• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma
Teresina será sede do 1º Encontro Piauiense de Taxistas, o único do gênero no país, preparando os profissionais para a Copa de 2014 e as Olimpíadas em 2016. Entre os dias 23 a 25 de março, cerca de 1.200 profissionais de todo o Brasil deverão participar do evento no Jockey Clube. 

O encontro acontece em um momento oportuno que vem a atender a necessidade de qualificação da categoria. Visando também preparar estes profissionais para os grandes eventos nacionais. Serão realizados palestras e sorteios de vários prêmios para os taxistas credenciados.

 

Um carro Fiat Siena, motocicletas, DVD´s automotivos, viagens, vales gasolina e lavagem, pneus, celulares e GPS estão entre os prêmios a serem sorteados intercalados com a apresentação dos palestrantes.  Segundo Pedro Costa, diretor da Concept (Organização de Eventos Técnicos Científicos), empresa responsável pelo evento, informou que  o intuito do encontro é  qualificar a categoria  na cidade de Teresina.

 

“Nosso objetivo é levar informação aos taxistas. Queremos estar preparados para receber os turistas que estarão no Brasil em grandes eventos esportivos. As pesquisas indicam que muitas pessoas aproveitam o ensejo da Copa para visitar cidades vizinhas”, disse.

 

O 1º Encontro Piauiense de Taxistas reunirá representantes de vários estados como Bahia e Ceará.  O presidente da Fecone (Federação Interestadual de Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários, Táxis e Cargas da Região Nordeste) Eduardo Oliveira e Silva, também participará do evento.

 

Os   taxistas interessados em participar do encontro podem fazer as inscrições na Jelta Veículos, Frei Serafim, levando os documentos pessoais e carteira funcional do sindicato.
Com informações de Karytha Leal

Neste momento centenas de famílias estão reunidas no Conjunto José Pereira, bairro Meladão em Floriano, recebendo as chaves das cerca de 500 casas construídas com recursos federais com contrapartida do município.

casasAs casas populares ficaram prontas já há algum tempo e famílias, muitas que estavam morando às margens do rio Parnaíba se mostram satisfeitas com o imóvel.

Dois senadores da República: Wellington Dias (PTB) e Ciro Nogueira estão fazendo parte do ato que conta ainda com o prefeito de Floriano, Joel Rodrigues, vice-prefeito Oscar Procópio, o deputado federal Osmar Junior, vereadores e secretários do município.

Para acomodar as centenas de famílias que estão recebendo as casas populares, barracas foram montadas para proteger as pessoas do sol forte.
Da redação
Quem lidera a disputa é o pré-candidato do PDT à Prefeitura de Parnaíba, Joãozinho da Unimagem, que tem 25,67% das intenções de voto estimuladas (quando o entrevistador apresenta os nomes dos pré-candidatos ao eleitor para ele apontar em quem pretende votar); empatado com o pré-candidato do PSC, o ex-governador Francisco de Assis de Moraes Souza, o Mão Santa, que tem 24,33% das manifestações de voto estimuladas; e com o vice-prefeito da cidade, Florentino (PT), que tem 22,67% das intenções de voto, e o apoio do prefeito do município, José Hamilton Castelo Branco (PTB), que está concluindo seu segundo mandato no cargo.


Em seguida vem o pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Parnaíba, Tererê, com 10,67% das intenções de voto estimuladas; o pré-candidato do PMDB, médico Paulo Lages, com 6,33% das manifestações de voto ; e Francisco Gomes (PC do B), com 1% das manifestações de voto para prefeito.


6% dos eleitores afirmam que vão anular seus votos ou votar em branco e 3,33% declararam que são sabem em que votar para prefeito ou não querem opinar sobre as intenções de voto na disputa pela Prefeitura de Parnaíba.


As intenções de voto para a Prefeitura de Parnaíba foram pesquisadas durante os dias 17 e 18 de março com 300 eleitores com idade a partir dos 16 anos nas zonas urbana e rural do município pelo Instituto Piauiense de Opinião Pública – Amostragem, por encomenda do Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte.

 

O presidente do Instituto Amostragem, João Batista Teles, informou que a margem de erro da pesquisa é de até 5,54% para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Piauí, com o protocolo de número PI 00014/2012, no dia 16 de março. A pesquisa foi feita de forma não aleatória por cotas de sexo, faixa-etária, grau de instrução, classe de renda, zona (urbana, rural), bairros e povoados.


As entrevistas foram domiciliares e individuais. Foram pesquisados os seguintes bairros: Centro, Rodoviária, Alto Santa Maria, Rosápolis, Santa Luzia, São Francisco da Guarita, São José, São Judas Tadeu, Catanduvas, São Vicente de Paula, Ilha Grande de Santa Isabel, Sabiazal, Fátima, Cantagalo, Fazendinha, Bebedouro, São Francisco, Broder Ville, Conjunto Joaz Sousa, Rua Frei Higino, Betânia, Esperança III, Nova Esperança, Do Carmo, Tabuleiro, Campos, Ceará, Esperança I,II, Dirceu Arcoverde, Mendonça Clarck, João XXIII, Nova Parnaíba, Piauí, Pindorama, Reis Veloso, Jardim das Acácias e os povoados: Baixa da Carnaúba / KM 16, Lagoa da Prata, Portinho, São José / Céu, Rancharia.


Empate persiste quando a disputa é só entre 3

A pesquisa Instituto Amostragem – Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte fez o levantamento das intenções de voto dos eleitores de Parnaíba estabelecendo vários cenários.


