Estímulo à produção de conhecimento e ao fomento de empreendimentos inovadores, a Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (PROPESQI), realiza no dia 17 de agosto, a partir das 10h, o lançamento do programa “InovaUFPI”. O lançamento do edital, que será transmitido pelo canal UFPITV no Youtube, contará com a presença do Reitor Gildásio Guedes e do Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação, Luiz Júnior.

Com um total de R$ 250 mil reais, o edital de seleção de Propostas Inovadoras de Negócios - InovaUFPI é voltado para o pagamento de bolsas a servidores e estudantes da UFPI que objetivam desenvolver projetos de negócios que potencializam a aplicabilidade de processos, produtos ou serviços inovadores. As propostas selecionadas serão incubadas na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Teresina (INBATE).

Segundo o Pró-Reitor Luiz Júnior, o programa é um esforço da Administração Superior da UFPI em mobilizar a comunidade acadêmica. “Além dos nossos docentes, temos um grande número de servidores técnicos que são mestres ou doutores, que também terão a oportunidade de concorrer ao edital. Nesse sentido, queremos incentivar projetos inovadores no âmbito da nossa Universidade”, afirmou.

InovaUFPI - O Programa vai selecionar propostas que serão incubadas em duas modalidades: Modalidade Prototipagem/MVP (Mínimo Produto Viável) com limite de R$ 50 mil reais de apoio financeiro por projeto; e na Modalidade Ideação, com limite de R$ 25 mil reais por proposta selecionada.

Vale salientar que as propostas na Modalidade Prototipagem/MVP deverão apresentar soluções compatíveis, no mínimo, com o nível 3 de maturidade tecnológica (TRL 3 - Technology Readiness Level). Já os projetos escolhidos na Modalidade Ideação terão que apresentar ideias de produtos (bens e/ou serviços) ou processos inovadores, com potencial para se transformar em empreendimentos que incorporem novas tecnologias.

Para a Coordenadora de Pesquisa e Inovação, Keylla Urtiga, o edital tem por intuito apoiar o desenvolvimento do ciclo de inovação de forma completa, até que os produtos possam alcançar o mercado. “Estamos envolvendo propostas que vão desde a ideação do produto até as que possuem um mínimo produto viável (MVP) desenvolvido. Então, se você tem um serviço, um processo ou um produto inovador poderá concorrer nessa chamada. A PROPESQI apoia fortemente o empreendedorismo impulsionado pela inovação em nossa instituição, o que estamos materializando por meio dessas iniciativas”, frisou.

Palestra sobre empreendemorismo e inovação

Como parte do lançamento do programa InovaUFPI, no dia 18 de agosto, às 10h, será realizado o Workshop ““Por que empreender: oportunidade de geração de negócios”. O evento será presencial e aberto ao público, ocorrendo no Auditório Salomé Cabral (CCE/UFPI).

Ufpi

Nos dias 8 e 9 de agosto, 38 estudantes do Curso de Administração do Campus Amílcar Ferreira Sobral (CAFS/UFPI), em Floriano, realizaram visitas técnicas à empresa alimentícia e ao Centro de Evento do Ceará.

visitya

A atividade teve coordenação do professor Jairo de Carvalho Guimarães, responsável pela disciplina Empreendedorismo. Na oportunidade, o grupo ainda visitou o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza.

Segundo o professor Jairo Guimarães, a proposta das visitas técnicas foi de aproximar o escopo teórico desenvolvido em sala de aula com a realidade das organizações, a fim de proporcionar, ao graduando em Administração, uma experiência singular e uma oportunidade única visando a estimular as possibilidades de crescimento, de intercâmbios e de amadurecimento profissional na área.

Ufpi

Mais de 9 mil estudantes recebem, a partir de hoje (12), o Bolsa Permanência, do Programa Universidade para Todos (Prouni). O auxílio, no valor de R$ 400, pode ser utilizado em despesas com material didático, livros, transporte ou alimentação e está disponível na conta dos estudantes.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), no total, o repasse é de mais de R$ 3,6 milhões para 9.220 beneficiários do programa.

O auxílio é concedido pelo MEC para que os bolsistas do Prouni consigam se manter estudando, “sem sacrificar o orçamento familiar”. Tem direito à Bolsa Permanência o estudante com bolsa integral do Prouni, que faz um curso de graduação com seis ou mais semestres de duração, que seja presencial e com carga diária superior a seis horas de aula.

“O Programa Bolsa Permanência Prouni tem por objetivo diminuir as desigualdades sociais, étnico-raciais e contribuir para a permanência e diplomação dos estudantes de graduação em situação de vulnerabilidade socioeconômica, em especial os indígenas e quilombolas, matriculados em cursos presenciais ofertados por institutos federais de ensino superior”, explica o ministério em nota.

Para receber o auxílio, o estudante precisa atender a vários critérios simultaneamente:

  • ter renda familiar per capita não superior a um 1,5 salário mínimo;

– estar matriculado em curso de graduação, com carga horária média superior ou igual a cinco horas diárias;

– não ultrapassar dois semestres do tempo regulamentar do curso de graduação em que estiver matriculado para se diplomar;

  • ter assinado Termo de Compromisso;

– ter seu cadastro devidamente aprovado e mensalmente homologado pela instituição federal de ensino superior, no âmbito do sistema de informação do programa. Funcionamento

Com os critérios atendidos, a Instituição Federal de Ensino Superior (Ifes) do estudante deve assinar Termo de Adesão ao Bolsa Permanência, disponível no sistema de gestão do programa. Nesse termo, a instituição fica obrigada a designar um pró-reitor, ou cargo equivalente, para realizar a operacionalização do programa.

Em seguida, a instituição deve divulgar sua adesão ao Programa Bolsa Permanência e mobilizar os alunos interessados. Os estudantes devem preencher cadastros com informações sobre o perfil socioeconômico e acadêmico.

Mensalmente, a relação dos alunos beneficiários será encaminhada pela Ifes ao Ministério da Educação, que homologará os nomes e os repassará ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que irá providenciar os pagamentos diretamente aos estudantes.

Agência Brasil

Os campi do Instituto Federal do Piauí fazem convocação em 3ª chamada dos candidatos excedentes no Classificatório 2022.2.

Nos campi onde a matrícula será on-line os candidatos deverão realizá-la na página http://matricula.ifpi.edu.br, utilizando o CPF como login e a senha o padrão ifpi@ + número de inscrição no seletivo.

Os candidatos devem ficar atentos aos documentos exigidos para cada modalidade e cota, segundo listado no edital.

Teresina Zona Sul - matrícula online, de 12 a 17 de agosto. Confira a convocação.

Floriano: matrículas on-line, nos dias 10 e 11 de agosto. Confira a convocação.

Ifpi