• Jorge Batista Promocional
vegetaisBrócolis, repolho, couve-flor, nabo, couve-de-bruxelas. Os chamados vegetais crucíferos aumentam a chance de sobrevivência de mulheres com câncer de mama, de acordo com um estudo que contou com informações de chinesas diagnosticadas com a doença entre 2002 e 2006. Os dados são do jornal Daily Mail.


Os pesquisadores acompanharam cerca de 5 mil pacientes por cinco anos depois de descobrirem a enfermidade. Constataram que, quanto mais vegetais crucíferos consumiam durante os primeiros três anos, menor era a probabilidade de morrer.


Com o aumento da ingestão das iguarias, o risco de morrer de câncer de mama caiu entre 22% e 62% e, de morrer por todas as causas, entre 27% e 62%. A possibilidade de recorrência da doença diminuiu entre 21% e 35%.


"O nível de compostos bioativos, como isotiocianatos e indóis, que desempenham um papel nos efeitos anticancerígenos dos crucíferos, depende da quantidade e do tipo de vegetal consumido", disse a líder do estudo, Sara Nechuta, da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos. A cientista acrescentou que são necessários outros testes para avaliar os níveis dos compostos bioativos em cada alimento.



Ponto a Ponto ideias

No verão, praticar esportes ao ar livre é mais prazeroso do que ficar dentro da academia. No entanto, é preciso respeitar algumas regras durante a época mais quente do ano.


Além de não dispensar o uso de filtro solar durante os exercícios, é fundamental respeitar o horário mais ameno do sol e procurar se exercitar antes das 10:00h e depois das 15:00h. Conheça como algumas atividades ao ar livre podem beneficiar o corpo:


Corrida

Recomenda-se 30 minutos de corrida no mínimo. Quando associada a uma dieta equilibrada, ajuda a emagrecer e melhora o condicionamento físico.


Caminhada

Atividade ideal para quem está acima do peso e sem condicionamento físico.


Wakeboard

Deve ser associado à musculação para não sobrecarregar as articulações que são muito exigidas em sua prática.


Remo

Ao mesmo tempo em que trabalha a parte aeróbica desenvolve a resistência muscular e a coordenação motora.



Agência Estado

academiaO Ministério da Saúde liberou R$ 840 mil para a construção de Academias da saúde em seis municípios do Piauí. Os beneficiados são Floriano (R$ 180 mil), Madeiro (R$ 180 mil), Pedro Laurentino (R$ 100 mil), Picos (R$ 180 mil), São Miguel do Fidalgo (R$ 100 mil) e São Miguel do Tapuio (R$ 100 mil). Os valores serão transferidos do Fundo Nacional de Saúde (FNS) para os fundos municipais e os polos deverão estar concluídos em até dois anos.


Os municípios ainda receberão um custeio anual de R$ 36 mil para o pagamento de despesas correntes como capacitação, salário dos profissionais e aquisição de material de consumo. É obrigatória a contratação de um profissional de nível superior (como professor de educação física) com carga horária semanal de 40 horas ou dois com carga horária mínima individual de 20 horas semanais.


O Programa Academia da Saúde foi criado em abril de 2011 para oferecer atividades físicas, orientação nutricional, oficinas de artes cênicas, dança, palestras e outras atividades que promovam modos de vida saudáveis. O objetivo do Ministério da Saúde prevenir e reduzir mortes prematuras por Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT).


A meta até 2022 é melhorar os indicadores relacionados ao tabagismo, álcool, alimentação inadequada, sedentarismo e obesidade. Ao todo, o Governo Federal liberou R$ 5,9 milhões para a construção de 41 polos em 40 municípios de sete Estados da região Nordeste. Até 2014 deverão ser habilitadas cerca de quatro mil Academias da Saúde em todo o País.
Com informações do MS
secretarioO presidente da Agência de Fomento do Piauí e ex-secretário de Fazenda do Estado, Antônio Rodrigues Neto foi submetido a uma cirurgia cardíaca de emergência no início da tarde de hoje. Neto vai implantar uma válvula cardíaca em uma clínica particular de Teresina.


Segundo informações obtidas, Neto, que é um dos petistas histórico do Piauí, tendo disputado vários cargos e que é atualmente o segundo suplente de deputado federal da coligação que governa o Estado, foi realizar uma exame quando o médico disse que a cirurgia era necessária e imediata.

O ex-secretário, segundo alguns amigos, ultimamente andava reclamando de dores no peito, fato que o levou a procurar um cardiologista.



Piaui Hoje