivações a autoria do crime ainda devem ser investigadas pela Polícia Civil.

cv

Foto: reprodução redes sociais

Na última quarta-feira, 09, uma idosa de 75 anos, foi encontrada morta em sua residência na cidade de Monte Alegre do Piauí. A Polícia Civil, que esteve no local, informou que as evidências indicam que ela morreu em decorrência de um choque elétrico. 

"Foi um curto circuito que aconteceu no local. Tudo indica que ela foi colocar algo na tomada e acabou levando um choque, que se prolongou e acabou carbonizando o corpo", informou o delegado Escobar.

Os policiais também conversaram com os familiares e verificaram que a idosa não tinha inimigos ou desavenças, o que reforça a hipótese de acidente. O caso vai ser investigado pela Polícia Civil.

Com informações do portalcorrente