• Hospital Clinicor
  • Vamol
  • Roma

galo3912013

 

Dono de um título catarinense e outro pernambucano em quase 10 anos de carreira, Alexandre Gallo é o novo técnico da seleção brasileira sub-20. O treinador, que estava no Náutico, foi escolhido pelo novo coordenador das seleções da base da CBF, o também ex-jogador

 

Gallo foi um volante de marcação de relativo sucesso nos anos 1990. Começou no Botafogo de Ribeirão Preto e passou, entre outros, por Santos, Portuguesa, Guarani, São Paulo, Botafogo, Atlético-MG e Corinthians, onde se aposentou, em 2001.

 

Já no ano seguinte foi auxiliar-técnico de Parreira, que hoje é coordenador técnico da seleção. Em 2004 Gallo começou a carreira de técnico, no Villa Nova-MG. Depois, trabalhou na Portuguesa, Santos, Inter, Figueirense, Atlético-MG, Bahia e Avaí, entre outros. Ele estava no Náutico desde o ano passado.

 

"Quero aproveitar para agradecer ao Náutico, que não criou nenhum obstáculo para que o Gallo venha ser o técnico da Sub-20. Trata-se de um profissional experiente que vem fazendo um bom trabalho pelos clubes os quais passou e por isso está credenciado para comandar a Sub-20", comentou o presidente da CBF, José Maria Marin, ao anunciar o nome de Gallo.

 

O ex-volante chega para o lugar de Emerson Ávila, técnico da seleção na fracassada campanha no Sul-Americano Sub-20, quando o Brasil foi eliminado com o último lugar do grupo na primeira fase. Na ocasião, Ávila, que era treinador do sub-17, reclamou que só na véspera da convocação ficou sabendo que comandaria também o sub-20, que estava sem treinador desde a saída de Ney Franco. Para ocupar o posto do agora técnico do São Paulo foram contratados Bebeto, que será coordenador da base, e Gallo.

 

Eliminado precocemente no Sul-Americano, o Brasil não vai defender seu título no Mundial da categoria. O próximo compromisso oficial é só no torneio continental de daqui a dois anos, no Uruguai.

 

futrbolinterior