custodiaDuas mulheres foram presas na tarde desta quarta-feira, 03, ao tentarem entregar celulares e drogas paras os companheiros internos da Casa de Custódia. De acordo com a direção do presídio, as mulheres levaram os objetos no corpo.

 

“A abordagem aconteceu por volta das 15:00h durante vistoria de rotina nas visitantes antes de ser liberado o acesso para as instalações do presídio”, conta o diretor da Casa de Custódia, capitão Dênio Marinho.

 

As mulheres, que não tiveram identidades reveladas, receberam voz de prisão e foram encaminhadas para a Central de Flagrantes. O destino dos objetivos eram os companheiros das visitantes. Ambos estão reclusos no pavilhão D.

 

“Com uma delas encontramos drogas do tipo maconha, crack e uma bateria de celular dentro do corpo. Com a outra achamos nove baterias de celular e carregador solar junto ao corpo dela”, explica o diretor.

 

cidadeverde

casaqueiNa madrugada desta quarta-feira, 03, a moradora do bairro Pedreiras, Maria dos Remédios, (Nenen), 43 anos, foi encontrada morta, com o corpo carbonizado em sua residência.

 

De acordo com informações, ela morava sozinha e as investigações dão conta que uma vela provavelmente tenha causado o acidente.

 

O corpo que ficou irreconhecível foi levado para Teresina para fazer a perícia.

 

 

piripiri40graus 

 

O Ministério  Público já  foi procurado por inúmeras pessoas que se envolveram no sistema de compras premiadas em Floriano-PI e agora estão tendo problemas, por investirem em compras e  não terão os objetos entregues no prazo confirmando entre as partes. Alguns clientes foram contemplados e não receberam pelos produtos que estavam pagando e outras pagaram todas as mensalidades e também não tiveram os produtos negociados em mãos.

 comprapremiada0


O empresário Val Leite está preso e um outro que ainda não teve o nome revelado fechou a empresa e desapareceu. O promotor de Justiça que representa o Ministério Público local Arimatéia Dourado já recebeu denúncias sobre os casos, participou de audiências e agora se manifesta sobre a situação.

 


De acordo com a autoridade um dos empresários envolvidos já fez um acordo e prometeu ressarcir as pessoas que estão como clientes. Quanto a Eletromotos Leite nós temos um termo de acordo onde eles se comprometeram em quitar os contratos sorteados e quitados até o dia a 22 de abril, relata o Promotor afirmando que existem outros acordos que eles vem cumprindo, concluiu afirmando, “inclusive em Amarante foram feitos alguns acordos e eles vem cumprindo, agora no que se refere a Eletromais, essa situação complicou um pouco porque foi instaurado um procedimento e nós  requisitamos uma documentação, eles apresentaram uma parte, mas de repente antes de vencer o prazo para e entrega do restante da documentação, eles fecharam a loja e de acordo com informações na madrugada de segunda para terça da semana passada eles levaram o material e móveis que tinham na loja de Floriano”, explicou o promotor enfatizando que o próprio advogado que estava na defesa das pessoas dessa empresa não sabe onde elas estão, e que teria também ficado no prejuízo.

 


Com essa conduta, coloca o promotor Arimatéia Dourado, entende-se que houve um estelionato e que um inquérito policial já foi instaurado e está investigando o caso para saber o que de fato aconteceu. As pessoas que estão se sentido prejudicadas no sistema de compra premiada estão ajuizando ações no Juizado para reaver o valor pago. As denúncias ou queixas devem ser feitas inicialmente na Central de Flagrantes da Polícia Civil.

 

Ter, 02 de Abril de 2013 18:01

Já chega a oitenta o número de queixas contra dono de venda premiada em FLO. O MP entra no caso

 

 

Da redação

IMAGEM: piauinoticias.com

rgUma quadrilha com três estelionatários foi presa em flagrante na tarde desta terça-feira, 2, na agência do Banco do Brasil localizada no Quartel do Comando Geral (QCG), em Teresina. O grupo, com origem em Brasília é acusado de aplicar golpes em hotéis, agências de turismo e bancos em vários Estados brasileiros.

 

Segundo informou o tenente José Medeiros, das Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), os estelionatários foram identificados como: José Cleidson Lacerda de Medeiros, 33 anos, Gladson Bernardo Melo, 28 anos, e Zenildo Leite Santana Júnior, 30 anos.

 

As prisões foram realizadas após uma guarnição que estava próxima a agência ter suspeitado da atitude de dois dos acusados. Os homens se passavam por membros do alto escalão do governo Federal. Com eles foram apreendidas 22 carteiras de identidade falsas, notebook e contracheques com valores de até R$ 7.998,71.

 

“Após suspeita foi feita a abordagem ainda na agência. Eles informaram que estavam hospedados em um hotel que fica em frente ao Aeroporto de Teresina. Lá prendemos o terceiro integrante. No local encontramos vários documentos que indicam ser de vítimas da quadrilha”, informou tenente Monteiro.

 

Os comprovantes de rendimentos eram do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). No quarto de hotel também foram encontrados uma máquina para falsificar documentos, cartões de crédito, carteiras de trabalho e cheques.

“A última passagem deles foi por Luís Correia. Eles foram abordados hoje na agência bancária localizada no Quartel de Comando Geral da Polícia Militar com atitudes suspeitas. Possuímos fotos provando que eles fazendo farras com os golpes”, diz José Monteiro, da Rone.

 

Segundo a polícia, eles são acusados de terem aplicados golpes em 15 agências pelo Brasil. No quarto do hotel também foi localizado um pen-drive. No dispositivo encontravam-se o layout do contracheque. Com a posse dos documentos, o grupo alterava a logomarca e os dados referente a salários. As vitimas são servidores do Ministério da Educação e do Trabalho.

 

“Eles falsificam as identidades das pessoas de outros Estados, geralmente funcionários do alto escalão do governo federal, por causa dos altos salários para dar os golpes. Os prejuízos no Piauí podem chegar a R$ 40 mil”, explica o tenente Monteiro.

 

Após as prisões, os três acusados foram encaminhados a Central de Flagrantes.

 

Com informaçoes do cidadeverde