O prefeito da cidade de Palmeirais, Marcio Soares Teixeira (PSB) teve seu mandato cassado nesta segunda-feira, 25, pela corte do Tribunal Regional Eleitoral. “Marcinho”, como é mais conhecido o gestor, é acusado de infidelidade partidária.

 

Márcio Teixeira foi eleito em 2008 pelo PDT. Após as eleições, ele teria deixado o partido para ingressar nos quadros do PSB.

Durante o pleito eleitoral para o Governo do Estado em 2010, o prefeito de Palmeirais, que na época ainda estava no PDT, teria apoiado o governador Wilson Martins (PSB), indo contrário à decisão do seu partido, que apoiava o senador João Vicente Claudino (PTB).

 

O Ministério Público Eleitoral entrou com ação junto ao TRE pedindo a cassação do mandato do prefeito de Palmeirais. Em sua defesa, Marcinho Teixeira alegou que havia sido expulso do partido, no entanto, sua tese não convenceu os juízes, que por 4x2 decidiram pela decretação da perda do mandato do gestor.

 

O Tribunal Regional Eleitoral determinou à Câmara Municipal de Palmeirais que em um prazo máximo de 10 dias emposse o vice-prefeito, Jânio Cesar Nunes da Silva.


portalaz

O Ministério da Educação divulgou nesta segunda-feira, 25, a lista de candidatos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para 30.548 vagas no segundo semestre em 56 instituições de ensino superior, entre federais e estaduais.


O período de matrícula dos convocados será aberto na sexta-feira, 29, e será estendido até 9 de julho. O Ministério da Educação ampliou o período de matrículas de dois para sete dias úteis.


O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 13 de julho e as matrículas poderão ser efetuadas nos dias 17 e 18 de julho. Estudantes não aprovados nas duas primeiras chamadas poderão declarar interesse na lista de espera entre 13 e 19 de julho. A convocação dos candidatos em lista de espera será realizada pelas instituições a partir do dia 24 de julho.


O Sisu registrou 642.878 estudantes inscritos, segundo balanço divulgado pelo Ministério da Educação no sábado, 23. As inscrições terminaram às 23:59h de sexta-feira, 22.Como cada candidato pode optar por até dois cursos, foram registradas 1.245.437 inscrições.


Os estados com o maior número de inscrições recebidas são, respectivamente, Riode Janeiro (245.716), Minas Gerais (166.162), Ceará (156.343), Maranhão (105.782) e Bahia (92.120). As instituições que mais receberam inscrições foram a Universidade Federal do Rio de Janeiro (152.196), a Universidade Federal do Ceará (108.574), a Universidade Federal do Maranhão (103.829), a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (80.483) e a Universidade Federal de Ouro Preto (60.136).

Confira o resultado aqui.



G1

fernandalagesA morte da estudante Fernanda Lages completa dez meses nesta segunda-feira, 25. Em uma entrevista, o promotor Ubiraci Rocha, que acompanha o caso, exigiu da Polícia Federal que "a verdade venha a tona". O promotor comentou ainda a relação entre a morte da estudante, do empresário Fábio Brasil e do jornalista maranhense Décio Sá. Segundo Ubiraci, o pano de fundo dessas mortes pode ser agiotagem. As polícias do Piauí e Maranhão estão mantendo contato e trocando informações sobre as investigações. Já se sabe que o modus operandi da quadrilha que matou Décio Sá e Fábio Brasil é o mesmo.

 

"O modus operandi e a motivação é que me causam estranheza e naturalmente isso levado pela forma com que o autor dos crimes cometeu. O que se sabe é que foi da mesma forma. Há indícios de questões ligadas a agiotagem. Não sei como será feita essa ligação entre agiotagem e a morte da Fernanda", disse Ubiraci.

 

O promotor avalia ainda que é necessário manter uma relação mais estreita com os promotores do Maranhão que acompanham a investigação da morte de Décio.

 

"Temos que observar as diferenças entre Piauí e Maranhão. Cada caso é um caso. No Maranhão o matador deixou projétil no local e isso já leva um caminho para a investigação. Aqui o local do crime não foi preservado, esse é fator que diferencia uma coisa da outra. Eu acredito que o Piauí não pode ficar numa situação de segundo plano a se buscar a verdade. É uma questão de legitimidade para nosso aparelho de investigação e que a verdade venha à tona, até exigimos que isso aconteça", destacou o promotor.


Cidade verde

O agente penitenciário Francisco Silva de Aquino, o Agente Aquino, de 57 anos, foi golpeado, sete vezes, com vergalhão de ferro pelo detento Lobinho na Colônia Agrícola Major César de Oliveira, em Altos (42 km de Teresina).


O filho dele, o motorista particular Leandro Aquino, disse que Francisco Silva de Aquino, foi perfurado com o vergalhão de ferro no braço, no peito, nas costas e na cabeça, perto da orelha, foi internado, em estado grave no Hospital das Clínicas de Teresina.  


Francisco Silva de Aquino, que trabalha há 25 anos como agente penitenciário, estava no Portão Central da Colônia Agrícola Major César de Oliveira quando Lobinho ia saindo e o mesmo informou ao detento que não poderia sair do presídio. Foi quando Lobinho passou a deferir golpes em Francisco de Aquino, que ainda deu quatro passos e caiu.


No chão, o agente continuou a ser golpeado por o detento, que ficou em cima dele. O agente se defendeu apenas com os braços e não morreu porque outro agente penitenciário percebeu a agressão e atingiu o presidiário com uma cadeira.


Leandro Aquino afirmou que o delegado da Central de Flagrantes que atendeu o caso disse que Lobinho aparentemente estava drogado dentro da Major César de Oliveira.


Segundo ele, os agentes penitenciários afirmam que estão colocando na Major César detentos com transtornos mentais junto com os presidiários sem históricos psiquiátricos e os agentes não sabem os diferenciar.


Além disso, os agentes penitenciários garantem que faltam armas, algemas e segurança para seu trabalho na Colônia Agrícola Major César de Oliveira, o que Leandro de Aquino vai denunciar às 8:00h desta segunda-feira, 25, no Sinpoljuspi (Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado do Piauí).



meionorte.com