• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma
O deputado estadual Gustavo Neiva (PSB/imagem), afirmou em discurso na tribuna nesta quinta-feira, 15, que o Governo do Estado do Piauí não está amarrando o final da greve dos professores. De acordo com o deputado governista o Estado passa por dificuldades financeiras. “O Governador Wilson Martins e Secretário de Educação Átila Lira estiveram eu audiência com o Ministro da Educação Aloísio Mercadante onde colocaram as dificuldades do Estado em cumprir com o aumento de 22% determinado pelo MEC”, defende.

 

Gustavo Neiva apresentou números do Fundeb - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, recurso que atende toda a educação básica.


gustavoAinda apresentando números Gustavo Neiva aponta que os gastos com os professores ativos da educação do Piauí somam 95% do valor recebido do Fundeb. “O Piauí é um dos estados que mais contribui para o Fundeb, no entanto é o que menos recebe. Em 2010 o estado investiu 712 milhões e recebeu apenas 482 milhões, em 2011 contribuiu com 836 milhões e ficou apenas com 551 milhões. E a previsão para 2012 é que o Piauí contribua com 994 milhões e receba do Fundeb 637 milhões para abastecer toda a rede estadual de ensino que hoje conta com 18 mil professores ativos e 12 mil inativos”, explica Gustavo Neiva que acrescentou que o montante que o Piauí deixa de receber do Fundeb daria condições ao Estado de pagar acima do Piso.


Para o deputado, não existe má vontade da parte do Governo em cumprir com a determinação do Governo Federal, mas segundo o parlamentar é preciso que o Estado tenha condições financeiras de cumprir o que determina lei.  “O Piauí não tem condições de cumprir com o aumento para toda a classe, os gastos iriam subir para 115 milhões com pagamento de pessoal e infringiria a lei de responsabilidade fiscal”, justifica o deputado.


Como solução Gustavo Neiva apresentou o ofício protocolado junto ao Ministro da Educação onde pede ajuda financeira para complementação do recurso do Fundeb o que dá condições do Piauí pagar o piso nacional para os professores. O deputado defende que a educação é prioridade no Governo Wilson Martins e que o impasse será resolvido para que os mais de 300 mil estudantes retornem as escolas piauienses. “A complementação federal é indispensável, a  folha de pagamento da Secretaria de Educação corresponde a 47% do total da folha do Estado. O MEC vai fazer estudos para verificar o déficit existente para que possa realizar a complementação no Estado”, finaliza Gustavo Neiva.


Assessoria parlamentar


A Governadora do estado do Maranhão, Roseana Sarney, quando esteve nessa quarta-feira, 14,  na vizinha idade de Barão de Grajaú-MA assinou a ordem de serviços para reforma e ampliação das instalações da Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão (CAEMA). O problema no sistema de abastecimento de água em Barão de Grajaú já vem se arrastando há muito tempo.
roseanabar2012
De acordo com o prefeito Raimundo Silva o município tem crescido e a  população dobrou, no entanto, a empresa distribuidora de água continuou com a mesma capacidade de produção. O investimento da obra é de R$ 1.558.000,00 e tem prazo de 6 meses para conclusão.

Sobre o investimento no setor de abastecimento de água o prefeito Raimundo Silva (discurso), disse o seguinte, “ estaremos acabando o problema de abastecimento de água em nossa cidade o que é para nós, motivo de muita alegria, pois só assim, milhares de pessoas deixarão de ter esse problema”. Ainda segundo o gestor baronense, outros investimentos foram anunciados pela governadora maranhense para Barão de Grajaú.



A Governadora Roseana visitou a Fundação Pavel onde foi recepcionado por alunos que são assistidos pelo projeto e pelo Cônsul Alemão Klaus Pavel, representante da instituição.
Da redação
IMAGEM: piauinoticias.com - Carlos Iran

senadorNo Rio de Janeiro,nessa quarta-feira, 14, o senador Wellington Dias (PT-PI), presidente da Subcomissão de Desenvolvimento do Nordeste do Senado, apresentou ao presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, uma proposta de criação do Fundo de Investimentos de Participação (FIP) para a região.


 O fundo já nasce como uma proposta inédita, pois já tem o aval de fundos previdenciários, como o Previ (BB), Funcef (Caixa), Petros (Petrobras) e Valia (Vale). “Em diálogo com os governadores, eles sempre destacam a necessidade de investimentos em infraestrutura e o fortalecimento do empresariado”, observa o senador Wellington.


Com um patrimônio mínimo estimado em R$ 500 milhões, esse fundo será voltado especialmente para os seis estados menos desenvolvidos da região Nordeste: Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe e Alagoas. Isso sem incluir a contrapartida do BNDES, cuja proposta ainda será apresentada pelo banco.


