• Vamol
  • Roma
  • Fiat
  • Floriano Veiculos

O órgão de controle de medicamentos da UE disse, nesta quarta-feira (10), que tem como objetivo aprovar a partir de setembro uma vacina da Pfizer/BioNTech adaptada para duas subvariantes de propagação rápida da cepa Ômicron do coronavírus.

As variantes BA.4 e BA.5 estão provocando uma onda de novos casos na Europa e nos Estados Unidos, o que fez com que a OMS (Organização Mundial da Saúde) alertasse que a pandemia está longe de acabar.

A EMA (Agência Europeia de Medicamentos) anunciou que nesta segunda-feira (8) lançou uma revisão de uma versão adaptada da vacina da Pfizer destinada a essas duas variantes, que são mais transmissíveis e resistentes ao sistema imunológico que as versões anteriores do coronavírus.

"A EMA espera receber uma solicitação para a vacina adaptada BA.4/5 desenvolvida pela Pfizer/BioNTech, que será avaliada para uma possível aprovação rápida em outono", disse um porta-voz da EMA à AFP em um comunicado enviado por e-mail.

Está previsto que esta chegue "pouco depois" da aguardada aprovação de duas vacinas mais adaptadas pela Pfizer e sua rival Moderna destinadas à cepa original do coronavírus e à subvariante BA.1 antes da Ômicron, disse o porta-voz.

Pfizer e Moderna apresentaram solicitações de aprovação separadamente para essas vacinas em 22 de julho, afirmou o porta-voz.

AFP