O desembargador convocado Adilson Macabu, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou liminar em habeas corpus a um vigilante acusado de assassinar o supervisor, colega de serviço. O crime foi cometido em janeiro deste ano, num campus universitário em Teresina-PI. A acusação é de homicídio qualificado por motivo fútil e sem possibilidade de defesa da vítima. 


O Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI) negou habeas corpus e manteve a ordem da prisão preventiva decretada por juiz de primeira instância. Na decisão do tribunal estadual, entendeu-se que a brutalidade do fato justifica a prisão para garantir a ordem pública. Ele teria disparado cinco vezes contra a vítima enquanto ela fazia trabalho de fiscalização. 


No STJ, a defesa sustenta que não se poderia manter a prisão com base na suposição de que o réu seja perigoso sem apresentação de algum fato concreto, como indícios suficientes da autoria. Para a defesa, a medida constitui pré-condenação e antecipação da pena. 


Ao analisar o caso, o desembargador Macabu observou que os argumentos levantados pela defesa não podem ser admitidos em juízo preliminar, não configurando urgência para o caso. O magistrado ressaltou que a segregação cautelar mantida pelo TJPI foi baseada na periculosidade do homem ao praticar o delito, o que justificaria a necessidade da prisão e não configura ilegalidade. 


Diante disso, o ministro negou o pedido de liminar e citou como precedente o julgamento de do Habeas Corpus 105.640, quando a Quinta Turma decidiu que a custódia preventiva se faz necessária diante da periculosidade do acusado e do modus operandi do delito.  O mérito do habeas corpus ainda será julgado na Quinta Turma.



Acesse Piauí


As cerca de cinquenta motocicletas apreendidas em operações policiais nos municípios de Rio Grande, Pavussu e Flores no começo do mês de junho deste ano, estão hoje sendo enviadas para a Ciretran, órgão de Floriano-PI,  de onde devem seguir para outras esferas do estado para que haja encaminhamentos de processos envolvendo as mesmas.
motosapreen 
Homens do Terceiro Batalhão, sede florianense, que tem o comando do tenente coronel PM Lisandro Honório é quem estão ajudando no transporte do veículos até o órgão do trânsito.  A maioria das motos tem alterações no chassi e falta documentação. A polícia acredita que as motocicletas sejam produtos de furto.
 
 
 
Da redação
IMAGEM: piauinoticias.com
 

carrocapotadoMais um acidente em Santo Antônio de Lisboa, dessa vez certamente pelo motorista ter cochilado ao volante, relata um dos passageiros do veículo, segundo ele, vinham do Ceará e estavam indo para Canto do Buriti-PI, no carro GOL vermelho de placa JIX 4028 de Brasília-DF, estavam nele quatro pessoas que sofreram apenas escoriações, rapidamente 3 deles foram levadas ao Hospital Regional de Picos por estarem mais machucados.


Pela distância que o carro saiu capotando, voou e foi parar cerca de 30 a 35 metros da pista e por se tratar de estar numa reta, o passageiro acha que o motorista dormiu.



meionorte.com

caixaeletronicoPor volta das 3:00h desse domingo, 1°, seis pessoas entraram em um supermercado que fica na Rua Teresina, e com uma ferramenta conhecida como “maçarico” arrombaram o caixa eletrônico que fica no local.


A polícia não informou sobre a quantia levada pelos ladrões. O serviço de inteligência da polícia foram os primeiros a chegar ao local e chamaram a Polícia Federal para que fosse feito os procedimentos necessários como perícia e isolamento da área.


A polícia já tem suspeitos dos autores da ação e está trabalhando para que o mais rápido possível, o caso possa ser solucionado.


Outros casos em Parnaíba

Na noite de sábado, 30, duas motocicletas foram roubadas em Parnaíba, sendo as mesmas recuperadas pela polícia em menos de 24 horas. A Polícia Militar também registrou uma tentativa de homicídio em um bar, onde a vítima foi levada para o Hospital e o autor do crime foi detido.



ProParnaiba