O governador Wellington Dias se reuniu, nesta segunda-feira (22), com integrantes da bancada federal do estado do Piauí para tratar sobre a recuperação de rodovias e manutenção de barragens. Ele apresentou a pauta como uma prioridade para que senadores e deputados possam destinar emendas parlamentares para as obras.

Segundo Wellington, o Estado tem recursos para recuperar 2 mil km de rodovias, mas ainda faltará 1,2 mil km para restaurar toda a malha rodoviária. Ele ainda explicou a dificuldade que os estados e municípios passaram a ter para a manutenção das rodovias.

“O Estado tinha por ano algo como R$ 80 a R$100 milhões da Cide-combustíveis. Em 2017, na primeira greve dos caminhoneiros, esse valor foi retirado para garantir a redução do preço do óleo diesel. Eu dizia que essa não era a saída, e não foi. O combustível está vinculado à dolarização, se subir o valor do dólar em relação ao real, sobe o combustível e o valor do barril de mercado internacional. Isso causou um efeito colateral. No Brasil inteiro a ausência desse recurso levou a uma situação de dificuldade dos estados e municípios para a manutenção das rodovias. Portanto, estou trazendo a pauta da recuperação de rodovias como uma prioridade”, explicou Dias.

O governador ainda reforçou junto aos deputados a importância de buscar mais vacinas para o estado. “Tenho articulado junto ao Fórum dos Governadores do Brasil e a perspectiva é que possamos fazer a compra direta de imunizantes com os laboratórios. Na próxima quinta-feira (25) temos a previsão de distribuição de um novo lote de vacinas para os estados”, afirmou Wellington.

Participaram da reunião o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, o senador Marcelo Castro, e os deputados federais Átila Lira, Merlong Solano, Fábio Abreu, Flávio Nogueira, Marcos Aurélio Sampaio, Iracema Portella e Rejane Dias.