Com nanismo, garoto de 12 anos tem simpatia e inteligência gigantes

deficienciaQuem só vê tamanho, pode não enxergar a grandiosidade que habita o coração do alegre Gabriel Vidal, de 12 anos. Inteligente, bom aluno, prefere Português à Matemática, tira 10 em simpatia por onde passa. Ele ensina que são pequenos detalhes que podem mudar a vida de alguém para melhor. 

Acometido com uma deficiência que o impede de crescer, Gabriel mede 1,11 m – altura considerada de uma criança entre 5 e 6 anos - ele não consegue fazer todas as atividades que gostaria. Ainda bebê, ele foi diagnosticado com displasia metafisária, tipo Mckusick, considerada uma espécie de nanismo. Ele é um garoto que está entrando na fase da adolescência e, apesar da personalidade independente, possui limitações decorrentes da deficiência física, como pernas tortas, desvio na lombar e dificuldade para caminhar.

Na escola, mesas, bebedouros e demais ambientes foram adaptados para o conforto de Gabriel, que estuda desde os dois anos de idade na mesma escola. Contudo, é preciso fazer mais para oferecer a ele uma vida funcional, como explica a mãe: “Ele é tranquilo, entende as limitações, mas precisamos viabilizar uma forma que o deixe mais funcional, para que ele possa ir ao caixa eletrônico sozinho, pagar uma conta, alcançar prateleiras no mercado, fazer coisas que no cotidiano a gente não percebe as dificuldades que pessoas de baixa estatura passam”. 

  

O pequeno notável já realizou duas cirurgias nas pernas e se prepara para a terceira. As interferências são necessárias para impedir outros problemas de saúde. “Ele tem que fazer uma cirurgia para a correção óssea, porque senão ele vai sentir muita dor, vai ficar deformado e a qualidade de vida dele vai cair muito”, explica a mãe. 

Gabriel entende que a deficiência não é motivo para infelicidade, apesar de o julgarem triste quando o veem pela primeira vez. “As pessoas quando passam na rua me olham com canto de olho, mesmo que não queiram mostrar, dá pra perceber as pessoas me olhando como se eu fosse um menino triste, um coitadinho, mas nada a ver isso”, conta Gabriel. 

Hoje, a expectativa de altura máxima que os médicos deram para Gabriel é de 1,20m. Para isso, ele precisa fazer mais uma cirurgia com um especialista em alongamento ósseo. O tratamento envolve três etapas. “Primeiro será feita a correção das alterações ósseas e alongamento ósseo do membro inferior esquerdo. Depois, a correção das alterações ósseas e alongamento ósseo do membro inferior direito. Por último, o alongamento ósseo dos membros superiores para o corpo ficar uniforme. Não dá para fazer uma correção sem a outra porque senão ele fica com um membro desproporcional e terá mais dificuldade de locomoção”, explica a mãe e completa que a intenção da cirurgia é uma questão de deixá-lo funcional para as atividades cotidianas e dar uma possibilidade de vida melhor e sem dores.  

O custo da cirurgia que trará melhoria na qualidade de vida do Gabriel está além do poder aquisitivo da família. Todo o processo é estimado em R$180 mil.  A família já conseguiu R$20 mil, mas ainda precisa arrecadar R$160 mil. Por isso, foi iniciada uma campanha na internet para arrecadar o valor que falta. “Eu sou uma pessoa reservada, mas estou tendo que quebrar essa barreira para poder colocar a cara na tela e tentar conseguir a cirurgia dele”, conta a mãe de Gabriel. 

A campanha na internet está sendo lançada nesta segunda-feira (21), data que marca o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Interessados em colaborar com a campanha e ajudar Gabriel a crescer podem encontrar informações sobre a história deste pequeno notável no Instagram @alongajornadadegabriel. A vakinha para a cirurgia pode ser acessada clicando aqui

Fonte: Agência Educa Mais Brasil  

A Universidade Estadual do Piauí, através do Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL), informa aos candidatos do Exame de Proficiência em Língua Estrangeira (Inglês e Espanhol), que os links de acesso a sala da prova, a ser realizada pelo Google Meet, serão enviadas até amanhã (22) para os emails informados no ato da inscrição.

