• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

cleber silva1612013O fantasma do desmanche, pelo menos por enquanto, deixou São Januário e chegou à Gávea. Depois de Vagner Love, Welinton e Wellington Silva, o próximo da lista é Cléber Santana. Sem dinheiro para contratar reforços e com uma política de corte de custos, o Flamengo está perto de se desfazer do apoiador, que só recebeu um salário desde que chegou ao clube, em setembro: R$ 150 mil.

 

Contratado do Avaí junto com Renato Santos, Cléber Santana interessa a Goiás, Náutico, Criciúma e ao próprio Avaí, que deseja a volta do jogador. O Flamengo, inclusive, ainda deve R$ 2 milhões aos catarinenses pelo acerto — só quitou cerca de 30% do valor que precisa pagar pelos dois atletas. O Náutico já admitiu conversas com o apoiador, que segue em preparação para o Carioca, mas o Flamengo não quer liberá-lo.

 

— O Pelaipe (Paulo, diretor de futebol) e o Wallim (Vasconcellos, vice-presidente de futebol) procuraram a gente para resolver a situação o mais rapidamente possível. Temos uma relação amistosa, mas é inegável que o problema (a dívida) persiste e é desagradável — afirma João Nilson Zunino, presidente do Avaí. — Gostamos muito do Cléber Santana, e o Cléber gosta muito do clube, da gente. Gostaria que voltasse ao Avaí.

 

Procurada pelo Jogo Extra, a assessoria de Cleber Santana apenas informa que o jogador recebeu na mesma data em que os demais jogadores do elenco.

 

Com parte considerável das receitas penhoradas e à espera de nova entrada de verbas do contrato com a Adidas, o Flamengo economiza no processo de remontagem do elenco e continua à procura de nomes que se adequem à realidade financeira do clube. Depois de perder Love, o Rubro-negro está de olho em um atacante e, recentemente, manifestou interesse em contratar o zagueiro uruguaio Diego Lugano, que está de saída do Paris Saint-Germain e agrada ao Málaga, da Espanha. O jogador, porém, recebe R$ 900 mil mensais na bilionária equipe francesa, muito acima do teto salarial rubro-negro.

 

Outro que está arrumando as malas é Liedson, um dos maiores salários do elenco (R$ 200 mil). Nos últimos dois dias, o atacante treinou no Ninho do Urubu, mas não usou o ônibus do clube — utiliza um carro particular para se dirigir ao centro de treinamento. Ontem, o empresário do jogador, Bruno Paiva, afirmou que Flamengo e Liedson seguem estudando as propostas.

 

 

Extra online