• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

O número de cidades em situação de emergência no Piauí vem crescendo a cada dia. Até o momento, 184 municípios decretaram situação de emergência e apenas 155 foram reconhecidos pela Secretaria Nacional da Defesa Civil, órgão do Ministério da Integração Nacional. No combate à seca, uma série de medidas estão sendo tomadas a fim de amenizar a situação de várias famílias piauienses.

 

Entre as ações de combate à estiagem está a liberação da primeira parcela do Bolsa Estiagem, que corresponde a R$ 80,00 do total de R$ 400,00 e a operação dos carros-pipa. “No Piauí, mais de 22 famílias de 17 mil municípios já receberam o benefício do Bolsa Estiagem, programa criado pelo Governo para auxiliar os agricultores atingidos pela seca e que estão fora do Garantia Safra. Só na primeira parcela, foram liberados para o Estado cerca de R$ 17,8 milhões, beneficiando diretamente mais de 100 mil pessoas no Estado”, revela o diretor da Defesa Civil da Secretaria Estadual da Defesa Civil, Jerry Herbert.

 

Ainda como medida para diminuir os efeitos da seca, vários poços tubulares estão sendo equipados. Na medida em que as prefeituras enviam a ficha técnica para a Defesa Civl dos poços que estão sem funcionamento em seus municípios, é feito todo um trabalho para que eles sejam equipados o mais rápido possível.

 

“Mais de 50 poços já foram equipados. Estamos trabalhando com planejamento para que no mínimo 400 poços sejam equipados de forma urgente. Todos esses 400 já estão no ponto de serem equipados, com todas as fichas na Defesa Civil. De acordo com levantamento preparado pela CPRM (Serviço Geológico do Brasil), mais de mil poços estão desativados no Estado. Nós estamos priorizando os mais importantes, que atendam um maior número de pessoas e tenha uma boa capacidade de vazão”, frisa o diretor.

 

Os carros-pipa continuam atendendo nos municípios que tiveram estado de emergência reconhecido pelo Governo Federal. “200 carros-pipa estão atendendo a população nessas cidades mais afetadas pela estiagem. Para que imprevistos não comprometam a distribuição de água, a Defesa Civil está fazendo um cadastro de carros-pipa. Se por acaso um der problema ou defeito, outro carro já vai estar a disposição”, diz Jerry, acrescentando que os proprietários de carros-pipa podem ir até a Defesa Civil para cadastrarem seus veículos.


Meio norte

Foram presos em flagrante nesta segunda-feira, 16,   no município de Simplício Mendes, os senhores José Raimundo de Araújo, mais conhecido como “Dera” e Anísio Carlos, mais conhecido como “Anisinho”. A prisão se deu por determinação da Juíza daquela comarca,

“Anisinho” é candidato a vereador no município e correligionário da candidata a prefeita, Mércia Leão, esposa do ex-deputado Roncalli Paulo.

 

Os dois políticos foram presos sob acusação de estarem comercializando munições para armas e remédios controlados sem autorização. Os produtos ilegais foram encontrados em depósito pertencentes aos mesmos e, foram recolhidos pela polícia local. Ambos já foram recolhidos para presídio Gonçalo de Castro que fica  na comunidade Vereda Grande em Floriano.



Com informações do GP1

 

 

 

 

A Justiça Federal concedeu liminar na ação civil pública proposta este ano pelo Ministérito Público Federal (MPF), através do procurador da República Tranvanvan da Silva Feitosa, para que o Ibama e a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Semar) paralisem imediatamente todas as carvoarias instaladas no domínio da Mata Atlântica do Piauí, bem como a suspensão de novos licenciamentos para produção de carvão vegetal.

 

Na ação, o procurador explicitou que parte da área remanescente de Mata Atlântica no Piauí – 10,52% do território do estado – está seriamente ameaçado pela ação predatória das carvoarias. O MPF alertou que o estado vem perdendo nos últimos anos parcelas significativas de sua biodiversidade para o desmatamento criminoso provocado pelas carvoarias.

 

O MPF apurou que somente na área compreendida pelos municípios de Júlio Borges, Parnaguá, Avelino Lopes, Morro Cabeça no Tempo, Curimatá e Corrente existem 10 carvoarias ativas, em intensa atividade destrutiva, além de outras que já foram desativadas em razão do desmatamento criminoso que consumiu toda a mata nativa da floresta.

 

Tranvanvan Feitosa argumentou que o número de carvoarias em pleno funcionamento demonstram o absurdo de tal atividade, por não se tratar de uma atividade econômica sustentável, mas sim uma atividade criminosa, cuja finalidade é a destruição pura e simples da floresta nativa de Mata Atlântica para transformá-la em carvão.

 

Segundo o procurador da República, essa atividade predatória tem como único objetivo o abastecimento da cadeia produtiva insustentável das siderurgias, especialmente das indústrias localizadas no Estado de Minas Gerais.

 

O juíz federal Brunno Christiano Carvalho Cardoso, da Subseção Judiciária de Floriano deferiu a liminar e determinou que o Ibama e a Semar notifiquem as carvoarias instaladas no domínio da Mata Atlântica no Estado do Piauí, para que suspendam todas as atividades na região, até a decisão final, ficando suspensas as licenças concedidas pelo órgão estadual, devendo ainda absterem-se de expedir novas licenças para exploração da área, enquanto não houver autorização judicial para tanto. A medida deve ser cumprida no prazo de 15 dias, sob pena de multa diária no valor de R$ 500, nos termos do art. 461, § 4º do Código de Processo Civil.

 

Foi determinado também que após cientificarem as carvoarias, na pessoa de seus responsáveis, fiscalizar o cumprimento da determinação, a fim de impedir o dano ambiental correspondente. E que informem, também no prazo de 15 dias, os nomes, endereços e qualificações de todos os responsáveis pelas carvoarias que explorem a região da Mata Atlântica no estado, licenciadas ou que sejam conhecidas pela Administração.


MPF/PI

Dez detentos da Central de Flagrantes na cidade de Picos aproveitaram a calmaria da noite desse domingo, 15, para cavar um buraco próximo ao vaso sanitário. Os astutos detentos escaparam “fedendo” pela rede de esgoto da privada do distrito policial, alguns presos não conseguiram ir muito longe e acabaram sendo recapturados.



Segundo informações três agentes de polícia civil que estavam de plantão na Central de Flagrantes foram surpreendidos por policiais militares que chegaram à Central de Flagrantes conduzindo presos que tinham acabado de fugir de uma das celas daquele Distrito Policial. Dos doze presos de uma das celas, dez fugiram dois não participaram da fuga e quatro já foram capturados minutos depois e encaminhados ao Xadrez, onde foram recepcionados como fugitivos.



A polícia Civil divulgou o nome dos presos que continuam foragidos: Fábio Ferreira da Silva, que é mais conhecido como “Júnior Cabeção”, Hernane de Carvalho Monteiro, Fabrício de Oliveira Pontes, Francisco de Assis da Silva, que é mais conhecido como “Rato”, Paulo Henrique Gomes Galvão, que é mais conhecido “Cabeludo” e Reginaldo Pereira da Silva. Na manhã desta segunda-feira, 16, mães, esposas e advogados dos detentos se aglomeraram na Central em busca de informações.



Parentes dos presos recapturados estão aflitos com o boato de que os mesmos foram recepcionados com taca no retorno à Cela, além do mais corre a notícia de que os fugitivos serão transferidos para a Casa de Detenção Provisória “Dom Inocêncio Santana”, em São Raimundo Nonato. A polícia civil não confirmou a data da transferência.



meionorte.com