casa da moedaA Casa da Moeda do Brasil (CMB) anunciou a realização de processo seletivo público para preenchimento de 1.015 vagas, sendo sua maioria (988) destinada à constituição de cadastro de reservas, em diversas especialidades técnicas e para os níveis médio, técnico e superior.

A remuneração inicial oferecida está entre R$ 1.395,10 e R$ 3.592,98 e a jornada de trabalho será de 8 horas diárias, em turnos ou escalas que poderão variar.

Quem pretende se inscrever, deverá, no período de 12 a 31 de janeiro de 2012, acessar o endereço eletrônico da Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). Na página, o candidato clicará no link correspondente ao processo seletivo, inserindo os dados solicitados e depois pagar a taxa de inscrição, no valor de R$ 45,00 para os cargos de níveis médio/técnico ou de R$ 90,00 para os cargos de nível superior.

O edital informa que a Cesgranrio disponibilizará determinados locais de inscrição (listados no documento), os quais estarão aptos para receber inscrições no período de 12 a 29 de janeiro, entre 09 e 16 horas.
A partir de 29 de fevereiro de 2012, os Cartões de Confirmação de Inscrição dos candidatos estarão disponíveis no endereço eletrônico da organizadora, sendo de responsabilidade exclusiva do inscrito a obtenção desse documento.
Provas

Aplicação das provas objetivas para todos os cargos acontecerá no dia 04 de março de 2012, tendo duração de quatro horas para os inscritos em cargos de nível superior, e de três horas aos que concorrem aos cargos de níveis médio/técnico. O local e horário de realização estarão contidos nos Cartões de Confirmação de Inscrição ou nas listas de alocação disponíveis na página virtual da Fundação Cesgranrio.

Aqueles que forem aprovados na etapa de provas, caso sejam chamados para admissão, passarão por processo de qualificação biopsicossocial, composto por exames médicos e avaliação de integridade funcional.

Em 22 de março de 2012, será divulgado o resultado final do processo seletivo, no Diário Oficial da União e nas páginas da Cesgranrio e CMD. Na relação, constará apenas os candidatos aprovados e classificados. O prazo de validade da seleção, que será inicialmente de um ano, será contado a partir da data de homologação do resultado final.

A Casa da Moeda do Brasil ( http://www.casadamoeda.gov.br/portal/) é uma empresa pública, vinculada ao Ministério da Fazenda, fundada em oito de março de 1694, no período Brasil Colônia pelos governantes portugueses, para fabricar moedas com o ouro proveniente das minerações.

Por ser também uma indústria, a CMD funciona 24 horas por dia e necessita, portanto, contratar candidatos com disponibilidade para trabalhar 8 horas por dia, em turnos de trabalho e ou escalas.


Fonte: com informações ccncursos no Brasil
A Justiça Federal no Ceará determinou que 12 alunos tenham acesso às redações corrigidas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os alunos entraram com ação individual, alegando insatisfação com o resultado obtido e que acreditam terem tirado nota maior do que a apresentada no resultado.

O procurador da República no Ceará Oscar Costa Filho afirmou nesta terça-feira que vai pedir na Justiça Federal a extensão da medida para todos os alunos do Brasil. "Com base nessa medida individual, vamos pedir a extensão para o Brasil, já que vários alunos de vários estados questionaram a nota da prova, inclusive alguns já obtiveram um novo resultado", diz o procurador.

Em São Paulo, um aluno teve a nota da redação corrigida de 0 para 880, em um total de 1.000 pontos. A assessoria de imprensa do Ministério da Educação (MEC) afirmou que a redação havia passado por três corretores, o que acontece somente se as notas de dois deles tiverem uma diferença de mais de 300 pontos. Segundo o MEC, no caso específico do estudante de São Paulo, não houve erro na correção da redação porque ela passou por três corretores. No entanto, a assessoria de imprensa afirmou que não pode comentar detalhes sobre a prova e a razão pela qual ela foi anulada.

