Com a morte do cronista social Hayala, fato ocorrido nos primeiros minutos dessa segunda-feira, 7, o Piauí Notícias citou numa matéria alguns das pessoas que atuaram na comunicação florianense na área do cronismo social e declinou os nomes da Magaly Carlos, Jocy Astor e do hoje de saudosa memória o Hayala (Francisco Marcelo).

vilarinho

O internauta e professor Carlos Vilarinho (foto) que costuma acompanhar a história de Floriano, nos mais diversos aspectos, numa mensagem ao portal cita outros nomes que marcaram a radiofonia florianense atuando na Crônica Social local e que se tornaram ícones da comunicação nesta área.

O professor lembra do pioneirismo da crônica social e ressalta que, antes do Hayala chegar na cidade florianense procedente de Nazaré do Piauí na década de 1970 o colunismo social já era muito forte em rádios locais, pois as rádios eram os únicos meios de comunicação de massa da época e todas as pessoas, sem exceção, paravam para ouvir os programas.

“Atuaram como cronista social a Maria Isaura Atem (in memoriam), que foi a pioneira, Tereza Chaib (in memorium), Magaly Carlos, a hoje empresária Graça Costa e Silva e o Jocy Astor”, coloca o professor afirmando que 'historicamente' atuaram ainda como cronista a Maricildes Costa ( in memoriam) ex-Miss Piauí que foi a primeira florianense a ganhar esse título, Nice Lourdes, Eulália Pereira, Maria Isaura Atem (in memoriam), Graça Costa, Jocy Astro e a Rubenita Ferreira de Sousa.

O Jocy Astor, destaca o professor Carlos, chegou a escrever para a coluna da Revista Sétimo Céu.

 

Da redação

IMAGEM : face

Colaboradores do portal Piauí Noticias acompanharam o velório, cortejo e sepultamento do corpo do cronista social Hayala, fato ocorrido nessa segunda-feira, 07, em Floriano.

O corpo do cronista foi sepultado no final da tarde no Cemitério de Santa Cruz, na comunidade Alto da Cruz.

hayala6

Os famíliares do radialista que era o proprietário do jornal Pefil estavam recebendo sendo confortador por membros da comunicação local, amigos e populares.

Da redação

 

Foi encerrada na noite de domingo, 6, a tradicional Festa de Santo Reis em Floriano. O evento cultural ainda vive, com mais intensidade, na zona rural onde homens se vestem com roupas típicas, usam caretas e saem durante algumas noites de casa em casa com danças culturais ao som de instrumentos artesanais e sendo acompanhados por um grande número de pessoas.

reis

O Israel Caminha (Imagem centro), da localidade Porteiras, foi uma das pessoas que teve a frente dessa festa cultural e afirma que foram seis noites de grande movimento e com presenças de muitas pessoas.

reis0

“Foram seis noites, tivemos em várias residências e visitamos as comunidades Morrinhos e Saco”, disse ele. O encerramento do festejo de Santo Reis foi com uma missa e, em seguida, houve atrações com apresentações de bandas locais.

reis1

As manifestações de encerramento foram até a madrugada dessa segunda-feira, 07. Autoridades e populares da zona urbana também se envolveram nas celebrações de Santo Reis, pois o grupo se apresentou no Floriano Clube, área central da cidade.

reis2

 

Da redação

 

Pouco depois das 17:30h de hoje o corpo do cronista social Hayala, empreendedor do Jornal Perfil, deixou o Memorial Floriano, bairro Manguinha, carregado por familiares e amigos para o carro da empresa Dario Pax que seguiu com o mesmo em cortejo acompanhado por um grande número de pessoas.

O Cronista foi velado por todo o dia e inúmeros amigos da imprensa, empresários e líderes sindicais e de órgãos estiveram presentes.

Uma das autoridades religiosas presentes foi o frei Alfredo, presidente da emissora de Rádio Santa Clara AM onde o cronista trabalhou por décadas.

O cortejo foi do Memorial Floriano, Bairro Manguinha, até o cemitério de Santa Cruz, bairro Alto da Cruz, onde o corpo foi sepultado.

O ex- vice-prefeito e professor Oscar Procópio, os vereadores Salomão Holanda e Celso Soares, os empresários Nadir e Chico, a líder sindical Maria Cândida, o presidente da Associação Florianense de Imprensa o comunicador Ivan Nunes, Carlos Iran, Joilson Leandro, Junior Leão e outros amigos dos familiares e do cronista marcaram presença.

Hayala, de acordo com familiares, faleceu por volta 00:08h dessa segunda-feira, 07.

 hayala4

hayala5

hayala6

Familiares e amigos velam, em Floriano, o corpo do cronista social Hayala

Morre, em Teresina, o cronista social florianense Hayala

Logo Hayala estará de volta a FLO e ao seio da sua família, diz Dr. Marcus

Cronista Hayala é transferido de FLO para um hospital de Teresina

O cronista social Hayala será ainda hoje transferido para Teresina

O cronista social Hayala deve ser encaminhado para Teresina

Hayala está internado em Clínica de FLO e com a saúde estável

 

 

 

Da redação

IMAGENS: piauinoticias