• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

mogi112013O Palmeiras voltou a tropeçar no Campeonato Paulista na noite desse domingo, 10. Em seu primeiro jogo sem o atacante Hernán Barcos, o time do técnico Gilson Kleina sofreu para buscar o empate com o Mogi Mirim, por 2 a 2, fora de casa, no Estádio Romildo Ferreira, pela 7ª rodada.

 

A equipe da capital, que jogou desfalcado de Valdivia, chegou a liderar o placar no início, mas cedeu a virada no segundo tempo. E só conseguiu o empate graças aos gols dos volantes Márcio Araújo e Souza. O resultado deixou o Palmeiras com 12 pontos, na quarta colocação da tabela. O Mogi é o oitavo, com 11.

 

O Verdão mantém o tabu de nunca ter perdido para o Sapo, jogando em Mogi. Agora, são 16 jogos, com sete vitórias alviverdes e nove empates.

 

No primeiro jogo sem Barcos, negociado com o Grêmio, Gilson Kleina inovou no ataque e deu chance ao jovem Caio. Ele foi titular ao lado de Maikon Leite, na vaga que inicialmente seria ocupada por Vinícius. Mas a dupla de ataque foi mais uma vez ofuscada por Márcio Araújo, que fez belo gol no primeiro tempo. Foi seu terceiro gol em três jogos neste Paulistão.

 

Mesmo sem Barcos e Valdivia, o Palmeiras começou a partida no ataque. Maikon Leite tratou de acelerar o ritmo nas primeiras movimentações. E logo no minuto inicial criou boa chance de gol. O atacante entrou na área pela direita e encheu o pé. O goleiro Daniel evitou o gol.

 

A segunda investida do Palmeiras foi mais eficiente. Aos 11, Márcio Araújo avançou pelo meio-campo com boa triangulação, investiu pela intermediária e, um pouco desequilibrado, acertou belo chute de fora da área. A bola entrou no ângulo direito do goleiro Daniel.

 

Brigando por uma vaga entre os titulares, o volante balançou as redes pelo terceiro jogo seguido. "Tenho recebido oportunidades e estou tentando aproveitar ao máximo possível", afirmou o jogador, na saída para o intervalo.

 

Mas a vantagem palmeirense no placar só durou 20 minutos. Aos 31, Roni girou sobre a marcação e bateu forte de fora da área. Fernando Prass não foi firme na bola e acabou espalmando para dentro das redes.

 

O segundo tempo teve início semelhante ao do primeiro. O Palmeiras tomou a iniciativa do jogo e correu para o ataque. Logo aos 3 minutos, Caio já balançava as redes ao escorar de cabeça levantamento na área. O gol, porém, foi anulado por impedimento.

 

O ritmo do Palmeiras, no entanto, era quebrado com frequência pelos erros de passe no meio-campo. O time não conseguia encadear jogadas no ataque e perdia força ofensiva gradativamente.

 

Insatisfeito, Gilson Kleina trocou Caio por Souza - antes, substituíra Maikon Leite, com dores, por Vinícius. As mudanças esvaziaram ainda mais o setor ofensivo do time. O Palmeiras praticamente não ameaçava a defesa do Mogi Mirim e ainda levava sustos na zaga.

 

Aos 24 minutos, acabou sofrendo o gol da virada. Henrique disparou pela direita, entrou na área e bateu forte e rasteiro. Fernando Prass fez a defesa, mas cedeu o rebote. E Roni completou as redes.

 

Preocupado, o treinador palmeirense fez nova alteração para reforçar o ataque. Sacou o volante João Denoni e promoveu a estreia de Ronny, reforço apresentado esta semana. O Palmeiras aumentou sua presença no ataque e buscou o empate aos 31. Souza tabelou com Ronny na entrada da área, cortou o marcador e acertou chute no canto direito do goleiro Daniel, garantindo o empate e um ponto na tabela.

