×

Observação

There is no category chosen or category doesn't contain any items

A superlotação nas cadeias em todo o país já não é mais novidade e várias cidades do Brasil já sofrem com este problema. O município de São João do Piauí é dos que atualmente convive com a super lotação.

 

Na cidade 15 homens estão presos na unidade que tem capacidade para 10 detentos. Justamente por isso, o delegado Jorge Terceiro teme que haja fugas e já solicitou ao juiz transferência de todos os presos para o presídio de São Raimundo Nonato. De acordo com o delegado, o juiz Edvaldo Rebouças Neto ainda não autorizou a transferência dos presos, que estão detidos por crimes graves como, assalto, estupro, tráfico, homicídio e alguns que foram enquadrados na Lei Maria da Penha por agressão e tentativa de homicídio.

 

“A superlotação carcerária atrapalha, a delegacia de São João conta com poucos agentes, o agente de plantão não pode se ausentar sequer para entregar uma intimação, pois além de fazer a vigilância tem que aguardar os familiares que vem trazer alimentação para os presos, além disso, não é função da Polícia Civil cuidar de preso, a delegacia não oferece nenhuma segurança, no ano passado um preso de alta periculosidade fugiu cerrando o cadeado da cela”, afirma Jorge Terceiro.

 

Por determinação da legislação brasileira, os presos não podem ficar em delegacias, o tempo permitido é no máximo 10 dias, que é o prazo de termino de inquérito, longo vença o prazo os presos deverão ser encaminhados para um presídio.

Segundo Jorge Terceiro, na delegacia de São João do Piauí há casos de presos que já estão detidos há quase dois anos e a justiça não autoriza a transferência para o presídio.

 

“Alguns presos são de outros estados e dependem da solidariedade do colega de cela para se alimentar, já que a delegacia não fornece alimentação”, enfatiza o delegado.

 

Com informações do Portal Jenipapo

 

informações confirmam que cinco homens armados invadiram a agência do Bradesco, no centro do município de União, municipio qie fica a 59 km de Teresina, e destruíram o caixa eletrônico com um tiro de escopeta. O crime foi durante a madrugada deste domingo, 9. O assalto só não foi concluído pela grande movimentação de pedestres na rua da agência.

 

De acordo com o plantonista da delegacia, a ação foi rápida e aconteceu por volta das 3h. "Eles chegaram, estacionaram o veículo a 20 metros da agência, arrombaram a porta e atiraram contra o painel do caixa eletrônico com um tiro de escopeta", confirmou.

 

O agente disse ainda que dois dos suspeitos ficaram do lado de fora da agência intimidando as pessoas que passavam. "Apenas três entraram no Bradesco. Os outros ameaçavam as pessoas para que ninguém se aproximasse. Esses de fora estavam armados de pistola e chegaram a ordenar que as pessoas deitassem no chão", acrescentou.

 

A polícia faz diligências para encontrar os cinco suspeitos, que fugiram antes da chegada da PM. Na análise do plantonista, a ação foi realizada por amadores, sem planejamento. "Estava havendo uma festa em um clube próximo, então havia muita gente na rua. Pelo que podemos ver, eles não organizaram o assalto, por isso desistiram quando viram a quantidade de pessoas na rua. Mas, o que preocupa é que eles estavam fortemente armados, com escopetas e pistolas".

 

Ainda há dúvidas sobre o veículo utilizado pelos suspeitos. "O que se sabe é que era um modelo Sedan de cor escura. A placa não foi anotada, mas o carro tinha quatro portas", finalizou o agente.

 

 

cidadeverde

Um acidente no centro de Altos por volta das 7h deste domingo (09) deixou um motociclista gravemente ferido. A vítima seguia pela Avenida João de Paiva e quando tentou acessar a BR 343 foi colhido por um Gol, que seguia no sentido Teresina/Campo Maior. O motociclista foi arremessado para longe e ficou com o pé gravemente ferido.

 

O motorista do carro parou e prestou socorro à vítima.Uma ambulância do SAMU rapidamente chegou ao local e conduziu o motociclista ao Hospital de Altos.

 vitimaaltos

A Polícia Rodoviária Federal esteve no local realizando perícia.É mais um acidente que acontece por conta da imprudência e principalmente pela ausência de sinalização. No local, há meses que o único semáforo da cidade lamentavelmente não funciona.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações do Portal de Altos.

 

 

 

Disparos efetuados nessa madrugada de domingo, 9,   numa danceteria que fica num trecho da avenida Esmaragdo de Freitas, região do Cais da Beira-rio em Floriano-PI, deixaram pelo menos duas pessoas feridas.

 

O acusado dos disparos é Júlio Cesar Alves que teria atingido na sua ação criminosa Wagner Coelho Torres e Carla Patrícia, isso de acordo com informações da Policia Militar  que teve no local da ocorrência.


As vítimas foram socorridas  e encaminhadas em seguida para o Pronto Socorro do Hospital Regional Tibério Nunes, bairro Manguinha, onde receberam os primeiros atendimentos e como o estado de saúde da jovem Carla era mais delicado por ter sido ferida na face, ela teve que ser encaminhada para um Hospital de Teresina.

 

 Júlio César Alves que está sendo apontado como o autor dessas tentativas de homicídios  foi preso e encaminhado para a Central de Flagrantes onde foi autuado e em seguida encaminhado pela Justiça para um dos pavilhões do Presídio Gonçalo de Castro que fica na comunidade Vereda Grande, zona rural do município.

 

 

Da redação