abelhaaaUm laboratório de Tatuí, a 140 km de São Paulo, desenvolveu uma linha de cremes de beleza à base do veneno de abelhas produtoras de mel. O produto aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e lançado comercialmente funciona como um "Botox" natural - a pele reage ao veneno aumentando a produção de colágeno e melhorando a elasticidade.

 

 

 

De acordo com o pesquisador e apicultor Ciro Protta, sócio proprietário do laboratório, o princípio ativo do cosmético, que também contém pólen e mel, é a melitina, um aminoácido presente no veneno da abelha.

 

 

 

A substância "engana" a pele, transmitindo a sensação de uma picada de abelha e desencadeando uma reação ao veneno.

 

 

 

A circulação sanguínea melhora e as peles mortas são eliminadas, reduzindo as rugas. Protta pesquisa as abelhas há mais de vinte anos e já desenvolveu outros produtos à base de mel, própolis e veneno, lançados comercialmente. A obtenção do veneno sempre foi um problema: quando uma abelha ataca uma pessoa, ela perde o ferrão e acaba morrendo.

 

 

 

O pesquisador criou e patenteou um equipamento que permite a coleta do veneno sem matar as abelhas. Trata-se de uma haste metálica levemente energizada e colocada na entrada da colmeia. Quando a abelha pousa, leva um pequeno choque e reage com ferroadas, expelindo o veneno que escorre para um recipiente. Como não perde o ferrão, a abelha sai ilesa do ataque.


Agência Estado

 

 

wandodoencaaO cantor Wando, que estava internado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do Instituto Biocor, em Nova Lima, Minas Gerais, morreu nesta quarta-feira, 8, pela manhã, após sofrer uma parada cardíaca. O cantor havia sido submetido à angioplastia coronariana em caráter de urgência para desobstrução das artérias do coração.

 

 

 

Wando sofria de doença aterosclerótica, que é um entupimento dos vasos por acúmulo de gordura. No caso dele, o quadro era agravado pelo sedentarismo, excesso de peso e hereditariedade. Tanto que ele estava com 110 kg, 30 a mais que o recomendado, segundo o cardiologista particular do cantor.

 

 

 

Esses fatores aumentam e muito o risco de doenças do coração, de acordo com a nutricionista Rita Helena Bueno Pinheiro, do programa de Alimentação e Nutrição Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo.

 

 

 

- A alimentação gordurosa é a que mais causa o entupimento de artérias. Assim como o excesso de sódio, que vem dos alimentos industrializados e das gorduras vindas das frituras e das carnes vermelhas.

 

 

 

Ela explica que a gordura consumida vai aderindo às paredes das artérias, dando o aspecto de uma “mangueira entupida”. Quando chega a esse ponto, o sangue bombeado até lá não consegue ultrapassar, e a pessoa sofre um infarto. O risco se torna ainda maior quando a má alimentação está aliada ao sedentarismo. Isso porque quando a pessoa não se exercita, ela não perde as calorias consumidas em excesso, que poderiam ser mais facilmente eliminadas.

 

 

 

- Não precisa ir à academia para perdê-las. Uma caminhada de meia hora todos os dias já é suficiente.

 

 

 

O fator idade e a hereditariedade [quando há casos da mesma doença na família] do cantor também são considerados agravantes das doenças cardíacas por seu efeito cumulativo, explica.

 

 

 

- Qualquer problema é aumentado com a idade porque o metabolismo fica mais lento. E porque os hábitos, como a má alimentação, vão se acumulando.

 

 

 

Como prevenir e reverter o problema?

 

 

 

“Não importa a idade que você queira mudar. Ela sempre será um fator positivo para a saúde e para a qualidade de vida”, explica a nutricionista.

 

 

 

O primeiro passo deve ser optar por uma reeducação alimentar, com base em refeições saudáveis, como frutas, legumes, saladas, e mais fibras. O segundo é retirar ao máximo os alimentos industrializados do cardápio, assim como as frituras. E o terceiro, e último, é abrir mão do sedentarismo e se mexer mais, no seu tempo, mas por pelo menos meia hora por dia.


R7

 

 

imepeosonoQuando os distúrbios do sono persistem por mais de um mês, é importante tentar identificar as causas. O site 'Health' listou alguns problemas que podem causar essa insônia ou trazer uma noite agitada:

 

 

Dores: dor nas costas, dores de cabeça e problemas nos músculos da mandíbula são as principais causas de dor relacionada à perda de sono.

 

 

 

Doença mental e estresse: a insônia é um sintoma e uma causa da depressão e ansiedade. O cérebro utiliza os mesmos neurotransmissores para o sono e humor e, por isso, é muito difícil saber o que começa primeiro. Situações estressantes como dinheiro ou problemas conjugais podem dar início à insônia.

 

 

 

Ronco: em alguns casos, o ronco é um sintoma de apneia do sono, uma doença associada a doenças cardíacas, pressão alta e derrame.

 

 

 

Fuso horário: atravessar fusos horários afeta o seu relógio interno, que avisa ao seu cérebro para dormir quando está escuro e acordar quando está claro. Seu corpo pode demorar até três dias para se ajustar ao fuso horário e, se você passar por mudanças constantes, poderá sofrer com os problemas de sono crônico.

 

 

 

Trabalho por turnos: uma programação que é contrária ao normal como as dos médicos, por exemplo, podem perturbar o ritmo do seu corpo. As pessoas que trabalham em turnos rotativos têm níveis mais baixos de serotonina, um hormônio e neurotransmissor no sistema nervoso central que ajuda a regular o sono, de acordo com um estudo de 2007 na Universidad de Buenos Aires, na Argentina.

 

 

 

Alterações hormonais: menopausa, menstruação e gravidez são algumas das principais fontes de problemas de sono entre as mulheres. Ondas de calor e seios sensíveis fazem interrupções nos padrões regulares do sono. Segundo a Fundação Nacional do Sono, cerca de 40% das mulheres na perimenopausa - antes da transição para a menopausa) têm problemas de sono

 

 

 

Outras doenças: doença pulmonar ou asma, chiado e falta de ar podem atrapalhar o sono, particularmente no início da manhã. Se você sofre de insuficiência cardíaca pode desenvolver padrões respiratórios anormais. Se sofre de Parkinson e outras doenças neurológicas pode ter a insônia como um efeito colateral.

 

 

 

Remédios

 

Medicamentos podem atrapalhar seu sono, especialmente se você tomá-los perto da hora de deitar ou se a dose aumentar.


Terra

 

 

micheltelocampanO Ministério da Saúde publicou na noite desta terça-feira, 7, em seu canal no YouTube um vídeo em que o cantor Michel Teló é a estrela da campanha do governo federal para a prevenção da Aids durante o Carnaval. No clipe, o cantor faz uma paródia de seu hit nacional e internacional Ai Se Eu Te Pego.

 

 

 

“No carnaval ou na balada. Se a pegação começou a rolar. Você com a pessoa mais linda. E camisinha pra não vacilar”.

 

 

 

O conceito da campanha, segundo o Ministério da Saúde, é “Na empolgação pode rolar de tudo. Só não rola sem camisinha. Tenha sempre a sua” e tem como principal foco os jovens gays, de 15 a 24 anos.

 

 

 

Ela será veiculada em dois momentos: antes do Carnaval, com alertas para o uso responsável do preservativo e, no período pós-festa, a partir do final de fevereiro, com a promoção do diagnóstico e a conscientização da necessidade da realização do teste.


R7

 

sdsdsdsds