 

 

futebolinterior

Após confirmar a contratação do volante Juninho, a diretoria do Piauí anunciou, no último sábado, 09, a dispensa de dois jogadores do elenco que disputa o Campeonato Piauiense.

 

O volante Keiton e o meia Cláudio Júnior não fazem mais parte da equipe. A informação foi divulgada pelo supervisor de futebol do clube, Jacob Júnior. Segundo o dirigente, a decisão foi tomada pelo técnico Fernando Tonet, que afirmou querer jogadores com mais qualidade para o elenco do Piauí.

 

“O professor Fernando Tonet quer peças com maior qualidade. Para que os novos jogadores cheguem é preciso que alguns deixem o elenco”, afirmou Jacob.

 

Com as dispensas dos dois atletas, sobe para quatro, o número de jogadores que deixaram o elenco do Piauí. Antes, o zagueiro Weto e o volante Alex já haviam deixado o clube piauiense.

 

GP1

ceni1022013Em jogo tenso e com duas expulsões para cada equipe, o São Paulo conseguiu uma importante vitória por 2 a 1 sobre o Guarani no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em duelo válido pela 7ª rodada do Campeonato Paulista. Único titular no time escalado por Ney Franco, Rogério Ceni chamou a responsabilidade com grandes defesas e ainda anotou o gol que fez o time do Morumbi voltar a vencer depois de três partidas.

 

Depois de início de jogo morno, os tricolores foram encontrando os espaços pelos passes precisos de Maicon, Paulo Henrique Ganso e Cañete. Os atacantes, porém, demoraram a entrar na partida e Aloísio perdeu três chances claras. Aos 33 minutos apenas o centroavante conseguiu superar o goleiro Juliano e, de cabeça, completou cruzamento de Carleto para as redes e marcou seu primeiro gol na nova equipe.

 

Com a expulsão infantil de Cañete, que levou amarelos por puxões na camisa, o Alviverde cresceu de produção e encurralou os são-paulinos. Na volta dos vestiários, Thiago Gentil precisou de apenas 27 segundos para empatar, mas Rogério Ceni cobrou falta com perfeição e garantiu a vitória que deixa o São Paulo com dez pontos, beirando o G-8. Já o Bugre permanece com quatro e na zona de rebaixamento.

 

Na próxima rodada, a 8ª do Paulistão, o Guarani visita o XV de Piracicaba no estádio Barão de Serra Negra às 17 horas (de Brasília) do próximo sábado. Antes de voltar a jogar pelo estadual diante do Ituano às 19h30. Também no sábado, no Morumbi, o São Paulo viaja para Belo Horizonte para fazer sua estreia no grupo 3 da Copa Libertadores da América. O adversário é o Atlético-MG às 22 horas de quarta-feira, na Arena Independência.

 

 

Gazeta

fluvascA estrela de Fred voltou a brilhar, e o Fluminense arrancou empate por 1 a 1 diante do Vasco, nesse sábado, 9, em um Engenhão vazio, mantendo-se invicto após o clássico que encerrou a sexta rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca.

 

O time cruzmaltino abriu o placar aos 43min do primeiro tempo. Tenorio desviou cruzamento de Wendel na área e o volante Jean, de volta da Seleção Brasileira, desviou para as próprias redes.

 

No entanto, outro convocado por Luiz Felipe Scolari tratou de deixar tudo igual. Já no final do jogo, aos 42min do segundo tempo, Fred aproveitou cruzamento de Carlinhos e cabeceou firme no canto, sem chances para Alessandro.

 

O resultado deixa a equipe tricolor na segunda colocação do Grupo B, com 12 pontos, a quatro do Flamengo e com o mesmo número do Audax, que leva desvantagem no critério de desempate.

 

Já o Vasco acumula o terceiro jogo seguido sem triunfos - perdeu para Flamengo e Bangu anteriormente - e segue na terceira posição do Grupo A, com dez pontos, fora da zona de classificação à semifinal.

 

 

 

Terra