• Vamol
  • Roma
  • Fiat
  • Floriano Veiculos

Para quem deseja ter filhos, é determinante que tenha um estilo de vida saudável, tanto a mulher como o homem precisam ter sua alimentação em dia para ajudar na hora da fecundação. Vícios e outros hábitos ruins, por exemplo, podem tanto prejudicar a qualidade do sêmem como a saúde dos ovários.

gravd

Em matéria do “Metrópolis”, Inarí Ciccone, nutricionista especialista em Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal do Estado de São Paulo (UNIFESP) e Mestre em Ciências da Saúde pela FMUSP, afirma que 15% dos casais são inférteis. “O sonho da maternidade e da paternidade pode ser um grande desafio para muitos casais que sofrem com a infertilidade. Estudos epidemiológicos demonstram que 15% dos casais apresentam infertilidade. No entanto, a concepção pode ser algo possível de se atingir de forma natural a partir de mudanças adequadas no estilo de vida”, disse.

Com o propósito de ajudar os casais a conseguirem ter uma boa fecundação, a profissional preparou duas listas, uma contendo alimentos que devem estar na dieta dos indivíduos e outras contendo o que deve ser evitado. 5 alimentos para ajudar a engravidar

Nozes: Segundo Ciccone, o consumo frequente delas tem relação com a melhora na qualidade dos espermatozoides e do óvulo, isso ocorre pois as castanhas contribuem como fonte de antioxidantes e gorduras boas.

Peixes de água fria: Tal alimento prova ser positivo para o sazonamento da célula reprodutiva masculina e feminina devido possuir ômega-3. Essa gordura saudável tem ação anti-inflamatória, além de também ter alta concentração de zinco.

Vegetais verdes escuros: A nutricionista aponta que o consumo regular desses alimentos pode aumentar o teor de antioxidantes na dieta das pessoas. Esse composto bioativo prova ser importante para a proteção das células reprodutivas.

Aveia: Seu consumo serve de ajuda para evitar os picos de insulina (hormônio capaz de afetar negativamente a produção dos hormônios sexuais), isso porque é fonte de fibra solúvel.

Ostras: Esses moluscos são fontes ricas de zinco. O mineral é muito importante para a formação do espermatozoide e para a maturação da célula reprodutiva da mulher, o oócito.

5 alimentos para atrapalhar a fecundação

Margarina: Sendo um alimento rico em gordura trans, a mesma pode interferir de forma negativa na qualidade das células reprodutivas.

Refrigerante: A alta quantidade de açúcar refinado, combinado aos corantes e compostos químicos, é prejudicial ao sistema reprodutivo. Ciccone diz que o alto consumo de refrigerantes pode reduzir em, pelo menos, 25% do potencial fértil na mulher e 33% no homem.

Biscoito recheado: A integridade da célula reprodutiva, tanto o óvulo como o espermatozoide, podem ter sua integridade prejudicada com a combinação de açúcar, farinha branca, corante e gordura vegetal hidrogenada.

Embutidos: Alimentos com grande quantidade de sódio, gordura saturada e nitritos (como é o caso do bacon e da calabresa), podem acarretar no aumento da resposta inflamatória, piorarem a eficiência dos hormônios e a qualidade das células reprodutivas.

Açúcar refinado e adoçante químico: Ao serem consumidos, esses alimentos desequilibram o metabolismo hormonal e favorecem reações que podem deteriorar células reprodutivas. A nutricionista aponta que o consumo de açúcar em excesso pode causar resistência à insulina.

 

Lorena R7

Foto: Reprodução/Instagram Karen Marielly e Universo da Gravidez.