O Procurador Regional Eleitoral no Piauí, Patrício Noé da Fonseca, ofereceu ontem,7 de outubro de 2018, proposta de transação penal contra José Pessoa Leal, vulgo Dr Pessoa, candidato a governador do estado do Piauí pelo Partido Solidariedade, e contra o candidato a senador do estado do Piauí pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), Francineto Luz de Aguiar, vulgo Frank Aguiar, por violação do sigilo do voto e por quebra da confiabilidade da urna eletrônica e da Justiça Eleitoral.

pessoa

 A transação penal teve como base, notícias veiculadas na imprensa piauiense, onde o candidato Dr Pessoa, por ocasião do seu voto, e junto a Frank Aguiar, na Unidade Escolar Professor Antilhon Ribeiro Soares, no bairro Lourival Parente, zona Sul de Teresina, violaram o sigilo do voto, propiciando a invasão da cabine indevassável de votação no momento em que a urna era alimentada com o voto do candidato a governador do estado.

 Para o PRE, os citados candidatos incorreram nas disposições do Art. 312 do Código Eleitoral, “violar ou tentar violar o sigilo do voto” com pena de até 2 anos de detenção, o qual é de menor potencial ofensivo e admite transação penal, na forma do Art. 76 da Lei nº 9099/95.

 Para Patrício da Fonseca "com essa atuação, o Ministério Público Eleitoral busca cumprir sua missão constitucional de defesa da ordem jurídica e do regime democrático, sobretudo diante do atual estado de maliciosa desinformação e criminosa propagação de falsas notícias que põem em risco não apenas a credibilidade da Justiça Eleitoral como o próprio Estado e as instituições democráticas. Além de ser esclarecido da inveracidade das infundadas acusações de fraude nas urnas eletrônicas, o cidadão precisa estar ciente de que a garantia constitucional de livre manifestação do pensamento não justifica a divulgação abusiva de notícias de fraude sabidamente inverídicas visando a provocar atuação das autoridades públicas, conduta que, inclusive, pode configurar o crime tipificado no Art. 340 do Código Penal brasileiro. O objetivo maior do Ministério Público é esclarecer e impedir o curso dessas notícias falsas", enfatizou.

 

Confira a íntegra da transação penal em www.mpf.mp.br/pi.

 

Assessoria de Comunicação Social

Ministério Público Federal no Estado do Piauí

Centenas de pessoas estavam na missa que houve na manhã de sábado, 6, na Igreja da Paróquia de São José Operário, bairro Caixa D`Água, em Floriano, onde estavam os restos mortais do José Araújo, da filha e de uma neta.

zearujo

A missa contou com presenças de um grande número de pessoas e após o momento de oração pelas vítimas de um trágico acidente ocorrido na noite de quinta-feira, 05, algumas homenagens foram prestadas.

Um padre foi quem presidiu o momento de dor para a esposa do Zé Araújo, filhos e outros famílias que estavam presentes. Os três corpos foram colocados lada o lado no interior do templo religioso.

O médico Luimar de Jesus Santos que por muitos anos trabalhou ao lado do Zé Araújo, na antiga SUCAM, foi prestar as últimas homenagens ao amigo.

Quem também se manifestou foi o João que era um amigo pessoal do José Araújo e da família. Muita comoção ainda no momento do sepultamento dos corpos que ocorreu após a missa no Cemitério São Pedro de Alcântara.

luimar

zearaujo0

Os restos mortais de Zé Araujo, Izabella e Alícia já estão com os familiares em FLO

Da redação

 

joaquimUm eleitor de 100 anos de idade deu uma lição de cidadania ao exercer o direito do voto. De cadeira de rodas e com ajuda de um cuidador, Joaquim da Silva Copeiro, antigo maestro da banda de música Santa Cecília, votou na Escola Municipal Juarez Tapety, em Oeiras, e declarou: "acredito no futuro do Brasil".

"Ele falou que tem compreensão dos fatos e fez análise dos candidatos. Ele é um cidadão respeitadíssimo em Oeiras e disse que apesar do voto dele ser dispensável, não deixa de ter responsabilidade pelas coisas sérias do Brasil. Ele é um grande exemplo", disse o promotor de Justiça Carlos Rubem Campos Reis, que registrou o momento e divulgou em sua rede social.

Na seção eleitoral, Joaquim Copeiro conquistou sorrisos e olhares curiosos. Como não teve a digital reconhecida pelo leitor biométrico, assinou a folha de votação e seguiu para a urna eletrônica, onde demorou apenas alguns segundos para votar em seus candidatos.

joaquimm

muraldavila

Uma mulher identificada por Isabel Ribeiro dos Anjos que estava na cabine de votação numas das seções eleitorais, localizada no Centro de Ensino Ney Braga, situado na Avenida Mário Bezerra, em Barão de Grajaú-MA se sentiu mal e morreu ainda no local.

O caso foi na manhã de hoje, 7. A senhora Isabel, que é máe do empresário florianense Leudivan dos Anjos, chegou a ser amparada pela equipe da Justiça Eleitoral.

isabel

Leudivan tem residência em Barão de Grajaú, mas atua como empresário no município de Floriano-PI.

O corpo, que deveria passar por exame cadavérico, foi encaminhado para o Hospital Municipal Barjornas Lobão.

Na seção, as pessoas ficaram assustadas e houve populares que tentaram ainda ajudar.

 

Da redação

IMAGEM: familia

sdsdsdsds