sisuO Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação registrou, até o meio-dia desta segunda-feira, 9, as inscrições de 1.091.890 candidatos a vagas em instituições públicas de educação superior. Portanto, neste terceiro dia de inscrições, o número de concorrentes já supera o total do primeiro processo seletivo de 2011, no qual foram registradas 1.080.194 pessoas.

Como o estudante tem direito a fazer pelo menos duas opções de curso, o total de inscrições, desde a zero hora de sábado, 7, chegou a 2.108.408.

Entre as sete unidades da Federação com maior número de inscritos, a liderança está com o Rio de Janeiro, com 278.151 candidatos até as 12 horas. Em seguida vêm Minas Gerais, 233.436; São Paulo, 185.796; Ceará, 160.264; Rio Grande do Sul, 143.315; Bahia, 121.840, e Pernambuco, 116.544.

Inscrição — Os candidatos que concorrem às 108.552 vagas em 3.327 cursos de 95 instituições públicas de educação superior que aderiram ao Sisu devem fazer a inscrição até as 23h59 do dia 12 próximo. Podem concorrer os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2011 e obtido nota diferente de zero na redação.

Ao se inscrever, o estudante pode assinalar duas opções de curso. Durante o período de inscrições, ele pode mudar essas opções com base na nota de corte, mas cada alteração invalidará a opção anterior. O sistema funcionará de forma ininterrupta. As notas de corte serão divulgadas de madrugada, diariamente.

O candidato aprovado na primeira opção de curso será automaticamente retirado do sistema. Caso não faça a matrícula na instituição para a qual foi selecionado, perderá a vaga. O que for selecionado para a segunda opção ou não atingir a nota mínima em nenhum dos dois cursos escolhidos pode permanecer no sistema e ser convocado nas chamadas seguintes.

A inscrição deve ser feita na página do Sisu na internet. É necessário informar o número da inscrição e a senha usados no Enem — em caso de esquecimento da senha, é possível recuperá-la na página eletrônica do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Resultados — A lista dos selecionados na primeira chamada será divulgada no dia 15 próximo, com prazo para matrícula entre os dias 19 e 20. O cronograma completo também está na página eletrônica do Sisu.
Nesta segunda-feira, 9, primeiro dia útil de Sisu – o programa está disponível desde a zero hora de sábado – o sistema de seleção do Ministério da Educação vai superar tranquilamente a marca de dois milhões de inscrições e de um milhão de candidatos. No último balanço, fechado às 18 horas de domingo, já estavam computadas 1.835.160 inscrições e 949.268 candidatos.

Embora o ritmo venha diminuindo bastante desde a madrugada de sábado, o sistema tem registrado mil inscrições por minuto. Até as 18h, desse domingo, o estado do Rio de Janeiro continua  com o maior número de inscrições, registrando 255.676; seguido por Minas Gerais, 204.562; São Paulo, 164.220; Ceará, 143.542; Rio Grande do Sul, 120.940; Bahia, 102.927 e Pernambuco, 102.695.

O Sisu deste ano oferece 108.552 vagas em 3.327 cursos superiores de 95 instituições públicas de ensino superior que aderiram ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação.


Fonte: Ascom
O Ministério da Educação, por meio do Programa Brasil Profissionalizado, promove a descentralização da instalação de laboratórios e da compra de mobiliário para as instituições de ensino técnico e profissionalizante das redes estaduais de todo o país. Além de mais ágil, o processo permite reduzir custos e padronizar os equipamentos usados nos cursos. Até o fim do ano passado, o programa investiu R$ 162 milhões na instalação de laboratórios e mais R$ 13,3 milhões na aquisição de mobiliário.

Está em fase final a entrega de 635 laboratórios em escolas técnicas dos estados do Acre, Amapá, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina. A partir deste ano, serão entregues mais 1.088 laboratórios em 17 estados e no Distrito Federal. As instituições de ensino recebem laboratórios científicos (matemática, física, química, biologia) e técnicos (para ensino a distância, de eletroeletrônica, topografia, análise química e ensaios mecânicos e metalográficos).

O Brasil Profissionalizado vai investir ainda R$ 4,4 milhões na formação de profissionais a partir deste ano. “Em vez de os estados se responsabilizarem pela capacitação, o Ministério da Educação assume os cursos de formação de professores”, explica o coordenador-geral de fortalecimento das redes de educação profissional e tecnológica do MEC, Marcelo Pedra.

Para a formação de 300 professores, estão abertos os cursos de especialização em gestão educacional profissional e de agroecologia, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná, e de mestrado em educação, na Universidade Federal de Juiz de Fora. De 2008 a 2011, o Brasil Profissionalizado investiu R$ 2,047 bilhões em construção e ampliação de escolas técnicas, formação de profissionais e compra de mobiliário e equipamentos para laboratório.


Fonte: Mec
Depois de encerradas todas as atividades escolares do ano de 2011, a direção da Colégio Pequeno Príncipe já começa o trabalho para o ano letivo e um dos primeiros atos após as festividades de final de ano, foi uma reunião entre professores para discussão voltada as ações educacionais a serem colocadas em prática.
principe1As matrículas, disse a diretora da escola professora Socorro Carvalho, tiveram início dia 03 e estarão se estendendo até a terça–feira , dia 10, do maternal ao ensino médio, sendo que na segunda-feira, o processo de matrículas será para os alunos novatos.

principe
Otimista com o resultado do trabalho da sua equipe a professora Socorro, disse, ”estamos satisfeitas e Deus tem nos ajudado a superar todos os obstáculos e a nossa equipe está pronta para mais uma etapa de ensino qualificado, por que temos uma equipe qualificada”.


 A professora disse que o resultado de muito trabalho tem ocasionado bons momentos para os professores e alunos, pois o ano de 2011 foi de muitas conquistas.







Da redação
IMAGEM: piauinoticias.com