As vendas de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões novos no Brasil cresceram 11,53 por cento em maio ante abril, para 287,59 mil unidades, favorecidas por um período de vendas mais longo na comparação mensal, informou nesta terça-feira a associação de concessionários, Fenabrave.

Já em relação a maio de 2011, as vendas caíram 9,7 por cento, enquanto no acumulado dos cinco primeiros meses de 2012, os licenciamentos recuaram 4,8 por cento, para 1,36 milhão de unidades.

O mês de maio, que respondeu pelo segundo melhor desempenho mensal de vendas em 2012 depois do licenciamento de 300,6 mil veículos em março, teve 22 dias úteis, contra 20 em abril.

Os números foram divulgados depois que o governo lançou no final de maio um pacote de estímulo ao setor de veículos e bens de capitais com redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e medidas de incentivo ao crédito.

Isoladamente, as vendas de automóveis e comerciais leves em maio somaram 274,49 mil unidades, crescimento de 12,1 por cento ante abril, mas queda de 8,65 por cento sobre um ano antes.

A Fiat registrou emplacamentos de 59.484 veículos em maio, ante 53.524 em abril. A montadora italiana foi seguida pela General Motors, com vendas de 54.780 unidades após 41.378 em abril.

A Volkswagen apurou licenciamentos de 54.337 automóveis e comerciais leves em maio contra 50.932 em abril. Já a Ford teve vendas de 24.269 unidades após 24.100 no mês anterior, enquanto a Renault emplacou 17.434 veículos, avançando sobre as 16.548 unidades vendidas em abril.

No segmento de caminhões, a Fenabrave apurou licenciamentos de 10.790 veículos em maio, queda de 0,53 por cento na comparação mensal e recuo anual de 28,7 por cento, em meio à mudança no regime de emissões de poluentes que causou forte movimento de antecipação de compras de modelos com tecnologia anterior e mais barata no final de 2011.

A Fenabrave manteve as previsões de vendas para 2012. Para automóveis e comerciais leves, a entidade prevê 3,54 milhões de unidades, equivalente a crescimento de 3,5 por cento sobre 2011.

As vendas de caminhões, enquanto isso, devem crescer 2,6 por cento, para 177,15 mil unidades.
 
 
 
Da redação
 
 

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) prendeu na tarde desta terça-feira, 05, o flanelinha João de Deus Oliveira Sousa, 56 anos, acusado de estuprar uma criança de dois anos. O crime aconteceu no último sábado, 02, e foi constatado através de exame médico. A criança foi submetida a uma cirurgia e permanece internada no Hospital de Urgências de Teresina (HUT).



De acordo com o chefe de investigação da DPCA, Joattan Gonçalves, a mãe da criança trabalhava de empregada doméstica na casa onde o flanelinha morava, no bairro Redenção, zona Sul de Teresina. "Ela era funcionária da mãe do acusado. No sábado, ela deixou a filha um momento sozinha com ele e quando voltou a criança estava sem fralda e ensanguentada", contou.

 


A mãe levou a criança ao HUT ainda no sábado. Ao ser examinada, a equipe médica desconfiou do abuso sexual e acionou o Serviço Social do hospital e o Conselho Tutelar da região. "Após ser verificado o vestígio de estupro, nós solicitamos a realização de exames para a constatação e o crime foi comprovado. A criança foi operada e ainda está internada no HUT com uma sonda", acrescentou o investigador.

 


A vítima foi ouvida pelos policiais e pelo Conselho Tutelar e teria relatado como tudo aconteceu, teria dito, inclusive, quem foi o autor do crime. "Com isso, pedimos na Justiça a prisão preventiva do acusado. Apesar de João de Deus ser réu primário, o juiz concedeu porque ele tem parentes fora do Estado e pode fugir a qualquer momento", explicou Joattan. 

 


João de Deus responderá pelo crime de estupro de vulnerável. Se condenado, poderá pegar de 8 a 15 anos de prisão em regime fechado. Caso seja comprovada lesão corporal de natureza grave a pena sobe para de 10 a 20 anos. 

 


Nesta quarta-feira, 06, o acusado será submetido a um exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML). Ao ser preso, ele alegou ser inocente.




cidadeverde.com

homemesfaqueadoUma suposta briga por causa de terra iniciou uma rixa que encerrou na morte de Edilson de Serejo Santos, 36 anos, por volta das 09:00h desta terça-feira, 05, na rua I, bairro João XXIII, em Parnaíba.



Antônia Edileuza de Sousa disse que estava no trabalho quando recebeu a informação de que um homem, sendo perseguido, invadiu sua casa e foi esfaqueado e depois morreu na rua. Em um primeiro momento, a polícia não identificou uma lesão que tenha resultado na morte da vítima.



Segundo Kelson Alves da Silva, sargento da Polícia Militar, a hipótese seria briga por causa de terreno e o principal suspeito foi identificado pelo nome de “Chagas”. O fato movimentou o local de curiosos que observavam em silêncio o ocorrido. Testemunhas dão conta de que o acusado é suspeito de roubo de gado. Uma equipe da Polícia Civil liderada por Robson Castilho realizou o traslado do corpo até o necrotério.



meionorte.com


Prefeitura de Floriano está executando um conjunto de obras tanto na zona urbana quanto rural. Só na área da saúde, o município está investindo pouco mais de R$ 4,6 milhões.
 

Uma dessas obras é a reforma e ampliação do prédio do Centro de Testagem e Aconselhamento em DST/HIV/AIDS, que fica localizado na rua Fernando Marques, no centro da cidade, antiga sede da Prefeitura.
 joelreformacta62012

A reforma inclui uma sala de coleta, sala do psicólogo, sala de aconselhamento, consultório médico, ambulatório, unidade de dispensação de medicamentos, área para lixo infectante, sala de esterilização, laboratório, sala de reuniões, entre outros. A ampliação incluiu a área que estava sendo ocupada com a junta de serviço militar. Ao todo são 517,43m2 de área que estão sendo reformados seguindo os padrões estabelecidos pela Vigilância Sanitária. O investimento é da ordem de R$ 512.588,38.
 
 

Neste sábado (02/06), o prefeito Joel Rodrigues, o vice-prefeito Oscar Procópio, vereadores, secretários e outros integrantes do governo municipal, visitaram a obra, que representa um avanço nesse setor. “Com essa reforma, estaremos trabalhando de formajoelreformacta62012a mais eficaz e satisfatória, dentro dos padrões da Vigilância Sanitária”, declara a coordenadora do CTA Glorismar Barguil.
 
 

O vice-prefeito Oscar Procópio, que também é um profissional da área da saúde, destacou a importância da reforma do CTA. “Desde o princípio precisávamos adequar esse espaço para atender melhor a demanda. Essa ampliação vai oferecer melhores condições de trabalho para os funcionários do CTA e melhorar o atendimento aos usuários”, disse Oscar Procópio.
 
 

Conhecendo de perto a obra em cada setor do CTA, o prefeito Joel Rodrigues declarou: “É um grande investimento que estamos fazendo para melhorar cada vez mais o atendimento à saúde”.
 
 
 
SECOM
IMAGEM: SECOM