Em um dos cenários prevalece o empate entre os pré-candidatos Joãozinho da Unimagem, com 30,67% das intenções de voto estimuladas; Mão Santa, com 29,33% das intenções de voto; e Florentino, com 29% das manifestações de voto.

 

Neste cenário, 8% dos eleitores pretendem votar em branco ou anular seus votos e 3% não sabem ou não querem opinar. Em uma hipotética disputa exclusiva entre Mão Santa e Florentino, o ex-governador venceria com 43,33%, com o vice-prefeito de Parnaíba ficando com 37,67%.


14,67% dos eleitores afirmaram que votariam nulo ou em branco e 4,33% não sabem ou não querem opinar sobre essa possibilidade. (E.R.)


Tererê e Mão Santa lideram rejeição em Parnaíba

 O pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Parnaíba (345 km de Teresina), Tererê, tem o maior índice de rejeição entre os que disputam o cargo de prefeito. Ele tem índice de rejeição dos eleitores de 28,67%, segundo pelo ex-governador Mão Santa, que tem índice de 27,67%.


Florentino tem a rejeição de 20,33% dos eleitores; Francisco Gomes tem rejeição de 15% dos eleitores; e Paulo Lages tem índice de rejeição de 14,33%


Joãozinho da Unimagem tem o menor índice de rejeição dos eleitores entre os pré-candidatos a prefeito de Parnaíba, o de 7%. 6,67% dos eleitores não rejeitam ninguém. 9,33% dos eleitores não sabem ou não querem opinar e 2,67% querem votar em branco ou anular seus votos. (E.R.)


Empate também persiste na espontânea em Parnaíba

Na pesquisa de intenções de voto espontâneas (quando o entrevistador pergunta ao eleitor em quem ele vai votar sem oferecer os nomes dos pré-candidatos) feita pelo Instituto Amostragem e Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte, aparecem empatados Mão Santa, neste caso na frente com 13%; seguido de Florentino, com 12,33%; e Joãozinho da Unimagem, com 10,67%. Tererê aparece com 4,33% na pesquisa de intenções de voto espontâneas.


Paulo Lages aparece com 1%; a deputada estadual Juliana de Moraes Souza, com 0,67%, mesmo índice de intenções de voto do Professor Iweltman. Aparecem com 0,33% das intenções de voto espontâneas Adalgisa de Moraes Souza, mulher de Mão Santa; Geraldinho; o senador Wellington Dias (PT); Ceará; e o vereador Carlston Pessoa.


O prefeito de Parnaíba, José Hamilton Castelo Branco tem 5% das intenções de voto espontânea, mas ele não pode disputar o cargo por ter sido reeleito em 2008.


Na pesquisa de intenções de voto espontânea, 42,67% dos eleitores afirmaram não saber em quem votar ou não opinaram; e 8% afirmaram que não querem votar em nenhum candidato, pretendem anular ou votar em branco. (E.R.)


José Hamilton tem capacidade de transferência de votos em 34,67%

A pesquisa Instituto Amostragem – Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte quis saber o poder de transferência de votos do prefeito de Parnaíba, José Hamilton Castelo Branco, do PTB.


O seu poder de transferência de votos é de 34,67%. Este é o percentual de eleitores que afirmam aumentar sua intenção de voto ao candidato que tem o apoio de José Hamilton.


Para 36,33% dos eleitores de Parnaíba o apoio de José Hamilton Castelo Branco a um candidato não muda sua intenção de voto.


Na opinião de 22% dos eleitores o apoio de José Hamilton diminui sua intenção de votar no candidato. 7% dos eleitores não souberam opinar ou não quiseram apinar sobre o poder de transferência de votos de José Hamilton. (E.R.).




ProParnaiba

batalhasemenergiaA falta de respeito da Eletrobrás para com o consumidor é um descaso total. Isso é do conhecimento de todos, pois a energia distribuída por essa empresa é de péssima qualidade.


A causa disso tudo pode englobar a ingerência de vários diretores que passaram pela antiga CEPISA, onde a maioria eram políticos indicados para ocupar papel de destaque. Entender de energia, nenhum sabia e nem mesmo o próprio Ministro das Minas e Energia sabe.


Na localidade Anajá, próxima a localidade Palmeira, em Batalha, está há vinte dias sem energia elétrica e nenhuma providência por parte desta empresa foi tomada, o que piora a situação.


Na zona urbana de Batalha (imediações do Balneário Bela Vista) cinco famílias estão sem energia faz dois meses, inclusive uma senhora com mais de 78 anos. É que um transformador queimou e até hoje a Eletrobrás não mandou substituir o equipamento defeituoso.



Folha de Batalha

Subcategorias

A informação sobre como deve funcionar as empresas nessa quinta é da presidente da Classe Comerciária a líder Jocilena Falcão.  Ela recebeu o repórter Ivan Nunes, do Piauí Notícias, para externar sobre como será o funcionamento das empresas no Dia de Corpus Christi.

jocinala

Na entrevista, Jocilana informa que algumas empresas consideradas essências estarão em funcionamento, mas cumprindo o que determina a Lei e o acordo firmado entre as classes de patrôes e empregados do comércio local.

O Sindicato, ainda de acordo com ela, deve agir no caso de algum empreendedor descumprir o acordo. Veja a entrevista com a lider Jocilane Falcão. 

Da redação