• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

A respeitada revista "France Football" publicou, nesta terça-feira, um dossiê de 20 páginas em que acusa o Qatar de ter comprado votos para conquistar o direito de sediar a Copa do Mundo de 2022.

 

Entre os cúmplices desse esquema estariam as federações da França e dos Emirados Árabes e a própria Fifa. O ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, teria pedido que Michel Platini votasse no país asiático, algo negado pelo presidente da Uefa.

 

"Um dia fui convidado por Sarkozy a um evento em que estava presente o primeiro-ministro do Qatar. O senhor Sarkozy nunca pediu que eu votasse no Qatar, pois sabia que pensaria independentemente - declarou Platini que, mesmo assim, votou nos cataris, justificando na época a necessidade de se ter um Mundial no Oriente Médio.

 

A candidatura do Qatar ganhou graças a 14 dos 22 votos do Comitê Executivo da Fifa. Na época, os Estados Unidos eram os grandes favoritos e, segundo a "France Football", haviam falhas estruturais na proposta do vencedor.

 

Yahoo

weslley2912013O atacante piauiense Weslley Smith Alves Feitosa começou 2013 em um novo clube. O jogador continua na Coreia do Sul, mas dessa vez com a camisa do Chunnam Dragons.

 

Foi nessa equipe que o Weslley iniciou sua passagem pelo futebol asiático em 2011. Após um ano no Chunnam Dragons, o jogador, que pertence ao Corinthians (SP), foi emprestado para o Gangwon em 2012, depois de quase assinar com o Linense (SP).

 

Atualmente, o jogador faz pré-temporada com o Chunnam Dragons na Tailândia.

 

Weslley é o mesmo atacante que fez sucesso na Coreia do Sul no ano passado, em uma paródia do clipe do sucesso Gangnam Style, do rapper Psy, protagonizada pelo jogador.

 

Natural de Uruçuí (PI), Weslley foi descoberto no Campeonato Piauiense Sub-18 de 2009 e foi levado pelo Primavera, de Indaiatuba (SP), antes do torneio terminar. Depois, defendeu o Corinthians (SP) na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2011, competição na qual marcou três gols. Também jogou pelo Flamengo de São Paulo antes de ir para a Coreia.

 

 

cidadeverde

carlosUm dia após demissão de Aníbal Lemos o River- PI já tem um novo treinador, o paulista Carlos Rabello foi anunciado na tarde desta segunda-feira, 28, pelo presidente do clube, Elizeu Aguiar, e será apresentado aos seus novos comandados na quarta-feira 30.  

 

Com passagem por CRB, Bragantino e Atlético-GO, Carlos Rabello começa a treinar a equipe como uma missão: levar o time ao seu 28º título estadual e, de quebra, voltar a disputar uma competição nacional. A última vez que isso aconteceu foi em 2008, quando o River-PI disputou a Copa do Brasil.

 

“ Estamos confiantes. O treinador tem uma bagagem boa. Ele chega para nos ajudar a ser campeão piauiense”, afirma Elizeu Aguiar.

 

“River-PI vai brigar pela título”, afirma novo treinador

 

Sem ainda conhecer as peças que estarão à sua disposição, o novo técnico do River-PI, Carlos Rabello, está otimista. O treinador afirma que chega para brigar pelo título do Piauiense 2013.

 

“O River-PI, como é um time grande, tem que brigar pelo título, apesar das equipes do interior estarem ganhando nos últimos anos”, afirma o treinador.

Estreante no futebol piauiense, o novo treinador conhece o Galo pela organização e estrutura no futebol profissional.

 

“Nunca trabalhei por aí (no Piauí), mas quem está no mercado conhece o futebol dos estados e eu já trabalhei no Nordeste. A expectativa é excelente. O clube vem tentando se organizar e cumpre com as suas obrigações financeiras”, disse.

 

O último clube treinado por Carlos Rabello foi o Rio Branco (SP). À frente da equipe, foram seis jogos: duas vitórias e quatro derrotas na Copa Paulista.

 

Esperando uma campanha mais vitoriosa no River-PI, Rabello estréia no clube na próxima segunda-feira, 4, contra o Barras, no Estádio Lindolfo Monteiro, pela segunda rodada do Campeonato Piauiense.

 

GE PI


Até o momento não há informações concretas do público  e renda do jogo do Corisabbá contra o River, evento esportivo realizado no sábado, 26, à tarde, pois gilbertoduarte012013devido a problema da equipe florianense, parte do recurso foi confiscado pela Justiça.

 

 

Oficiais de Justiça apareceram no estádio e foram direto para o caixa e reteram um percentual do que foi arrecadado com a venda dos ingressos. 

 

Foi uma coisa inusitada, ninguém estava esperando e se trata de um problema, pois às vezes, até por uma questão de desorganização deixam o processo correr a revelia e na hora do pega pra capar...o oficial de justiça não está fazendo nada mais, nada menos que sua obrigação, disse Gilberto Duarte (imagem), diretor de futebol e um dos  homens de frente da equipe florianense.

 

 


Não houve informações concretas do que foi descontado da renda e levado pelos oficiais de justiça, mas a situação e o valor são aceitáveis, disse ainda Gilberto Duarte, colocando que o oficial poderia ter levado até 50% da renda, se ele quisesse.

 

A assessoria Jurídica do Corisabbá ficou, de no inicio desta semana procurar o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para tentar um acordo sobre os valores em questão. “Vamos tentar fazer um acordo no sentido de que em todos os jogos do Corisabbá tenhamos uma quota definitiva na faixa dos 10%”, disse o Gilberto Duarte que é diretor de futebol da representação florianense.  Quando foi perguntando sobre quanto o oficial teria levado de fato o diretor afirmou, “o oficial de Justiça me informou que  estaria levando R$ 1.000,00 e não sei bem o total da renda, mas ele levou R$ 1.000,00”.

 

 

Da redação

IMAGEM: piauinoticias