O Ministério Público no Ceará também pediu à Justiça Federal que a nota de redação dos candidatos do Enem seja desconsiderada no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), cujas inscrições começam no próximo dia 7 de janeiro.

O Sisu é gerenciado pelo MEC e define se a nota do candidato no Enem é suficiente ou não para que ele seja aprovado no curso escolhido. Os candidatos deverão usar o resultado do Enem 2011 para se inscrever no Sisu em 2012. De acordo com o ministério, as inscrições terão início à zero hora do dia 7 de janeiro.


Fonte: G1
O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação registrou, até as 18:00h desta segunda-feira, 09, as inscrições de 1.191.290 candidatos a vagas em instituições públicas de educação superior. Como o estudante tem direito a fazer pelo menos duas opções de curso, o total de inscrições, desde a zero hora de sábado, 07, chegou a 2.299.733.

O Rio de Janeiro é o estado com o maior número de inscrições, com 292.963 registros. Na sequência estão Minas Gerais, 253.025; São Paulo, 198.582; Ceará, 173.128; Rio Grande do Sul, 156.436; Bahia, 135.204 e Pernambuco, 126.825 inscrições.


Portal do MEC
Estudantes que querem fazer uma faculdade particular mas precisam de auxílio com as despesas já podem pesquisar a oferta de bolsas de estudos em instituições privadas de ensino superior no site do site do Programa Universidade para Todos (ProUni). O Ministério da Educação disponibiliza na página do ProUni o sistema de pesquisa por curso e por município das ofertas de bolsas de estudo de instituições privadas de ensino superior (universidades e centros universitários) participantes do programa. As regras da nova edição do ProUni foram publicadas nesta segunda-feira, 9, no "Diário Oficial da União".

As inscrições para este processo serão abertas no sábado, 14, e vão até o dia 19. O ProUni oferece para o primeiro semestre de 2012 um total de 195.030 bolsas – 98.728 integrais e 96.302 parciais, de 50% da mensalidade.

Participam 1.321 instituições privadas de ensino, entre universidades, centros universitários e faculdades. A relação completa das instituições e a distribuição de bolsas por curso superior estará disponível para consulta no portal do ProUni nos próximos dias.

No processo do ProUni, haverá uma única etapa de inscrição, com duas chamadas para convocação dos candidatos pré-selecionados. Ao inscrever-se, o candidato poderá escolher até duas opções de curso e de instituição.

A primeira chamada será divulgada em 22 de janeiro. A partir do dia seguinte, até 1º de fevereiro, o candidato pré-selecionado terá prazo para comparecer à instituição de ensino para apresentar a documentação e providenciar a matrícula. A segunda chamada está prevista para 7 de fevereiro, com prazo para matrícula e comprovação de informações até o dia 15.

Ao fim das duas chamadas, os candidatos não pré-selecionados ou aqueles que foram pré-selecionados em cursos sem formação de turma podem manifestar interesse em fazer parte da lista de espera, que será usada pelas instituições participantes do programa para a ocupação das bolsas eventualmente ainda não ocupadas.

O período para manifestação de interesse na lista irá de 22 a 24 de fevereiro. Ao fim desse prazo, serão feitas duas convocações dos integrantes. A primeira, em 27 de fevereiro, com prazo para comprovação de documentos e matrícula de 28 do mesmo mês até 2 de março. A segunda, em 9 de março, com prazo de 12 a 15 de março.

Critérios
Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 933, a partir de 1º de janeiro). As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866, em janeiro) por pessoa. Além de ter feito o Enem 2011, com um mínimo de 400 pontos na média das cinco notas do exame e pelo menos nota mínima na redação, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, em caso de escola particular, na condição de bolsista integral.

Professores da rede pública de ensino básico que concorrem a bolsas em cursos de licenciatura, curso normal superior ou de pedagogia não precisam cumprir o critério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem o quadro permanente da escola na qual atuam.

Criado em 2004, o ProUni já concedeu 919 mil bolsas de estudos em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.


Fonte: G1