Homens da Polícia Militar, bem como de outros órgãos de segurança de Floriano, estarão atentos quanto as ações do Ministério Público nesse domingo, 7, quando 37.401 eleitores estarão se dirigindo às urnas espalhadas pelas duas zonas eleitorais, 9ª e 61ª, para escolherem o prefeito, vice prefeito e catorze vereadores para mandatos de 4 anos, que estarão se iniciando em 1º de janeiro de 2013. Os policiais estarão atentos não só para atender os representantes do MP, mas os juízes, o comandante da PM, como também, os delegados dos Distritos e o Regional.carloswashington2792012

 


O piauinoticias.com entrevistou um dos representantes do MP no município florianense, promotor Carlos Washington, que fez algumas colocações importantes que são vetadas neste domingo de eleições.

 


“Principalmente as condutas proibidas no dia da eleição, boca de urna, distribuição de material de propaganda, qualquer tipo de propaganda está proibida, quanto aos carros adesivados as coligações já estão cientes de que esses não podem circular, e no caso da não retirada dos adesivos, esses devem ficar recolhidos, e aguardar o resultado, pois certamente algumas pessoas irão fazer manifestações pela vitória dos seus candidatos”, colocou o promotor.  Após o término da votação esses veículos podem circular livremente pela cidade.


Transportes de eleitores
Para os eleitores que não tiverem como  se locomover no domingo existem carros credenciados pela Justiça Eleitoral. Esses veículos estarão disponíveis  do começo da votação até o encerramento.

 

“Os veículos particulares poderão se deslocar as sessões de votação apenas com os seus familiares e parentes, pois o transporte de eleitores por particular será proibido desde o sábado, 6, e recomendamos para que fiquem atentos para que não sejamos obrigados a aplicar a lei de forma mais rigorosa”, explicou o Promotor afirmando que se for pego alguém praticando infrações,  esse será preso e deverá ser aberta uma investigação para apurar o crime eleitoral praticado.

 

Da redação

IMAGEM: piauinoticias.com

eleiçaoFalta um dia para as eleições municipais de 2012. Os mais de 480 mil candidatos que concorrem nesse domingo, 7, aos cargos de prefeito e vereador ainda podem fazer propaganda eleitoral até às 22h deste sábado.

 

A propaganda, no entanto, restringe-se à distribuição de material gráfico e à promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som divulgando jingles ou mensagens dos candidatos, assim como o uso de alto-falantes ou amplificadores de som.

 

Nesse domingo, dia do pleito, não é permitido nenhum tipo de propaganda, com exceção da manifestação silenciosa do eleitor, por meio de bandeiras, broches e adesivos. A propaganda paga na imprensa escrita só pôde ser divulgada até ontem, 5. Já a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão encerrou-se na última quinta-feira, 4.

 

 

Fonte: TSE

 

A presença do governador Wilson Martins na quinta-feira, 4,  em Floriano foi muito importante, foi o que disse o deputado estadual Gustavo Neiva (PSB) que estava acompanhando as manifestações onde esteve o líder do executivo piauiense.

 

 

O gustavoneivawilson4102012governador entregou algumas  obras, entre as quais, o aeroporto Cangapara e trechos de asfalto que foram feitos em várias ruas do centro e bairros, e ainda participou de manifestações religiosas e políticas.

 


“Estamos felizes com a presença do nosso líder maior governador Wilson Martins que veio entregar uma obra que marca história na cidade de Floriano no seu governo, pois há muitos anos o aeroporto local vinha passando por paralisações e uma cidade dessa importância não se pode conceber sem um aeroporto, e o governador determinou ao secretário Avelino que retomasse a obra, concluísse o mais rapidamente possível e isso, foi o que foi feito”, disse o deputado (imagem à esquerda).

 

 

Ainda segundo ele, o aeroporto é um dos maiores do Estado, tem balizamento noturno e uma das maiores pistas de pouso e decolagem do Piauí.

 

 

O parlamentar afirmou que essa foi uma das reivindicações que fez junto ao governador e foi atendido, mas que tem outras solicitações que foram feitas ao executivo estadual e que certamente serão atendidas.

 

 

Da redação

IMAGEM: piauinoticias.com


 Faltando apenas dois dias para as eleições municipais os ânimos ficam cada vez mais exaltados no município de Avelino Lopes e candidatos contestam pesquisas eleitorais. A coligação “Renovar é preciso”, que tem como represente em Avelino Lopes, Valmir Angelino da Silva, ingressou com uma representação de impugnação de pesquisa eleitoral do Instituto Jales de Pesquisa.


O Instituto divulgou recentemente pesquisa de intenção de votos encomendada pela coligação “Renovação e Experiência”, representada por Gidevan Moreira Alves.  Porém, durante a consulta dos pesquisadores algumas localidades e bairros foram excluídos, segundo o interesse dos contratantes.


Além disso, os contratantes da pesquisa conduziram os entrevistadores em seus veículos particulares (Hillux prata do Sr. João Lopes do Couto), direcionando a coleta para os eleitores que lhes interessa, o que torna cada vez mais viciada esta pesquisa.


A coligação representante manteve-se vigilante desde o malicioso incidente do último dia 21/09/12, monitorando o sistema de registro de pesquisa- PesqEle do TSE e constatou-se que no dia 25/09/2012, foi protocolado o registro da pesquisa eleitoral, n° 00451/2012, contratada pelo desconhecido  Sr. João Rocha de Sousa, junto a empresa Instituto Jales de Pesquisa, cujos dados seriam coletados no dia 25 e 26 do corrente mês, numa amostragem de 300 entrevistados, com data de publicação prevista para o dia 30/09/2012.


Conforme dados do TSE, o local de coleta de dados seria na zona urbana: Centro, São João e Periferia; Zona rural: Poço Comprido, Xixá, Tamboril, Maniçoba, Queimada Redonda, Lagoa da Jurema, Dionizinho, Mata, Bureré, Lagoa Santana e Preferência.


Porém, observa-se a intenção de manipulação, quando foram direcionadas as localidades onde a coligação representada teria suposta maioria de votos e omitido o maior bairro da cidade, na zona urbana, e pior, esta empresa contratada, que segundo a informação que se obteve, tem reputação extremamente duvidosa e de pouquíssima credibilidade do mercado de pesquisa de opinião pública.


Outro agravante da manipulação da pesquisa, visando apenas fornecer dados que atendam aos interesses políticos da coligação representada e influenciem o eleitorado, consta o direcionamento desta somente a determinados pontos da zona urbana e as localidades de interior, onde a coligação acredita ter maioria dos votos.


No entanto, esta área só contempla aproximadamente 30% das localidades do interior e deixa quase 40% da área urbana de fora. Na contramão deste fato, outra pesquisa, elaborada pelo Instituto Amostragem, contempla todas as localidades do interior e bairros da cidade, sem direcionamento indevido.

 


Fonte: Lana Rios
Jornalista - DRT 1.526

(86) 9920-2757
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Da redação

 

Subcategorias