O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, abraçou a ideia e já confirmou reunião de trabalho com a equipe do banco e dos estados para a formatação do Fundo. Ele lembrou que há três anos o BNDES propôs um fundo similar e sugeriu a criação de uma empresa ou fundo nordestino de projetos.


Os presidentes do Banco do Nordeste, Jurandir Vieira; do Previ, Ricardo Flores; do Funcef, Carlos Borges; do Petros, Newton Cunha; e da Agência de Fomento do Piauí, Antônio Neto participam também da reunião.  “A Funcef, a Previ e a Petros se colocam à disposição para este Fundo de Investimento, especialmente pelos investimentos em logística e transporte”, afrimou Carlos Borges.


BNDES investe mais - Luciano Coutinho destacou que o BNDES tem priorizado a redistribuição dos seus investimentos. No Nordeste, o banco investe hoje cerca de 14,5%, acima do percentual do PIB da região. “Precisamos comemorar, pois quando era deputado federal lembro que esse percentual não chegava a 6%”, observou o senador Wellington Dias.


O presidente destacou a necessidade de projetos bem elaborados e a importância estratégica de alguns investimentos, como a Transnordestina. “É uma obra que vai ter grande impacto no Sul do Piauí e também no semiárido, assim como a transposição do Rio São Francisco. Temos uma belíssima agenda de trabalho para longo prazo e já percebemos uma ansiedade do povo nordestino por mais”, declarou.



Acesse Piaui

Essa quarta-feira (14/03) foi mais um dia de conquista das famílias de baixa renda de Floriano. A Prefeitura e a Caixa Econômica Federal (CEF) fizeram o sorteio para definir a localização da residência de cada uma das famílias contempladas com uma casa no conjunto José Pereira da Silva, no bairro Meladão. Ao todo são 500 unidades habitacionais, construídas através do programa do governo federal “Minha Casa Minha Vida”, em parceria com o município.

O sorteio foi feito no Ginásio Defala Attem, com a presença do prefeito Joel Rodrigues e do vice-prefeito Oscar Procópio, dos joelcefcasasvereadores Maria da Guia (vice-presidente da Câmara), Edivaldo Araújo, Miguel Vieira, Lauro César, gerente regional de governo da CEF no Piauí, gerente da CEF agência Floriano Mariano Tenório, coordenadores e técnicos dessa instituição bancária, secretários municipais, representantes do Conselho Municipal de Habitação, do CREA e outras entidades, além das famílias contempladas.

Ao se pronunciar, a secretária de assistência social Amara Procópio ressaltou a importância do momento, que traz alegria não só para os contemplados, mas também para todos os envolvidos nesse processo.

A vice-presidente da Câmara, vereadora Maria da Guia também fez referência à importância desse dia, que representa o início da realização do sonho de muitas famílias carentes.

Em seu pronunciamento, o gerente da Caixa Mariano Tenório falou sobre esse empreendimento que contempla famílias de baixa renda.

casaspopularesfloO prefeito Joel Rodrigues encerrou o momento formal, com um pronunciamento entusiasmado, destacando o valor das parcerias com o governo federal, através da Caixa Econômica, que contribui valorosamente para diminuição do déficit habitacional, “É motivo de alegria, poder participar junto com as famílias, desse momento e ver esse sonho sendo realizado”, disse Joel, destacando que são mais de 50 milhões de reais de investimento que estão sendo aplicados no setor habitacional em Floriano.


Joel falou sobre mais um empreendimento que está sendo construído, conjunto habitacional Dr. Filadelfo Freire de Castro, com 492 casas, também no bairro Meladão.


O prefeito falou sobre a implementação de outras ações do seu governo na melhoria da qualidade de vida da população.

Após o sorteio, os donos das casas, acompanhados da equipe da Caixa Econômica Federal e da Prefeitura, foram fazer vistoria aos imóveis para averiguar as condições das casas que estão recebendo e assinar o termo de vistoria.

A entrega das unidades habitacionais vai ser no dia 23 de março, numa solenidade com a presença de várias autoridades, federais, estaduais e municipais.
SECOM

Subcategorias

A informação sobre como deve funcionar as empresas nessa quinta é da presidente da Classe Comerciária a líder Jocilena Falcão.  Ela recebeu o repórter Ivan Nunes, do Piauí Notícias, para externar sobre como será o funcionamento das empresas no Dia de Corpus Christi.

jocinala

Na entrevista, Jocilana informa que algumas empresas consideradas essências estarão em funcionamento, mas cumprindo o que determina a Lei e o acordo firmado entre as classes de patrôes e empregados do comércio local.

O Sindicato, ainda de acordo com ela, deve agir no caso de algum empreendedor descumprir o acordo. Veja a entrevista com a lider Jocilane Falcão. 

Da redação