Com o Ministério Público do Piauí, representação de Floriano, notificando o município com recomendações de medidas urgentes para coibir as aglomerações e forçar o cumprimento das regras sanitárias, os servidores da Vigilância Sanitária local passou a agir com mais rigor e com apoio  da PM.

mesa

Nesta semana, além de uma empresa fechada por descumprimento de medidas e com inúmeras reincidências, outros estabelecimentos estão sendo alvo de novas autuações e até interdições.

mesa0

Decreto Nº 109, de 22 de setembro de 2020: diz que havendo reincidência, além da multa, o infrator poderá ter a decretação da interdição total do estabelecimento, bem como cassação do alvará de funcionamento.

mesa1

A Vigilância Sanitária está percorrendo bares e estabelecimentos afins, para verificar o cumprimento de regras básicas como o uso obrigatório de máscara, álcool gel, distanciamento de pessoas e de cadeiras dos bares e restaurantes e também o horário limite de funcionamento. O apoio da Polícia Militar é para garantir a segurança e integridade física dos fiscais.

As imagens á baixo são do Cais da Beira rio onde diariamente centenas de pessoas estão reunidas em momentos de entretenimento. No local, houve inclusive medição de espaços entre uma mesa e outra.

O Município de Floriano já registra um aumento no número de casos de COVID-19, depois de um período de estabilidade e já sofre com o risco de lotação de leitos no hospital Tibério Nunes, por causa do relaxamento da população e dos estabelecimentos que recebem o público.

Da redação