• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

felipaooO Brasil vai enfrentar a Suíça em partida amistosa no segundo semestre do ano, após a Copa das Confederações, informou a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) nesta quarta-feira, 30. O jogo será na Basileia, na Suíça, no dia 14 de agosto e acontecerá no estádio St. Jacob Park.

 

A seleção enfrentará a Inglaterra, no dia 6 de fevereiro, no estádio Wembley, na Inglaterra, no jogo que marcará a volta do técnico Luiz Felipe Scolari à seleção.

 

O Brasil tem outros compromissos agendados esse ano contra Itália, Rússia, e mais uma vez diante da Inglaterra. A CBF também negocia com Chile e França para realizar amistosos este ano.

 

A meta da comissão técnica do Brasil é fazer 10 amistosos neste ano e a cota deve incluir o Super Clássico das Américas, com a Argentina.

 

 IG

tiradente3012013A 48 horas da estreia da Sociedade Esportiva Tiradentes na Copa do Brasil de Futebol Feminino 2013, as meninas do Tigrão enfrentam nesta quarta-feira, 30, às 16:00h, no Estádio Albertão, as meninas do River em amistoso de preparação para a estréia na competição nacional.

 

O primeiro jogo do Tiradentes na Copa do Brasil será sexta-feira, 2, a partir das 20:00h, contra o São Francisco do Conde-BA, no Estádio Albertão.

 

acessepiaui

 

 

galo3912013

 

Dono de um título catarinense e outro pernambucano em quase 10 anos de carreira, Alexandre Gallo é o novo técnico da seleção brasileira sub-20. O treinador, que estava no Náutico, foi escolhido pelo novo coordenador das seleções da base da CBF, o também ex-jogador

 

Gallo foi um volante de marcação de relativo sucesso nos anos 1990. Começou no Botafogo de Ribeirão Preto e passou, entre outros, por Santos, Portuguesa, Guarani, São Paulo, Botafogo, Atlético-MG e Corinthians, onde se aposentou, em 2001.

 

Já no ano seguinte foi auxiliar-técnico de Parreira, que hoje é coordenador técnico da seleção. Em 2004 Gallo começou a carreira de técnico, no Villa Nova-MG. Depois, trabalhou na Portuguesa, Santos, Inter, Figueirense, Atlético-MG, Bahia e Avaí, entre outros. Ele estava no Náutico desde o ano passado.

 

"Quero aproveitar para agradecer ao Náutico, que não criou nenhum obstáculo para que o Gallo venha ser o técnico da Sub-20. Trata-se de um profissional experiente que vem fazendo um bom trabalho pelos clubes os quais passou e por isso está credenciado para comandar a Sub-20", comentou o presidente da CBF, José Maria Marin, ao anunciar o nome de Gallo.

 

O ex-volante chega para o lugar de Emerson Ávila, técnico da seleção na fracassada campanha no Sul-Americano Sub-20, quando o Brasil foi eliminado com o último lugar do grupo na primeira fase. Na ocasião, Ávila, que era treinador do sub-17, reclamou que só na véspera da convocação ficou sabendo que comandaria também o sub-20, que estava sem treinador desde a saída de Ney Franco. Para ocupar o posto do agora técnico do São Paulo foram contratados Bebeto, que será coordenador da base, e Gallo.

 

Eliminado precocemente no Sul-Americano, o Brasil não vai defender seu título no Mundial da categoria. O próximo compromisso oficial é só no torneio continental de daqui a dois anos, no Uruguai.

 

futrbolinterior

 

sarah3012013

 

A campeã olímpica Sarah Menezes iniciou sua primeira etapa de treinamentos com a seleção brasileira de judô em 2013. A atleta piauiense integra um grupo de 43 convocados para as atividades no Centro de Treinamento do Time Brasil, no parque aquático Maria Lenk, Rio de Janeiro.

 

Desde a última segunda-feira, os judocas fazem avaliações físicas, técnicas, médicas, nutricionais e psicológicas. O trabalho vai até o dia 31 e marca o início da preparação para 26 competições internacionais em 2013. A primeira delas é o Grand Slam de Paris, na França, dias 9 e 10 de fevereiro, para o qual Sarah Menezes está confirmada.

 

"Temos atletas suficientes para atender a todos esses torneios e fazermos um bom papel em todos eles", garante o coordenador da seleção, Ney Wilson, destacando que manterá a parceria entre judô e Forças Armadas e o desporto universitário para a conquista de mais medalhas internacionais em suas competições.

 

"Além dessas, estamos dando grande importância à participação no World Masters (competição que reúne os 16 melhores atletas do ranking mundial em cada categoria de peso) e, principalmente, o Mundial do Rio de Janeiro em setembro”, frisa Ney Wilson. A Confederação Brasileira de Judô vai investir cerca de R$ 10 milhões na preparação dos atletas em 2013.

 

Além dos treinos, os judocas terão palestras sobre nutrição, estrategismo, dopping e mudança de regras.

 

Com informações da CBJ