O subprocurador-geral da República Carlos Eduardo Vasconcelos requereu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a denegação da ordem de habeas corpus e, antes de ser julgado o mérito, a cassação da liminar que suspende a prisão preventiva do prefeito do município de Sebastião de Barros (PI), Geraldo Eustáquio Machado. O político foi condenado a oito anos de reclusão pelo Tribunal de Justiça do Piauí (TJ/PI) por crime de abuso sexual com abuso de poder contra uma criança de 10 anos em 2009.

 

Em parecer encaminhado ao STJ, o subprocurador afirma que a prisão preventiva do prefeito é necessária para a garantia da ordem pública. A justificativa é de que Geraldo Mineiro voltou a cometer crime sexual contra outra criança, portadora de leucemia, também em 2009. A menor, moradora do município de Correntes (PI), foi abusada pelo prefeito durante o percurso de uma viagem de carro para Teresina, quando a vítima e seus pais pegaram carona para que a menina recebesse tratamento médico na capital piauiense. Por esse crime, o prefeito também foi condenado a oito anos de reclusão pelo Tribunal de Justiça do estado.

 

Além disso, em entrevista a uma rádio local clandestina, o prefeito, por conta da decisão do STJ de livrá-lo da prisão, alegou estar sendo perseguido politicamente. As declarações têm causado constrangimento à família da vítima. Em seu regresso à cidade após ficar foragido, teria organizado uma recepção "triunfal" que ele mesmo transformou em ato de desagravo, como se a decisão liminar do STJ tivesse proclamado sua inocência.

 

Apesar de Geraldo Eustáquio Machado ter solicitado liminarmente a suspensão de sua prisão preventiva ao STJ, ele jamais foi preso. Ao saber da medida cautelar determinada pelo TJ/PI, o prefeito se escondeu e ficou foragido até que obtivesse a liminar do Superior Tribunal de Justiça. A seu favor, alegou ao STJ que a prisão configuraria antecipação de pena e por isso uma violação ao princípio da presunção de inocência.

 

Os abusos praticados por Geraldo Mineiro contra crianças chamaram a atenção até mesmo do Senado Federal, durante Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia. As duas crianças abusadas sexualmente pelo prefeito foram ouvidas por membros da CPI e o relatório final da comissão dedicou 30 páginas ao caso, revelando em detalhes os abusos.

 


Assessoria

 

 

Foi preso e autuado em flagrante, na madrugada deste domingo, Leonardo de Andrade, residente no bairro Matadouro. Ele portava um revolver calibre 38, no bar Caldeirão, situado nas margens da BR 343, nas proximidades da Secretaria municipal de Saúde de Campo Maior. Por volta das 04:00h uma equipe da Força Tática, comandada pelo Tenente Félix, CB Zacarias, sd. Kallo e sd. José Alves fizeram a abordagem do acusado.

 



Segundo informações de populares, a polícia fazia uma abordagem de rotina e ao perceber a aproximação dos PMs, Leonardo ainda chegou a soltar o revolver no chão, tentando se desfazer da arma, mas a polícia já havia percebido que ele era o proprietário. Testemunhas também afirmaram que um pouco antes, o acusado estava exibindo a arma.

 



Cerca de meia hora depois, também foram presos no mesmo local Maciel dos Santos Lima e Jonh Cleiton Pereira de Carvalho. Eles são acusados de tentativa de roubo de uma motocicleta. As vítimas foram os cidadãos identificados por Francisco e Emanuel.


De acordo com a polícia, as vítimas já estavam pegando a motocicleta para irem embora quando foram abordados pelos dois. Um terceiro elemento também participou da ação e tentaram tomar à força a motocicleta do Francisco. Emanuel estava no banheiro e saiu correndo para socorrer o amigo.


Os dois conseguiram se livrar dos acusados e saíram em alta velocidade, sendo perseguidos pelos meliantes, que conseguiram acompanhar as vitimas na altura da Churrascaria Hawai, onde houve outra briga corporal.

 



Emanuel voltou para Bar Altas Horas, onde pediu socorro ao proprietário; que acionou novamente a Força Tática, que prendeu os elementos Maciel e Jonh Cleiton. O terceiro acusado conseguiu fugir.



Campo Maior em Foco

 

 

 

celadadelegaciaApós recente inauguração, a Delegacia de Polícia de Oeiras foi local da fúria de presos na cidade. Na última sexta-feira, 27, o primeiro preso que lá ficou trancafiado, Wallesson Gomes Ribeiro, promoveu uma façanha, o que certamente, vai entrar para a história de Oeiras.


Debatendo-se contra as grades de ferro da dita Delegacia conseguiu arrancá-las da parede, o que demonstra a péssima qualidade da construção deste equipamento público.

 


Após a tentativa de fuga, Wallesson foi detido e levado à velha cadeia, onde continuam os presos provisórios, no prédio que é conjugada com o prédio da Penitenciária Regional de Oeiras.



Meio Norte

 

acidenteinhumaO inhumense Raimundo Maranhão de aproximadamente 40 anos como era mais conhecido pelos amigos, sofreu um acidente fatal nesse domingo,29,  por volta das 19:00h na BR 316 KM 253 entre Inhuma e Ipiranga do Piauí.

 



Segundo a policia militar, o condutor da moto estava no sentido Inhuma - Ipiranga quando tentou realizar uma ultrapassagem de um caminhão quando de repente vinha um Fiat cor branca da secretaria de saúde de Betania do Piauí. O motociclista não conseguiu voltar batendo no Fiat do lado do motorista.

 



A policia informou que o motorista do carro ainda tentou desviar do motociclista mas não conseguiu; ele perdeu o controle do carro e o mesmo desceu o aterro da BR com uma distância de 100 metros do local da colisão. No carro tinha 05 pessoas mas nenhuma ficou ferida, eles foram encaminhados para delegacia de Ipiranga.

 



A policia militar ficou chateada com a demora da Policia Rodoviaria Federal cerca de uma hora e meia pois era jurisdição dela, ficando o corpo de Raimundo na pista até as 20:30h. Familiares dele chegaram ao local do acidente e a ambulância de Inhuma levou o corpo para o hospital Inhazinha Nunes.



A PRF informou que a demora foi devido a uma outra ocorrência no municipio de Passagem Franca do Piauí e como só tem 02 policiais de plantão ocorreu a demora. Raimundo Maranhão era da localidade Boa Nova pertencente ao municipio de Inhuma que fica a 38 km da sede fazendo divisa com Oeiras.



Meio Norte