licitacao1Empregados que não receberam seus direitos trabalhistas estão acusando as empresas Plus Service e Faz Terceirização de terem fraudado uma licitação para os serviços de conservação e limpeza da Superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis no Piauí (IBAMA).

 

Segundo a denúncia, as duas empresas que funcionam no mesmo endereço e pertencem a mesma família, participaram do pregão eletrônico 0006/2012 do Ibama com proposta de preços superiores ao da vencedora, a KRT Prestadora de Serviços e Comercio de Produtos Ltda. e após a desclassificação sumária da KRT, que apresentou uma proposta de R$ 243.999,00 (duzentos e quarenta e três mil e novecentos e noventa e nove reais), a Plus Service que ficou em segundo lugar no certame ao apresentar uma proposta de preços de R$ 244 mil não apresentou a documentação exigida pelo pregoeiro José Pereira da Silva e o mesmo a desclassificou.


Segundo os funcionários a empresa entrou na licitação apenas para fazer “número”, já que está em situação irregular junto a Previdência Social e a Receita Federal e por conta disso não poderia contratar com o serviço público. 


Com a desclassificação da Plus Service, a Faz Terceirização, que pertence a mesma família dos donos da Plus Service, foi convocada pelo pregoeiro e em apenas 30 minutos apresentou todos os documentos solicitados pelo pregoeiro, que em menos de uma hora os aceitou e no dia seguinte (04/04/2012) teve o objeto da licitação adjudicado.


Os empregados vão levar o caso ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal. A Faz Terceirização, coincidentemente, apresentou uma proposta no mesmo valor da Plus Service, ou seja, R$ 244 mil.



GP1

A tragédia da Barragem Algodões, após dois anos, com algumas mortes e várias famílias desabrigadas no município de Cocal, será objeto de discussão nesta terça-feira, 24, às 10:00h, em Audiência Pública solicitada pelo deputado Marden Menezes (PSDB). O requerimento foi aprovado na Assembleia Legislativa.

 

O rompimento da barragem aconteceu em 2010, na administração do então governador Wellington Dias, hoje senador da República. Na época o deputado Marden Menezes denunciou que as moradias adquiridas através do crédito liberado pela União não comportam as famílias. Representantes da Associação das Vítimas da tragédia da Barragem Algodões sequer foram recebidas pelo governador da época.

 

Também as vítimas ficaram, a maioria, desempregadas naquele município. Depois, foi anunciado investimento da ordem de R$ 1 milhão para a construção de uma ponte naquela localidade. Houve denúncia de superfaturamento na obra.


O Ministério Público entrou com ação penal no valor de R$ 250 milhões para indenizar as duas mil famílias atingidas na tragédia da Barragem Algodões, dia 27 de maio de 2010. O secretário Francisco Guedes, da Secretaria da Assistência social e Cidadania, disse que cada família poderá receber até R$ 630,00.


O Tribunal de Justiça do Estado anunciou indenização que varia de acordo com cada família. Seria um valor único de R$ 58,00 por família. O valor total a ser pago às famílias da tragédia da Barragem Algodões, em Cocal, somou R$ 56.674,00, mensalmente.



Alepi

O PDT de Itaueira anunciou na manhã de quinta-feira,19, o apoioa a  pré-candidatura a prefeito do petista Ronye Max. O apoio foi ronymaxitaueselado e validado pelo deputado Estadual Flávio Nogueira Filho(PDT), que disse está  satisfeito com a decisão do partido  local que é comandado pelo Engenheiro Químico, Julimar Borges e pela sua esposa Dorinha.
 
 

O PDT foi um dos partidos que apoiou a candidatura do empresário Wagner Feitosa em 2008 e agora passa a apoiar o grupo liderado pelo jovem médico Ronye Max.
 
 

Estiveram presentes no gabinete do Deputado Estadual Flávio Nogueira Filho na Assembleía Legislativa do Piauí, em Teresina, o pré-candidato petista Ronye max e a vice-presidente do PDT Dorinha Borges.
 
 
 

Há alguns dias os ex-vereadores Chico Moura(PP) e Valdomiro Pessoa tentaram tirar do comando de Julimar Borges o diretório do PDT, mas  a tentativa foi frustrada, pois a execultiva estadual decidiu pelo apoio a pré-candidatura do Dr.Ronye Max e  a manutenção do comando do partido por Julimar Borges. 

 
 
 
Itaueiranet
O projeto “Ação em Cidadania” realizado na Penitenciária Regional José de Deus Barros em Picos atendeu nos dias 10 e 11 deste mês, 442 detentos, sendo 330 procedimentos de imunização e 112 de testagem sorológicas. O “Ação em Cidadania” contou com a participação de profissionais da área da saúde disponibilizados pela Sejus e pela Secretaria Municipal de Saúde de Picos.
 


presidioveredagraO projeto é uma realização da Secretaria Estadual de Justiça em parceria com o Centro de Testagem e Acolhimento-CTA de Picos e teve como objetivo imunizar a população carcerária contra doenças, como hepatite B, febre amarela e tétano. Foram oferecidos também aos presos, serviços como aferição da pressão arterial e dosagem de glicemia capilar

.


Segundo Rosângela Queiroz, Diretora de Humanização e Reintegração Social, da Secretaria de Justiça, o projeto “Ação em Cidadania” acontece em todas as unidades penais do Estado. “O Ação em Cidadania” acontece em todos os presídios do Piauí e oferece aos internos a assistência a saúde devida, conforme determina a Lei de Execução Penal”, explicou.
 
 


O “Ação em Cidadania” acontece desde 2011 e contemplou no ano passado todas as unidades penais da capital, num total de 1.440 atendimentos médico. Neste ano o “Ação em Cidadania” irá percorrer as penitenciárias do interior do Piauí. A próxima etapa do projeto vai se realizar na Penitenciária Gonçalo de Castro Lima (imagem), que fica na comunidade Vereda Grande, zona rural da cidade de Floriano.
 
 
 
Com informações do piaui.pi

Subcategorias