A prova de proficiência será realizada online no dia 23 de setembro. A duração da prova será de 2 horas e 30 minutos. Não será permitida a entrada de candidatos à sala virtual após o horário de início da prova. Os candidatos devem comparecer a sala da prova com no mínimo 30 minutos (Espanhol) e 40 minutos (Inglês) de antecedência para conferência dos documentos.

Os candidatos devem apresentar ao ingresso na sala virtual um documento de identidade com foto. Uma vez na sala virtual, cinco minutos antes da iniciação do Exame será disponibilizado no chat da sala o link da página online, login e senha onde estará disponível a prova.

Confira os horários:

Língua espanhola: 8h e 30min – 11h-Horário do Piauí.
Língua inglesa: 14:30 – 17:00h – Horário do Piauí.

Orientações Prova Online:

a) O CCHL não se responsabilizará por problemas técnicos pessoais do candidato. Mas, se houver falta de energia no local físico de realização da prova ou problema de conexão de internet, o candidato, mediante comprovação documental do fato, poderá solicitar uma nova prova. Esta solicitação será analisada pelo CCHL, podendo ser deferida ou não. No caso de deferimento, será agendado outro dia e horário para a aplicação de nova prova;
b) No momento da prova, o candidato devera acessar um computador com webcam;

c) O link para acesso a sala virtual será enviado por meio do e-mail informado pelo candidato na inscrição, até 1(um) dia antes da prova;
d) O candidato devera estar logado apenas no seu e-mail informado no ato da inscrição e acessar a sala virtual mediante o link encaminhado;
e) O candidato deverá entrar na sala virtual, no máximo, com 30 minutos de antecedência do horário da prova, para que o fiscal possa conferir seu documento com foto e registrar sua presença;
f) Não será permitido acesso à sala virtual depois do horário estabelecido para o início da Prova online.
g) Ao acessar a sala virtual, o candidato deverá manter a webcam e o áudio abertos;
h) A prova será desconsiderada para avaliação e para a atribuição de nota caso o candidato desligue seu áudio ou seu vídeo, ou saia da frente do computador, durante a sua realização;
i) O link e login e senha de acesso à prova serão disponibilizados até 5 min antes do início da prova, pelo chat da sala virtual google-meet;
j) A prova ficará disponível e habilitada para respostas apenas no dia e horário estabelecidos neste edital para sua realização;
k) O tempo de duração da prova é de duas horas e trinta minutos. Finalizado este período, o sistema não aceitará mais respostas;
l) Para realizar a prova, o candidato deverá escolher um local silencioso e sem circulação de outras pessoas;
m) Não será aceita outra pessoa junto ao candidato no momento da prova;
n) O candidato não poderá se ausentar do local onde se encontra, ou seja, não poderá sair da frente do computador, durante a realização da prova;
o) No momento da prova não será permitido acessar e-mails ou outros sites e janelas;
p) A sala virtual será fiscalizada do início ao término da prova e será gravada;
q) As ações realizadas no ambiente virtual, para a realização da prova, também serão registradas.

Confira:

edital do Exame de Proficiência.

Email para dúvidas e envio de informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

A Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PREXC), divulga as normas para submissão de trabalhos no X Seminário de Extensão (SEMEX).

O X SEMEX e VI Mostra de Comunidades acontecerão no dia 11 de novembro de 2020, como parte da programação do Seminário Integrado da UFPI. Na sua programação constam as seguintes atividades remotas: palestras, mostra de comunidades, oficinas, apresentações culturais e apresentação de trabalhos em forma de pôster, performance artístico-cultural e comunicação oral.

Além dos bolsistas PIBEX, PIBOC e do edital Covid-19 (que obrigatoriamente terão que participar),os coordenadores e alunos de ações vinculadas a programas e projetos de extensão não contemplados com bolsas cadastradas na PREXC poderão submeter trabalhos.

Confira as normas aqui.

 

Ufpi